30 de agosto de 2014

Boa Noite Guerreiros!

1 Ano 2 Meses e 18 dias de Bypass - 66 kilos off

Gasto Mensal :

Complexo B = R$ 38,00

Centrum = R$ 140,00 ( ganhei importado para 1 ano...ufa!)

Faseolamina = R$ 52,00

Pantogar =  80,00

Evra= R$ 58,00

Academia = R$ 100,00

Entrar no provador de uma loja, vestir um shorts jeans 42 sem lycra e ficar folgadinho...não tem preço!!!

É....existem coisas que o dinheiro não compra.




Beijos e vamos que vamos!



29 de agosto de 2014

Boa tarde Amigos.

Cá estou lutando contra meus monstros interiores que insistem em me dizer: "Comer é o melhor remédio". Tsc tsc...errrado Silvia...errado. Difícil gravar isso na cabeça! A comida não é desculpa para mais nada, a
não ser matar sua fome que aliás, esse assunto tem me deixado intrigada. Eu esqueci o que é fome, fico atenta na vontade de comer, o que é completamente diferente. Desde que me conheço por gente, tinha uma fome avassaladora e uma incrível vontade de comer. Depois de reduzir o estômago sentia somente vontade, a cabeça deseja, o corpo não. Agora comecei a estranhar essa necessidade de comer. Sim, é fome. Voltei a sentir fome depois de 14 meses de Gastroplastia, agora, além de lidar com as gulas, os vícios, as mudanças de hábitos, tenho mais essa parceira para caminhar comigo...a FOME.
Sigo a linha do que me foi recomendado, dias frios como de 2 em 2 horas e dias quentes 3 em 3 horas com muitos líquidos. É o que funciona, tirando as loucuras que me acometem esporadicamente.

Peguei um texto da Psicóloga Simone Dallegrave que é especialista em psicologia bariátrica onde ela descreve as fases de um Bariátrico, me vi tanto ali que vou compartilhar:

No primeiro mês de cirurgia bariátrica o paciente está descobrindo o que é viver com um novo estômago.

No segundo mês de cirurgia bariátrica o paciente está descobrindo como é viver com um novo cardápio.

No terceiro mês de cirurgia bariátrica o paciente está descobrindo o que é viver com um novo espelho.

No quarto e quinto meses de cirurgia bariátrica o paciente está aprendendo a viver com quem são os verdadeiros amigos.

No Sexto mês de cirurgia bariátrica o paciente está aprendendo a viver com um guarda roupa novo.

No sétimo e oitavo meses de cirurgia bariátrica o paciente está aprendendo a viver com um novo corpo.

No nono mês o paciente bariátrico está descobrindo o que é viver com as emoções novas e antigas, sem  poder usar a comida como remédio para ansiedade ou antidepressivo.

No décimo mês de cirurgia bariátrica o paciente começa a viver com o retorno do apetite
(Meu caso 14 meses )

No primeiro ano e depois de então, para sempre, o paciente bariátrico descobre o que é viver com o medo do reganho de peso.

Pura verdade!

Então vamos a luta, manter a saúde e a disciplina, não desistam de voces, porque não vou desistir de mim.


Beijos amigos e um FDS consciente e proveitoso.

Vamos que vamos!!!!


FOME



27 de agosto de 2014

Boa noite!

Agradeço de coração todos e-mails, palavras de carinho, comentários, todos me levantaram muito e me fizeram chorar até. Cada exemplo de superação me chacoalham e me faz continuar na luta. Ninguém disse que seria fácil não é mesmo? Obrigada também as borboletas que me adicionaram nos grupos de RA com tanto carinho para me dar força. Isso me deixa sem palavras.

Como eu sempre digo todo dia é uma chance de recomeçar. Hoje me comportei muito bem, não vou mentir, me deu vontade de beliscar, mas comi fruta, tomei leite, tudo como manda o figurino, porque não quero pesar 138 quilos nunca mais. Sai mais cedo do trabalho direto para terapia. Levei puxão de orelha porque faltei semana passada, foi merecido.

Contei tudinho pra terapeuta o que ando aprontando, ela mais uma vez pediu que eu me entregue, porque sou demasiadamente reservada, explodir ás vezes é bom também. E que quando eu estiver assim angustiada posso ligar ou chamá-la no wats que ela me atende. Ela acha que meu organismo está voltando a fabricar o hormônio Grelina, o responsável pela fome e por parte do prazer na comida. Esse hormônio é fabricado no fundo do estômago que foi excluído na cirurgia, mas o corpo dá um jeito de fabricar um pouquinho em cima no novo estomaguinho, é uma defesa natural do organismo, e posso estar sentindo fome de verdade e não estou sabendo lidar. Preciso voltar no meu médico.

