Barrinha da evolução de Peso

7 de abril de 2014

Bom dia Flores!

Recebi um e-mail de um casulão lá de MG que está prestes a fazer a Bariátrica. Me disse que se identificou com minha história de vida, mas que custa a crer que a redução de estômago faça tão bem como eu escrevo, parece fake o que vivo hoje e me pediu pra fazer um post  sobre o lado B da Bariátrica, acho que ele quis dizer o lado ruim.

Sim, eu  faço apologia á cirurgia pra quem quer que seja, porque pra mim foi o que precisava para sair do Fundo do poço que me encontrava, a cirurgia bariátrica não é só flores, quem me acompanha sabe. Meus amigos de jornada, tudo o que escrevo são minhas experiências diárias, e serve pra mostrar como fica a vida depois da cirurgia. No começo minha adaptação foi muito difícil, mas depende do organismo de cada um. Tomo vitaminas diariamente,  faço tratamento psicológico semanal, tenho dumping (Se eu quiser, se não comer açúcar não tenho) e qual mulher fica feliz de ver seus cabelos caindo a olhos vistos e perdendo toda a beleza dos poucos fios? Nenhuma....
Tenho bastante flacidez.  Mas nada dessas intercorrências foram surpresas, quando operei sabia que tudo isso podia acontecer, mas ainda assim a proporção destes problemas é muito pequena comparado ao que eu sofria quando obesa mórbida, eu não vivia mais, era refém da comida e do meu peso. Por isso não creio que exista esse lado ruim pra expor. Não existe isso, não há possibilidade de arrependimento, hoje eu vivo!! Talvez eu mude de opinião daqui alguns anos, não sei, ainda estou em lua de mel com a cirurgia, mas só vejo coisas boas que ocultam esse pequeno lado ruim, por assim dizer.

Quanto a flacidez, acho que seria hipócrita da minha parte achar que emagreceria 63 quilos em 9 meses e o corpo ficar firme, não dá. Falando por mim, sou solteira e não tenho vida sexual, porém a flacidez do meu corpo não será um tabu, quando eu conhecer um rapaz e tiver intimidade suficiente para mostrar meu corpo, vou falar a real: Tenho uma doença crônica, a obesidade, fiz um tratamento cirúrgico radical há pouco tempo e meu corpo está super flácido por enquanto. Pronto, será simples assim, se não for do agrado da pessoa, ele estará livre e eu parto pra outra, não farei joguinhos ou meias palavras, é minha realidade, essa flacidez não me fará menos mulher do que sou, nem menos atraente. Não vou me preocupar com isso, depois de tudo o que passei e passo, isso é um assunto banal. Se incomoda? Muitooo, não gosto de ser assim, mas cada coisa no seu tempo. Quando eu tiver essa experiência volto para documentar sem dúvidas.

Pra mim o lado B da Bariátrica é esse:

A bariátrica me ajudou a emagrecer 63 kilos até agora;
A Bariátrica me ensinou que meu problema com a comida é emocional;
A Bariátrica me fez vestir o que gosto, não o que serve;
A Bariátrica faz eu me achar, toda hora no espelho;
A Bariátrica fez minha saúde e de minha família melhorar;
A Bariátrica me fez voltar a sonhar.

A Bariátrica me faz praticar o ato mais feminino que é cruzar as pernas:



A Bariátrica me faz ficar linda de unhas feitas que eu mesma faço de jeans e sentada no chão tranquilamente....quem já foi obeso sabe o valor que tem isso.



A bariátrica me faz tirar fotos depois das 00:00 para registrar uma noite pra lá de feliz que tive e postar nas redes sociais:




Essa é minha vida após a Bariátrica, e isto é o que posso dizer do lado B. Agora sou uma mulher despida de 63 kilos graças a Bariátrica!

Por isso, acredite, se agarre nessa chance de recomeçar, sonhe, reduza seu estômago renasça porque depois da cirurgia viver será bem melhor do que sonhar!

Beijos amigos e vamos que vamos!!!



15 comentários:

  1. Lindo seu post amiga, me emocionei,porque isso tudo que vc escreveu é fato!!, Eu digo que o pós cirurgia não é fácil, mas é muito mais difícil carregar todo o peso literalmente, e pior, junto com ele as comorbidades! Então por que se prender em pequenas coisas? Ah, e vc, está muito linda!! Beijos querida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu vc tem razão pra que nos prender em pequenas coisa qdo temos o mundo para explorar?! Beijos amiga!

