Barrinha da evolução de Peso

2 de outubro de 2014

Boa tarde Amigos.

Outubro é o mês que mais gosto!

Á maioria das quintas -feiras o pessoal do trabalho almoça na feira perto da empresa um delicioso pastel. Dentro de 3 anos de empresa fui 1 vez nessa aventura desordenada.

Acho que sou um tanto anti social, por assim dizer. A verdade é que gosto da comida do restaurante disponível pra mim. Muitos não entendem, já que ouço eternas reclamações do serviço prestado, mas levar marmita era tão desagradável em outros tempos....ainda mais quando roubavam minha mistura kkkkk, é a primeira vez que tenho essa vantagem num ambiente de trabalho, acho um baita conforto comer e largar o prato por lá mesmo e ter sempre isso ou aquilo pra escolher, é bacana. E raramente como fora, dá pra contar nos dedos as vezes que fui, e nas poucas vezes me arrependi.

Mas o que eu queria contar sobre a quinta -feira do pastel é que sempre nego o convite muito friamente com um " Não, obrigada".
Até que surgiu hoje uma pergunta que soou um tanto reprobatória "Mas a cirurgia de redução te deu aversão á frituras, por acaso?"

Pensei rápido em uma resposta grosseira, mas a hierarquia não me permitiu e respondi: "Tenho somente aversão á antigos hábitos e não me imagino sentada em uma feira comendo um gorduroso pastel, depois de quase perder á vida num centro cirúrgico."  Não era bem isso que queria dizer, mas foi o que saiu.

Veja bem, não sou a megera carrasca e menos ainda o Santo Graal da Gastroplastia, nada disso, belisco uma coisa ou outra, experimento uma coisa interessante que valha a pena de verdade, tenho minhas loucuras ás vezes - raras vezes- mas me entregar assim deliberadamente ao vício de trocar um almoço e contaminar meu lindo estomaguinho por um saturado pastel? Não mesmo....porque na minha concepção de sofrimento vivido até aqui não vale nem a pena o pensamento. Eu não me permito, sou o tipo de pessoa que se afrouxar um pouco os arreios, sigo disparatadamente. E não me é proibido comer um pastel frito por conta da Bariátrica, eu sinto que não devo só isso. Faço minhas adaptações de sucesso e sigo bem assim.

Até tentei de fato me imaginar sentada na banca de pastel esperando o atendente fritá-lo....mas não encaixo mais nessa cena, sinto claramente que não combina mais comigo, ufa. Não condeno quem o faz, é uma delicia, me lembro bem disso! Quem não precisa lidar com compulsão alimentar, acho que pode se deliciar vez ou outra sim nestas aventuras.

Percebo que é difícil a sociedade entender a mudança de comportamento diante da comida, é uma questão cultural, de marcação de território, me afastei da comida e de círculos, me afastei da afinidade que a hora do almoço empresarial proporcionara em outros tempos. Eu mesma ás vezes não entendo. O mais difícil é quando só voce faz diferente de todo o restante ao seu redor, só eu sou a estranhamente modificada. Tipo "Como pode uma pessoa não querer comer um inocente pastel?" A questão não é querer, pra mim é questão de honra não deixar um desejo meu em relação ao vício da comida  não se concretizar. E cada "Não" que já sai automático da boca, sem ao menos consultar estômago e muito menos o coração vai aumentando ainda mais meu orgulho sobre minha maturidade em relação ao meu conquistado peso na balança. Quem nunca teve problema com comida ou peso não compreende mesmo.

Me sinto sim um peixe fora d'água em situações gastronomicas, como por exemplo todo mês a empresa fornece bolo de aniversário para todos em comemoração, onde anunciam os aniversariantes e tal, uma mini festa e todos comem e tomam refrigerante enquanto eu apenas olho. Ainda é um tanto estranho, ainda mais falando de bolo, que é uma paixão. Mas a situação já virou rotineira, é aquele caso de "acostume-se, sua vida agora é essa" e ponto. A lamúria, lamentação ficou pra trás, até porque se eu quiser faço um bolo dentro da minha realidade e como, e nessa hora não me sinto escrava da comida. Nessa hora sou a algoz eu dito quem vive que morre e isso me dá uma tremenda alegria, o que me mantém ereta e confiante dessa maneira sem dúvidas, é saber que posso contar com um estômago de 4 centímetros.

Cada dia que passa vai ficando mais fácil a nova vida.



Beijos amigos e que Outubro seja somente de coisas boas!

Vamos que vamos.