Ela também me disse pra colocar aqui o que eu comi indevidamente, não é punição, é desabafo. Eu comi quase um pacote de bolacha maisena - não me pergunte como fiz isso com um estômago de 4 centímetros - Não testem, porque cabe. Não contente comi tbm um punhado de biscoito de polvilho que fiquei até enjoada depois. Reparem que comida que esfarela desce muito bem, pastosos em geral passam no funil do estômago tranquilamente. Não trata-se somente da quantidade, depende do que voce come.

Me perguntou do que eu quero me esconder. Se antes eu usava a gordura do meu corpo como proteção, agora não sou mais gorda, como me escondo? Tenho que encarar e isso assusta. Ter picos de ansiedade e escorregadas na alimentação é até esperado no tratamento para emagrecimento, mas que eu não faça virar hábito. Eu não mereço mais ser assim, dependente de comida. Pra mim a comida é uma fonte rápida de prazer, eu preciso mesmo de outras fontes, nada de academia, isso já é obrigação. Ela tocou no campo afetivo. Eu preciso me relacionar, ter uma vida afetiva é importantíssimo nessa nova etapa. Deixa acontecer um lance, uma paquera, e porque não sexo ? Sou jovem e devo sim ser sexualmente ativa, e ela me contou casos registrados que um namoro ajuda muito no tratamento de compulsão alimentar. Disse pra eu me permitir deixar uma pessoa entrar na minha vida, não será solução de nada, mas uma bela distração. Não lido bem com rejeição, tenho essa dificuldade, porque preciso ter certeza onde piso. Mas a vida se constrói assim , nada precisa ser perfeito, é só deixar acontecer. Porque sou muito carente...hehehe, aff. Ouvir isso na terapia é chato né. kkkk - Foi o mesmo que dizer: vai dar amiga, seu problema é esse!!! - Hahahaa

Na hora me lembrei de algo e dividi com a terapeuta também. Minhas melhores fases de vida são as épocas que estive menos gorda. Quanto menos peso eu era mais feliz e solta, e até namoradeira...rsrsrs. Quanto mais gorda eu ficava, mais retraída e menos pessoas em volta. Não é beleza, tipo físico. Não sei lidar com excesso de peso,eu mesma rejeito as pessoas antes que elas me rejeitem. Eu odeio ser gorda e não me conformo em ser gorda, isso não cabe mais em mim, não dá. E agora que eu experimentei o que é emagrecer e viver, vixxi...não volto mais atrás, sem chance.

As vezes tenho vontade de dividir algumas coisas que eu penso, ou que acontecem no meu dia a dia com uma amiga, mas não consigo falar, porque me imagino sendo duramente julgada e guardo tudo, posso estar em frangalhos que digo está tudo bem. Não, não está nada bem, mas não quero ser a melancólica, a deprimida da história, sabe.

Então sacodi toda a poeira e ontem fui para a academia, eu escorreguei e estou de pé outra vez, ainda estou chateada comigo mesma, mas cada dia amadureço um pouco mais. Me castiguei e presenteei com aeróbicos 20 minutos de bicicleta, 40 de esteira e estava disposta a treinar braço, mas o professor me chamou pra aula de jump, não resisti e foram mais 40 no jump sem parar, como eu amo esse negocio. Sai me sentindo realizada, mas hoje acordei com o joelho esquerdo acabado e manquei boa parte da manhã e hoje não aguentei ir malhar. Espero que melhore amanhã.

Hoje é dia do psicólogo, ainda bem que eles existem né!




Beijos amigos e vamos que vamos!



26 de agosto de 2014

Amigos,

Subindo outra vez esse post, porque ele ficou como spam..vai entender....


Nos dias de maior ansiedade é bom um docinho né...pelo menos pra mim que sempre fui uma formiga. Ou nos finais de semana que depois do almoço dá aquela vontade de doce é sempre bom ter uma carta na manga ou pelo menos uma docura pouco calórica e bem nutritiva ali na mão, pra evitar a tal "jacada". Eu tenho sempre uma receitinha na geladeira, um docinho, alguma coisa pra disfarçar principalmente na TPM. 


Descobri que minha vontade de doce não é orgânica, porque se eu como algo diet, zero açúcar me sinto muito bem, se fosse o organismo pedindo eu não ficaria satisfeita, é somente a necessidade de algo adocicado na boca mesmo, coisa de gordo que eu ainda levo comigo.