      Excluir
  2. Oie Morenão! As pessoas ainda enxergam a bariátrica como tabu. Nao e fácil mesmo, mas acho que depende como a pessoa encara isso. E uma transformação de vida, de hábitos, e depende da pessoa colocar na balança e ver se os sacrifícios valem a pena para ter uma vida saudável. Com dedicação e empenho, vem as recompensas no final.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo...ai obrigada pelo morenão..kkkkk, essa transformação exige coragem mas vale a pena. Bjos

      Excluir
  3. Que lindo! Amei!! Mais incentivo!!! Obaaaa!!! Amo seus posts! Mil beijos lindona!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Carla pelo carinho de sempre! Bjos e logo mais borboleta!!!!

      Excluir
  4. Silvia muito massa seu texto e é bem tudo isso mesmo que você falou o lado B, mas é um lado que ninguém é pego de surpresa, pois somos bem orientados que tudo isso pode acontecer e com um acompanhamento piscologico bem feito antes, durante e depois tudo é possivel de se lhe dá. Parabéns amiga sempre arrasando! Beijos Ah... você a cada dia que passa fica mais linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Fran, vc bem sabe o que é travar essa luta, e nada foi ocultado né amiga, o jeito é encarar de frente e tentar ser feliz! Beijos.

      Excluir
  5. Disse tudo Sil!!!!
    A Bariátrica só te fez bem! Está linda e feliz!
    Adoro ver suas fotos com sorriso!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pel ocarinho Tati, realmente foi a melhor escolha da minha vida! Beijos

      Excluir
  6. não tem emoção que descreva todos esses sentimentos não é!!!! a felicidade e realização plena é que justifica todos os percalços por nós sofridos!!!! porque realmente devemos viver intensamente cada minuto dessa realização que vc descreve tão bem!!! parabéns pela coragem de se expor dessa maneira! bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Denise, não existe palavras que descrevam essa experiência e o que eu coloco no blog é somente o que consigo expressar, pq a intensidade é sem dúvidas, muito maior, é literalmente vida nova! Beijão.

      Excluir
  7. Ao citar : " cruzar as pernas"..... ou " fazer as próprias unhas sentada e ainda de jeans"... é o máximo!!! Quando se é obeso mórbido, conseguir realizar este tipo de coisa é impossível... O lado ' A' certamente supera o lado ' B ' da cirurgia.... Chegar aos dois dígitos " não tem preço"!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sem dúvidas, não em preço viver essas experiências! Vencer a obesidade é inexplicável. Bjos

      Excluir
  8. Me emocionei muito, esta linda demais!!

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto

Sou Silvia, romântica de alma, sonhadora e agora em busca do renascimento, um corpo saudável. No dia 12/06/2013 me submeti a cirurgia bariátrica, fiz o Bypass Gastrico em Y de Roux por video pelo convênio Bradesco no Instituto Garrido, depois de muitos meses pensando, enfim decidi! Vou dividir com voces a jornada da cirurgia, principalmente a parte burocrática e adoraria fazer novas amizades! bem vindos no meu diário, ele está aberto.

Pesquisar este blog

Evolução mês a mês

  • 12/06/2015 66,5 kilos 2 anos
  • 12/05/2015 66,5 kilos
  • 12/04/2015 66 kilos
  • 12/03/2015 67,2 kilos
  • 12/02/2015 67,2 kilos
  • 12/01/2015 68,6 kilos
  • 12/12/2014 69,2 kilos
  • 12/11/2014 69,5 kilos
  • 12/10/2014 70 kilos
  • 12/09/2014 72 kilos
  • 12/08/2014 73 kilos
  • 12/07/2014 73 kilos
  • 12/06/2014 73,5 kilos - 1 ano
  • 12/05/2014 74 kilos
  • 12/04/2014 75 kilos - meta médica
  • 12/03/2014 80 kilos
  • 12/02/2014 83 kilos
  • 12/01/2014 85 kilos
  • 12/12/2013 90,7 kilos
  • 12/11/2013 94 kilos
  • 12/10/2013 100 kilos
  • 12/09/2013 105 kilos
  • 12/08/2013 111,5
  • 12/07/2013 118,5 kilos
  • 12/06/2013 Maior peso 138 Kilos dia da cirurgia

Siga- me por e-mail!

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.

Minha lista de blogs