7 comentários:

  1. Parabéns minha amiga, não é fácil não ceder as tentações, eu particularmente passei por isso na minha gestação, pois tive diabetes gestacional, portanto foi fácil já que eu colocava a vida da minha filhota acima das minhas vontades, mas pensar em renunciar a favor da minha própria saúde hoje em dia já me parece muito normal também graças a bariátrica, tenho forte inclinação a continuar nos meus desejos de vida saudável, mas peço forças a Deus para não fraquejar rsss... Vc inspira a gte! Bjo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Daiani, é minha amiga,ceder ás tentações é complicadíssimo, vc sabe bem o que quero dizer,eu te parabenizo pela sua força, tanto na gestação quanto agora depois da gastro que tbm não é nada fácil! Beijo grande pra ti. Há...e como está sua recuperação?

      Excluir
  2. Silvia, a maior prova é que tudo se comemora com comida!!!
    Não existe a possibilidade das pessoas se reunirem, conversarem, sem se empanturrar... É muito cultural isso e difícil se esquivar.
    Parabéns pela força de vontade!
    E quanto às frituras, mesmo me alimentando mal, não sou fã, fico bem enjoada pq na minha casa quase não tem, da mesma forma o sal em excesso, logo noto.
    Quanto as opiniões alheias, nunca vamos agradar... Aposto que se tu continuasse indo, era capaz de comentarem que em breve tu recuperaria o peso. As pessoas não lidam bem quando nos mantemos fortes, querem que a gente ceda e nem sempre torcem por nosso sucesso.
    Belo exemplo, parabéns mais uma vez!
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Nina, isso mesmo, tudo envolve comida, nunca tinha visto por esse angulo, agora percebo, e fica dificil socializar sem comer como todo mundo, a opinião precisa ser mesmo forte, ou nos deixamos levar muito facil. Aqui em casa tbm, usamos pouco sal e gordura sempre e nunca me fez bem tbm, é o costume, nunca fui fão de frituras, meu negócio sempre foi doces e guloseimas...rsrsrs.
      Isso que vc falou é vdd, aposto que se aceitasse um convite iriam falar isso, até imagino "nossa, operou e continua a mesma, logo logo engorda tudo de novo....aff" é amiga não se pode agradar a todos, então vamos seguindo o coração.
      Obrigada pelo carinho, beijos.

      Excluir
  3. Fui lendo esse seu post e diminuindo a velocidade. Fiquei pensando, matutando sobre essa resistência. Já vi que, cedendo uma vez, quis ceder mais. (...) Fiquei pensando.

    Gosto dos seus textos que, de vez em quando, me incomodam. Me cutucam. Me cobram.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe folha, demorei tempo, muito tempo para resistir assim de prontidão, até pq como vc mesmo falou cada vez quero ceder mais e ai não consigo voltar ao inicial, ao start outra vez,porque sim, sou bem fraca em relação a comida, o que funcionou até hj é a abstinência, mas ainda assim é o tempo. Ir devagar, acho que esse é o caminho. Bjkas

      Excluir

Quem sou eu

Minha foto

Sou Silvia, romântica de alma, sonhadora e agora em busca do renascimento, um corpo saudável. No dia 12/06/2013 me submeti a cirurgia bariátrica, fiz o Bypass Gastrico em Y de Roux por video pelo convênio Bradesco no Instituto Garrido, depois de muitos meses pensando, enfim decidi! Vou dividir com voces a jornada da cirurgia, principalmente a parte burocrática e adoraria fazer novas amizades! bem vindos no meu diário, ele está aberto.

Pesquisar este blog

Evolução mês a mês

  • 12/06/2015 66,5 kilos 2 anos
  • 12/05/2015 66,5 kilos
  • 12/04/2015 66 kilos
  • 12/03/2015 67,2 kilos
  • 12/02/2015 67,2 kilos
  • 12/01/2015 68,6 kilos
  • 12/12/2014 69,2 kilos
  • 12/11/2014 69,5 kilos
  • 12/10/2014 70 kilos
  • 12/09/2014 72 kilos
  • 12/08/2014 73 kilos
  • 12/07/2014 73 kilos
  • 12/06/2014 73,5 kilos - 1 ano
  • 12/05/2014 74 kilos
  • 12/04/2014 75 kilos - meta médica
  • 12/03/2014 80 kilos
  • 12/02/2014 83 kilos
  • 12/01/2014 85 kilos
  • 12/12/2013 90,7 kilos
  • 12/11/2013 94 kilos
  • 12/10/2013 100 kilos
  • 12/09/2013 105 kilos
  • 12/08/2013 111,5
  • 12/07/2013 118,5 kilos
  • 12/06/2013 Maior peso 138 Kilos dia da cirurgia

Siga- me por e-mail!

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.

Minha lista de blogs