Uma sobremesa bem fácil e gostosa: Meia banana prata amassada, salpicada canela e 1 minuto no microondas, fica docinha, docinha:





Nos dias frios rola um bolo diet de fubá ou limão. Acompanhado de um chá bem quente...hummm. Aqui todo mundo come diet então faço uma receita grande:

E mais bolo, já viram que tenho uma coisa com bolo né. Esse eu comprei e nem gostei muito, prefiro o meu! Mas de repente, nunca se sabe...kkkk. Adoçado com sucralose tem 138 calorias, marca Santa Edwiges:



Ás vezes pico morangos e coloco leite em pó, fica um doce gostoso:



No calorzão faço sacolés, bato fruta com leite ou com água, adoço também com adoçante, não como açúcar há tempos, e deixo no freeser, meu filho adora. Esses da foto é sabor banana com leite, faço com o que tiver em casa, manga, goiaba, abacaxi, maracujá. Ótima opção de sobremesa na minha opinião, eu chupava muito durante a dieta líquida, a nutri que recomendou pra controlar a sede e a necessidade de mastigar, eu fazia até com Gatorade, quem tiver no comecinho da dieta pode chupar sim, lógico que respeitando os 20 mls né. hoje em dia eu chupo 1 inteiro:



Bananada zero açúcar, uma delícia com 58 calorias. Banana é uma coisa que vai bem com tudo viu, desde que operei tem sido minha companheira, muito docinha e pastosa desce muito bem rsrsrs



E o último e não menos importante, é um doce salvador de TPM, abóbora. Faço assim: Pico 2 abóboras pescoço bem grosseiramente, cubro de água e uns 10 cravos da índia. Deixo em fogo brando até secar toda água, depois coloco 2 colheres de sopa de adoçante forno e fogão - Gosto da marca Tal & Qual - não fica aquele gosto de remédio no final. Gosto esse que me falam e não percebo mais. Mexo bastante, coloco no pote e deixo esfriar, simples assim. 
Fica um doce delicioso e pouquíssimas calorias, como sozinho ou passo na torrada no lanche da tarde, e quando ataca a TPM minha amiga vai fundo, sem culpa!



Eu não tenho restrição com adoçante, pra mim é muito tranquilo, por recomendação da nutricionista utilizo sempre o sucralose, acho que ele é menos agressivo pra saúde e tem fama de parecer com o açúcar o gosto. Faz 1 ano e meio que uso adoçante com frequência, então meu paladar mudou muito, não percebo o gosto, pra mim tá doce e ponto final. kkk, me acostumei, então fazer receitas ficou muito simples e puxa....salva a vida ás vezes.



PS. Josiete, por favor me manda seu e-mail outra vez que te mando as receitas, não deu tempo de salvar quando o post caiu no spam, vou espera viu!

Beijos e vamos que vamos!





23 de agosto de 2014

Boa tarde Amigos!

Queria muito vir aqui todos os dias, ultimamente estou muito atolada de coisas, mas não deixo de ler, ás vezes não comento em todos os blogs mas eu sei tudinho o que está acontecendo viu?!

Ontem fui ao Endócrino, não é especialista em Bariátrica, mas para fazer acompanhamento serve. Me pediu aquela bateria de exames que me deu até arrepios,mas para meu bem tenho que tocar em frente. É tanta contagem de vitaminas, tireoide, colesterol, tudo. Ele me disse que estou com o peso bom e que para estabilizar- se for do meu interesse ás plasticas - kkkk já ri alto, como o cara sabe? Eu pus a mão na barriga e ele sorriu e balançou a cabeça e disse "sabia!" hahahaha.

Bom, nesse caso ele me faria um cardápio de 2.000 calorias, nada de gordura, muita proteína. Me assustei com a quantidade de comida, nem caberia tudo aquilo...eu disse que na verdade, na verdade...eu queria mesmo era dar mais uma enxugada, pelo menos 3 kilos. Então mudamos o cardápio para 1.200 pra manter a segurança, já que não absorvo os nutrientes. Só insisti que não tirasse o carbo, porque eu piro. Ainda não estou pronta para bani-los da minha vida....rsrsrs. Esse novo cardápio é simples, arroz, feijão, muita carne, frutas, vegetais sucos e chás. Vou dar uma maneirada nos laticínios por 30 dias, porque estou com muitos gases e estou enjoada mesmo. Se comparado ao plano da minha nutricionista, vou comer bem menos e gostei porque não quero estabilizar ainda. E manter a rotina de exercícios físicos.

Continuo tomando as mesmas vitaminas e suplementos, e vou acrescentar um fitoterápico para a ansiedade. A base de ervas, já mandei manipular. 1 comprimido depois do café. É para melhorar minha ansiedade de querer abraçar o mundo com a mão e para trabalhar o intestino, gente estou com muita prisão de ventre, dói o pé da barriga que chego mancar, sem exagero. A minha ansiedade está muito grande, todo dia no final da tarde passo mal, pensei que era dumping, depois achei que era café preto, agora acho que é emocional fico zonza e com ânsia quando começo a pensar em tudo que tenho que fazer durante meu dia ou no final do expediente de trabalho, fico agoniada, me dá tremedeira, sudorese, é esquisito pra caramba, tem 1 semana mais ou menos que estou assim. Sonho quase todos os dias que estou gorda outra vez e todos riam de mim. Credo! Vamos ver se melhora um pouco e daqui 30 dias retorno lá pra ver como anda as coisas.

