Barrinha da evolução de Peso

1 de agosto de 2014

Olá amigos.

Ontem cheguei da academia, me sentindo a superação em pessoa, abri o note para dar uma espiada no face – sim, sou viciada – e me deparo com as fotos da colação de grau do meu grupo da faculdade e a frase: “Olha até onde meus pés me levaram”

Fiquei arrasada. Estou imensamente feliz pela equipe, mas era pra eu estar naquelas fotos também. Um aperto no peito que me deu e está aqui até agora.

Eu fiz minha escolha, e as faço todos os dias, mas ver as pessoas que deixei pra trás há um tempo de beca e canudo na mão doeu bastante. A obesidade não me permitiu continuar os estudos. Eu sei que ser gordo não quer dizer limitado, existem pessoas obesas que são destaque em tudo que tocam, mas eu não conseguia ser assim, tranquei minha faculdade, preciso demais estudar, melhorar minhas condições no trabalho e tal, mas não deu pra levar em frente, ou era escola ou era a cirurgia, e lógico que fiquei com a segunda opção. O ambiente não era o mais motivador, e me sentia rejeitada por conta do meu peso. Odeio me sentir excluída. Já era a segunda faculdade que eu me matriculava e não conseguia concluir, meu peso não me deixava ir pra frente literalmente.

Mas essas escolhas que fiz ontem, teve seu peso agora. É difícil. Me senti frustrada e senti que estou andando pra trás. E desde que operei foi a primeira vez que senti pena de mim mesma.

Que Agosto venha para trazer novos ares, e como minha amiga Nina me falou no face, amanhã é outro dia.
Hoje mais do nunca eu desejei nunca ter sido gorda, eu seria tão mais feliz.


Beijos e vamos que vamos.




6 comentários:

  1. Silvia querida, entendo teu sentimento... Deve doer, gerar frustração e tudo mais, mas como dizem, 'cada escolha é uma renúncia'. Escolheste o que naquele momento era possível. E veja hoje, és outra pessoa no que diz respeito à saúde, optou por cuidar de ti, fez apesar da dificuldade, seguiu e está cada dia melhor, fisicamente e na forma de encarar o que acontece a tua volta.
    Estudar é super importante e caso tu sintas falta e acha que podes voltar, é algo que sempre pode ser retomado. Agora, mais segura, tudo pode ser melhor, basta enxergarmos com outros olhos... Realmente, o dia seguinte é sempre outro e podemos sim seguir em frente!
    Que bom que compartilhas essas situações, falar, viver e até mesmo sofrer, faz parte e com isso a gente cresce!
    Nunca esqueça que és vitoriosa e escolhas são da vida, com certeza como estás hoje deve ser motivo de muito orgulho.
    Fica bem e vamos em frente :)
    beijos com carinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Nina pelo apoio e carinho de sempre, suas palavras me erguem sempre, é ótimo ter vc por aqui. beijo grande.

      Excluir
  2. Seus textos, tão bonitos e tristes, me partem, às vezes.
    Eu sei exatamente do que você fala e da vontade de nunca ter sido gorda.

    Mas não fica assim. Vai atrás. Já pensou recomeçar a faculdade e ser totalmente diferente agora? Já imaginou viver todas as coisas perdidas, por conta da gordura, e ter tudo, agora? Eu pensei. Pensei lendo seu texto. Parece interessante. Não te inspira? Me senti inspirada agora.

    E, como consideração final, facebook só serve pra nos aborrecer. Sempre que entro, vejo uma coisa desagradável. Ou desassina feed de todo mundo ou não entra mais! Haha Eu quase não entro. E conto com muitos feeds desassinados, obrigada.

    Um beijo e um abraço apertado em você. ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me senti realmente abraçada, obrigada amiga pela força. Sei que vc me entende, e vou começar agora o que não pude lá atrás....é que é mais dificil tentar viver tudo, estou indo aos poucos...não podemos fraquejar não é mesmo. Bjos

      Excluir
  3. Entendo sua frustração, mas pense que a sua escolha foi a melhor para a época. Agora vc poderá se dedicar aos estudos com integralidade sem o fantasma da obesidade te perseguir. Pode até doer agora, mas será melhor. Tudo no seu tempo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É...td no seu tempo. Se esse tipo de frustração tenho que passar como pagamento de ser obesa a maior parte da vida, eu aceito. Bjos.

      Excluir

Quem sou eu

Minha foto

Sou Silvia, romântica de alma, sonhadora e agora em busca do renascimento, um corpo saudável. No dia 12/06/2013 me submeti a cirurgia bariátrica, fiz o Bypass Gastrico em Y de Roux por video pelo convênio Bradesco no Instituto Garrido, depois de muitos meses pensando, enfim decidi! Vou dividir com voces a jornada da cirurgia, principalmente a parte burocrática e adoraria fazer novas amizades! bem vindos no meu diário, ele está aberto.

Pesquisar este blog

Evolução mês a mês

  • 12/06/2015 66,5 kilos 2 anos
  • 12/05/2015 66,5 kilos
  • 12/04/2015 66 kilos
  • 12/03/2015 67,2 kilos
  • 12/02/2015 67,2 kilos
  • 12/01/2015 68,6 kilos
  • 12/12/2014 69,2 kilos
  • 12/11/2014 69,5 kilos
  • 12/10/2014 70 kilos
  • 12/09/2014 72 kilos
  • 12/08/2014 73 kilos
  • 12/07/2014 73 kilos
  • 12/06/2014 73,5 kilos - 1 ano
  • 12/05/2014 74 kilos
  • 12/04/2014 75 kilos - meta médica
  • 12/03/2014 80 kilos
  • 12/02/2014 83 kilos
  • 12/01/2014 85 kilos
  • 12/12/2013 90,7 kilos
  • 12/11/2013 94 kilos
  • 12/10/2013 100 kilos
  • 12/09/2013 105 kilos
  • 12/08/2013 111,5
  • 12/07/2013 118,5 kilos
  • 12/06/2013 Maior peso 138 Kilos dia da cirurgia

Siga- me por e-mail!

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.

Minha lista de blogs