Vou seguir esse cardápio que é tranquilíssimo - eu acho - e depois conto pra voces como estou indo.

E semana que vem visita ao ortopedista, meu joelho esquerdo está me castigando...perde-se peso e ganha-se muitas visitas aos médicos. Tem que manter a disciplina pra não deixar a peteca cair!


Beijos e vamos que vamos





20 de agosto de 2014

Bom dia Amigos!

Encontrei-me  com uma borboleta de 2 meses. Ela veio toda eufórica me contar que tinha feito uma meta. Agucei todos meus sentidos para não perder uma só palavra e escuto a meta para 1 ano de Gastroplastia dela que me caiu como 1 pedaço de bife de segunda mal mastigado: “Quando eu tiver 1 ano de cirurgia vou me deliciar no MC Donalds.”  Rapidamente pensei em dizer: “Parabéns.” Mas algo em mim acendeu – o que é raro, pois sou reservada demais - e sempre me arrependo. Mas dessa vez resolvi falar.

“Amiga de grampo, entendo muito essa necessidade, mas por você, não alimente essa meta, daqui 1 ano
não queira desejar tal coisa. Tenho 1 ano e 2 meses de cirurgia e essa meta nunca me passou pela cabeça, sabe porque? Eu não me deixei , não me permiti desejar isso. Não dê chances para seu antigo eu, não almeje sentar-se na lanchonete e colocar dentro do seu estômago essa droga carregada de coisas e de lembranças que só te fará mal. Aproveite a limpeza do seu organismo, a abstinência forçada e livre-se! Não estou sendo radical, é só um conselho que me senti na obrigação de te falar, a fase da dieta branda vai passar. Voce poderá comer o que quiser com sabedoria, um dia ou outro pode ser que eu também venha a comer um fast food da vida, mas eu não quero desejar comê-lo, entende a diferença?  Pense em você agora, tudo o que passou e passa, não faça isso com seu estômago tão bruscamente mudado, seu esposo não merece vê-la sentada comendo o que há anos te faz sofrer, seus filhos não merecem vê-la fazendo isso, muito menos você merece usar um combustível que parece comida. Ninguém te proibirá de comer qualquer coisa, afinal operamos para ter um vida normal, não é mesmo?
  Pode ser que você coma e nem sinta mais aquele prazer, e talvez fique feliz de saber que o Combo Lanche + refri + batata não vai caber. Pelo menos não de uma vez. E talvez se entristeça de passar mal e vomitar, ficar enjoada o resto dia, ou não. Crie metas honráveis, como vestir aquele jeans, passar um dia no Spa, fazer aquela viagem, usar aquele biquíni, são inúmeras coisas que aposto que você deixou de fazer por causa da obesidade, que poderá fazer daqui 1 ano, e te garanto será muitíssimo mais prazeroso do que mastigar 3 ou 4 pedaços de um lanche que não merece seu carinho. Não mesmo. Falo em nome de todos os tipos de lixo que ingerimos e pensamos que é comida, e sim, são deliciosos, vez ou outra me pego salivando por um desses.”

Ela chorou, e nessa hora me entristeci pelo sermão. Talvez eu tivesse sido grosseira.  Mas ela me agradeceu, e disse que graças á Deus tinha me conhecido, então também fiquei feliz. Ela disse que conseguiu enxergar a bobagem e que ela tem tantas coisas que quer fazer além de comer, claro.

No caminho de volta fiquei pensando nisso...eu sempre soube disso, porque eu não tinha essa força contra esse vício na comida que tenho nesse momento?  Digo nesse momento, porque também sou fraca, e caio, sofro, mas me levanto na mesma velocidade, e antes eu só caia, não consiga sacodir a poeira e começar outra vez.  Com ajuda da terapia, estou tentado mudar todos em casa, minha mãe, meu filho. Ontem minha mãe me contou toda faceira que está comendo bem, almoçou e jantou pouco carboidrato e bastante salada. Lógico que ela ganhou um super parabéns. Meu filho de 5 anos é uma criança rolicinha e começou a despertar minha atenção. Estou tentando contê-lo do costume de lanchar no Mc Donalds toda vez que saímos, mas um dia de cada vez, me aconselho com a terapeuta e vou aplicando aos poucos em mim e nos meus. 
Hoje consigo fazê-lo interagir com o pai que imaginava eu ser impossível. Isso foi também uma baita vitória. Agora almejo leva-lo comigo para passear e ele não insista em almoçar um Mc, eu o introduzi nesse meio, então vou tentando tirar. Fica difícil com a TV, as pessoas, dizendo o quanto você pode ser feliz comendo isso ou aquilo, e como uma vez minha irmã me falou e não me esqueço:  Qualquer fast food só é bom pra quem fatura com isso, nada mais.

Quis dividir com vocês esses ocorridos e o que mais espero é que eu tenha conseguido plantar uma semente que venha brotar no futuro. Estamos juntos, não é fácil, mas também não é impossível.


Beijos e vamos que vamos.



19 de agosto de 2014

Boa Noite Amigos!

Tem gente que pensa que Abacate e Manga são os vilões de dietas...não...não são. Que pensa assim vai parando já. Eis me aqui pra provar que é mito - como essas frutas há 1 ano frequentemente - e emagreci, e conheço várias divas que comem também como a Petê Camargo, quem não a conhece dá uma glogada please.


Por muito tempo as pessoas excluem essas 2 maravilhas da RA por serem calóricas demais. Gente, mas estamos falando quantas calorias?1 Abacate tem em média 450 calorias, é muita coisa se voce comer um abacate inteiro, e uma manga tem em média 300 calorias.

Eu faço assim com recomendação médica: 1 parte da polpa da manga após o almoço, ou pedaços na salada que dá um total de 60 calorias, a mesma quantidade calórica de uma inocente maçã. O abacate faço vitamina com 2 colheres de sopa para 150 ML de leite desnatado, equivalente á 45 calorias + 70 do leite = 105 calorias = 1 xícara de leite com chocolate diet. É simples, tudo é equilíbrio. Agora se exagerar as calorias pesam mesmo no final do dia. Se consumir 2 vezes na semana tá equilibrado e variamos na rotina.

As gorduras do abacate diminuem o colesterol ruim, melhora o cabelo, e tem bastante proteína. A manga tem vitamina C e ajuda na produção do colágeno, ou seja retarda as rugas.

Não tiro o prazer das frutas da minha RA, vale tudo. As vezes quando alguém me vê tomando uma bela vitamina, se espantam: "Nossa, vitamina é muito calórica, vai engordar". Eu já falo logo: Cardápio médico, manda quem pode obedece quem tem juízo. Mas é só pra não dar explicação. A tal vitamina é mais leve do que 1 pão com manteiga e um café com açúcar. Ou no trabalho escuto ás vezes "Escolheu a fruta mais calórica"! Aff..é tanto nutricionista formado dando opinião que nem sei mais porque pago pra me consultar...kkkkk, mas é tudo falta de informação, é o mito que está gravado na cabeça. Eu também pensava assim, agora leio, pesquiso pergunto pra Nutri de verdade rsrsrsrs e assim vamos indo.

Não tirem essas delícias da sua vida, vale a pena. Se voce gostar claro.

Olhem minha vitamina caprichada de abacate e nada engordativa:



Ou ás vezes coloco 2 colheres de sopa no pratinho com leite em pó desnatado e gotinhas de adoçante, fica um deliciosa sobremesa: 



Beijos e vamos que vamos!


16 de agosto de 2014

Boa Noite!

Até hoje o que anda rolando aqui na minha nova vida:

45 dias tomando religiosamente o Pantogar, percebi que meu cabelo melhorou muito a queda, estou muitíssimo aliviada e depois posto fotos pra voces verem os cabelinhos novos que cresceram, e está
aparecendo vários pelinhos novos, bigodinho, nos dedos e vi uma penugem bem ralinha na barriga, hahaha;

Completou 1 ano que faço atividades físicas...comecei com 2 meses e meio de gastro e nunca mais parei e a grande novidade é que fiquei 8 dias sem malhar por várias razões: Mãe passou mau, filho passou mau, menstruei, fiz plantão no trabalho, peguei transito e perdi a aula....esse monte de coisa e pasmem: Senti falta e fiquei revoltada e inconformada com isso, já veio logo a alegria, antes tudo era desculpa pra não sair do sofá;

Esse mês não tive cólicas absurdas e meu fluxo diminuiu muito, graças ao hormônios do adesivo, minha ferritina agradece e eu também. Eu e o Evra nos estranhamos uns dias, mas agora deixo descaradamente ele no meu braço e fiquei em paz, tá dando muito certo, colar no bumbum não rolou e a TPM está mais suave, antes eu queria comer o mundo nesse período, dessa vez só uma cidade bastaria.

Me peguei ligando para minha terapeuta para um encaixe, não pude ir na sessão e queria mesmo falar com ela, não podia esperar, a tratei como uma amiga e ela gostou.

Já tem uns dias que me enxergo emagrecida, e tive noção do meu tamanho, gostei do que estou vendo e já decidi: Se eu ficar assim já estou feliz, sou roliça, mas comecei a gostar, o que mais importa. Acho que é porque estou sendo chamada de linda todos os dias por um paquera hehehe.

Meu curso acaba semana que vem e já estou vendo outra coisa pra fazer, mente ocupada ajuda muito no processo de consolidação, tenho tantos planos....só preciso me organizar mais, não estou dando conta de nada, da minha casa, estou sem faxineira, e final de semana me perco em faxina, roupas, mercado, curso, filho. Se eu tivesse um namorado o que faria?? Sim, revi, pensei e estou com vontade de namorar outra vez, acho que agora está na hora;

E a comida? Sim..a comida... essa não fica de fora de um Up Date que se preze....estou com desejo de tomar caldo verde e comer salada de chuchu...é isso mesmo...não, chocolate não. Tsc tsc, quem diria! Mas isso não dura muito kkkk #vaigordinha# logo mais me vejo salivando por um bolo...ai bolo.....hahaha. E gente....não aguento mais ver queijo branco na minha frente.

Agora estou aqui deitada com 3 cobertores, porque estou empedrada de frio e vim visitar todos voces e atualizar, minhas noites de sábados são assim vazias, mas isso logo vai mudar também.

Beijos e vamos que vamos.


13 de agosto de 2014

Boa tarde Amigos!

E agora a parte que mais gosto...as fotos!

Antes e Depois de 14 meses de Bypass

66 kilos eliminados pra sempre! Fácil não é, mas vale muito á pena.

Emagreci horrores, e parte boa ainda está aqui, só o que era ruim mandei embora. Não sou mais a mesma, me acho mais forte, tenho mais firmeza, tenho mais fé. Hoje eu acredito em mudanças, se eu estou conseguindo voce também consegue. Vamos em busca dos nossos sonhos, afinal viver tem sido bem melhor do que sonhar!






Não ficaram muito boas as fotos, mas dá pra ver um pouco a diferença, estou sem câmera e sou péssima pra tirar do celular, mas fiz questão de registrar esse momento e tem que ser com fotos, rsrsrs.

Tomara que essas fotos sirvam de incentivo pra alguém, eu adoro ver fotos de evolução que tanto me inspiram, e me olhar ai também fazendo parte de uma história me deixa muito orgulhosa e Feliz! 

Obrigada amigos pelo apoio de sempre.

Beijos e vamos que vamos!

12 de agosto de 2014

Boa tarde amigos!

Hoje é níver 1 ano e 2 meses de Bariátrica. Ainda não sei comer sozinha, faço terapia semanal, e não me relaciono bem com a comida. Tem coisas que vão demorar muito pra mudar. É um saco viver em vigília todo o tempo. Eu não fico relax quando o assunto é comida.

Estou indo muito bem. Saúde em dia, vitaminas e suplementos em dia, malhação em dia, corpinho mole em
dia...rsrsrs. Não preciso fazer qualquer dieta, somente a famosa RA (Reeducação Alimentar) estou seguindo essa vida de comer saudável e tenho gostado bastante. Embora ás vezes até sonho com um bolo de chocolate....rsrsrs e recheio de brigadeiro ainda kkkkk. Antes era motivo pra tristeza essa situação, hoje fico somente intrigada, me acostumei, já sei que vontade vem e passa. Nos dias de maior ansiedade belisco bastante, mas coisas que sei que posso comer sem passar mal tipo mais bolachinhas, ou um suco de fruta, ou pão de queijo...não arrisco comer outras coisas fora do cardápio, porque odeio entalar ou ter dumping.

Nada de doces, nada de refrigerante, nada de fritura. Puxa! 14 meses sem comer Big Mac e bolacha recheada foi um marco pra mim! Estou estupefata! Eu consegui! Rsrsrs, e haja terapia.

Não emagreci nadinha esse mês, até final de Julho estava pesando 72,5 e hoje me pesei e estou com 73 kilos, penso eu que é devido período menstrual, sei lá. Se não for isso, já vou planejando um meio de cortar meus pulsos!!! Sinto que meu corpo quer estabilizar, confesso que ainda não me rendi á balança. Mas isso é assunto pra outra hora.

Ultimamente tenho vomitado á toa, basta um feijão no fogo me dá ânsias e vômito mesmo, ou se eu comer mais do que devia, tipo sopa ou purê de batata que desce fácil e sempre me engana, é vômito na certa, ou comer ovo, vou marcar médico pra ver o que é isso. Meu limite de comida por porção é 170 gramas e ás vezes somente 100 gramas depende muito do alimento, carne hoje em dia desce super bem, qualquer uma. Líquidos de goles e água tenho que forçar, pesa e me dá enjoo.

Fora tudo isso....rsrsrs a vida anda feliz, tenho lá uns momentos ruins, mas como todo mundo, nada por causa do estomaguinho não....

E cada dia mais tenho a certeza da melhor escolha que fiz, a cirurgia Bariátrica realmente me salvou, nem sei o que seria de mim hoje se eu não tivesse operado há 14 meses atrás, acho que não suportaria mais, eu já tinha chegado no meu limite, que bom que fiz isso por mim.

Vou tirar fotinhas pro Antes e Depois...adoro!

Beijos e vamos que vamos.


11 de agosto de 2014

Bom dia amigos!

Emagrecer muda tudo. Eu sinto que estou diferente, me sinto super saudável, e incrivelmente estou mais clara. kkkkk desbotei, anemia não é....rsrsrs. E tem pessoas que não me reconhecem mais, passam direto por mim!
Não fico chateada, acho interessante, comparo antes e depois e não vejo mais no antes, e não vejo no agora...vai entender....

Hoje estou 66 kilos mais leve, é claro que o corpo todo mudou, mas o rosto?
Encontrei uma amiga que se mudou há alguns meses no supermercado, falei com ela, e ela não me reconheceu. Percebi e logo falei "Ei, sou a Silvia, esqueceu de mim?" rsrsrs ela ficou boquiaberta kkk, me fez um milhão de perguntas e quis tirar até fotos pra mostrar pra irmã dela. kkkk

Esses dias fui na quitanda e o Sr que me atendia começou a perguntar: "E no Amazonas está calor?" Eu, ainda sem entender: "sim, acho que sempre é quente por lá." "E seu menino, está bem?" Eu: "Sim, ótimo!" "E seu marido, também veio?" Hã? marido? Oxe, não sou casada....ai minha ficha caiu, ele achou que eu era minha irmã mais velha que mora no Amazonas kkkk, fiquei lisonjeada, já que minha irmã é linda, e magra! kkkk

Ontem, dia dos pais, recebi em casa o pai do meu filho e seu primo, ele ainda não conhecia o Alisson, a última vez que nos vemos eu estava grávida de 6 meses. Ele não me reconheceu, e me olhava o tempo todo com admiração, e eu gostei. Até que ele disse "custo a crer que voce é a Silvia". Eu respondi pra ele "Também quase não acredito que sou eu."
 Foi muito bom reencontrá-lo depois de todos esses anos, ele é uma pessoa querida que só me traz boas lembranças. Me encheu de elogios e disse que sabia que eu seria uma excelente mãe. O pai do meu filho ficou um pouco incomodado com nossa interação...rsrsrs percebi um ciuminho no ar, o que me fez mais feliz ainda kkkkk

É esquisito não ser reconhecida ás vezes, então literalmente sou outra pessoa, mudei por dentro e por fora.
Uma nova chance, um recomeço, exatamente isso, uma nova vida!




Beijos e uma semana abençoada pra todos!


6 de agosto de 2014

Boa tarde Flores!

E ontem foi assim....

Pela primeira vez me senti emagrecida...não estava super produzida, nem nada, me olhei e gostei do meu corpo. E senti que quero ser assim pra sempre, gostei do que vi e estou vendo agora. E não quero me imaginar lá trás, sou outra agora. Não me vi gorda e me reconheci, foi bom, foi seguro.

Fui jantar com minha amiga, acho que a situação contribui já que ela me acompanha desde que decidi perder peso, me apóia demais, se preocupa, é parceira, muito amiga, temos vidas completamente diferentes, mas é uma pessoa que sei que posso contar. E quebramos a rotina tão de repente que fiquei feliz, uma saidinha básica, olhar lojas, comer uma comidinha diferente e resulta nisso, alegria, bem estar e aceitação.

Olha nós duas:




Tomei caipirinha de vodca e me deu um enjoo básico...rsrs, e um leve aceleramento no coração, no mais, tudo certo. Mas foram goles...rsrs.



Minha refeição pesou 170 gramas de boa escolhas :)


Então é isso, vamos aproveitar esses momentos bons que a vida nos oferece.


Beijos e vamos que vamos!



3 de agosto de 2014

Boa tarde.

Fiz um bolo diet de fubá. Simples, fácil. O que me deixa intrigada é por qual motivo um pedaço de bolo me deixa tão feliz?

Parei de vincular dias da semana com comida, tipo sabadão dia de pizza, domigão dia de macarronada e coisas desse tipo, aprendi na terapia pra compulsão alimentar. Mas hoje domingo e estou meio assim...sei lá. E me deu vontade de comer o mundo.

Pra não atrapalhar meu tratamento, porque sou uma gorda em tratamento, fiz esse bolo diet tolerável e dentro do meu novo propósito de vida. E comê-lo foi tão bom, tão bom, tão saboroso, que agora me sinto mal de ter me sentido tão bem, dá pra entender?


Graças á  Deus não dá pra repetir, fiz uma receita grande até. Mas não cabe mais nada...ufa. Mas estou com a alma em paz neste momento, porque sei que á noite ou amanhã posso comê-lo outra vez se eu quiser, não preciso comer a forma inteira agora, esse mesmo prazer posso sentir outra vez, e quantas vezes mais eu sentir vontade, mas sempre me respeitando.

Minha terapeuta diz que se eu decidir comer, então vou desfrutar do momento, comer e ficar bem. Passou já era, vida segue, nada de ficar pensando no que colocou no estômaguinho, se for pra pensar que seja antes.

Não estou com sensação de culpa, não é nada disso, o que me incomoda é ficar tão confortável comendo. Sempre tem que ser assim? Um pedaço de bolo equivale um abraço? Porque me senti assim,entendida, abraçada com um simples pedaço de bolo.

Beijos amigos e vamos que vamos.



1 de agosto de 2014

Olá amigos.

Ontem cheguei da academia, me sentindo a superação em pessoa, abri o note para dar uma espiada no face – sim, sou viciada – e me deparo com as fotos da colação de grau do meu grupo da faculdade e a frase: “Olha até onde meus pés me levaram”

Fiquei arrasada. Estou imensamente feliz pela equipe, mas era pra eu estar naquelas fotos também. Um aperto no peito que me deu e está aqui até agora.

Eu fiz minha escolha, e as faço todos os dias, mas ver as pessoas que deixei pra trás há um tempo de beca e canudo na mão doeu bastante. A obesidade não me permitiu continuar os estudos. Eu sei que ser gordo não quer dizer limitado, existem pessoas obesas que são destaque em tudo que tocam, mas eu não conseguia ser assim, tranquei minha faculdade, preciso demais estudar, melhorar minhas condições no trabalho e tal, mas não deu pra levar em frente, ou era escola ou era a cirurgia, e lógico que fiquei com a segunda opção. O ambiente não era o mais motivador, e me sentia rejeitada por conta do meu peso. Odeio me sentir excluída. Já era a segunda faculdade que eu me matriculava e não conseguia concluir, meu peso não me deixava ir pra frente literalmente.

Mas essas escolhas que fiz ontem, teve seu peso agora. É difícil. Me senti frustrada e senti que estou andando pra trás. E desde que operei foi a primeira vez que senti pena de mim mesma.

Que Agosto venha para trazer novos ares, e como minha amiga Nina me falou no face, amanhã é outro dia.
Hoje mais do nunca eu desejei nunca ter sido gorda, eu seria tão mais feliz.


Beijos e vamos que vamos.




Quem sou eu

Minha foto

Sou Silvia, romântica de alma, sonhadora e agora em busca do renascimento, um corpo saudável. No dia 12/06/2013 me submeti a cirurgia bariátrica, fiz o Bypass Gastrico em Y de Roux por video pelo convênio Bradesco no Instituto Garrido, depois de muitos meses pensando, enfim decidi! Vou dividir com voces a jornada da cirurgia, principalmente a parte burocrática e adoraria fazer novas amizades! bem vindos no meu diário, ele está aberto.

Pesquisar este blog

Evolução mês a mês

  • 12/06/2015 66,5 kilos 2 anos
  • 12/05/2015 66,5 kilos
  • 12/04/2015 66 kilos
  • 12/03/2015 67,2 kilos
  • 12/02/2015 67,2 kilos
  • 12/01/2015 68,6 kilos
  • 12/12/2014 69,2 kilos
  • 12/11/2014 69,5 kilos
  • 12/10/2014 70 kilos
  • 12/09/2014 72 kilos
  • 12/08/2014 73 kilos
  • 12/07/2014 73 kilos
  • 12/06/2014 73,5 kilos - 1 ano
  • 12/05/2014 74 kilos
  • 12/04/2014 75 kilos - meta médica
  • 12/03/2014 80 kilos
  • 12/02/2014 83 kilos
  • 12/01/2014 85 kilos
  • 12/12/2013 90,7 kilos
  • 12/11/2013 94 kilos
  • 12/10/2013 100 kilos
  • 12/09/2013 105 kilos
  • 12/08/2013 111,5
  • 12/07/2013 118,5 kilos
  • 12/06/2013 Maior peso 138 Kilos dia da cirurgia

Siga- me por e-mail!

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.

Minha lista de blogs