30 de abril de 2014

Bom dia Amores!

Esses últimos dias tenho sentido muito frio. É esquisito sentir frio.

Sempre senti muito calor e quando vestia um casaco podia ir verificar a previsão do tempo que estava geando...rsrsrs

Nunca comprei blusas grossas, casacos, cachecóis. Primeiro que nunca tive a necessidade e segundo que nada servia também.

Agora me vi nessa situação: Fico o dia todo gelada, estou passando frio todo dia, o tempo mudou um pouquinho e minha boca fica até roxa, passo o dia todo de blusa de lã, na hora do meu almoço absorvo qualquer solzinho que apareça, estou dormindo de meias, moletom e blusa...gente, que estranha novidade. Isso porque nem é inverno ainda.

Até os ossos doem kkkk e nem sei me agasalhar direito, todo dia de manhã visto 3 blusas: Uma de calor, uma fina de manga comprida e um casaco grosso, se der calor vou tirando, mas ultimamente não tido nada, vou comprar umas blusas este final de semana, não tenho blusas de frio. Fiquei radiante!

Sempre gostei do frio, mas ainda não me acostumei com ele nessa nova fase de vida, parece um pouco exagerado porque não vejo as pessoas ao meu lado com tanto frio como estou sentindo, me sinto mais bonita, agora dá pra usar acessórios legais, maquiagem mais forte, quem sabe arrisco vestir uma bota também.

Acho que é reflexo daquela capa de gordura protetora que não tenho mais, eliminar 63 quilos faz isso,  e assim percebo no meu físico o que esse peso fazia e faz com meu emocional, da mesma maneira que meu corpo sente o frio que antes a gordura protegia, meu emocional também sente falta de ter onde se confortar, se aquecer, se esconder.  Com calma e com ajuda da terapia a adaptação com o emagrecimento ficará completa, sonho com o dia que terei o equilíbrio total, estou lutando por isso.

Fora gordura! Um bom edredom me basta!





Beijos amigos e vamos que vamos.


28 de abril de 2014

Bom dia Amores!

Nos últimos dias a ansiedade tá me matando, por enquanto tudo sobre controle. Alguma menina além de mim, só pensa em comer no período menstrual??? Pra que isso minha gente, vou começar um tratamento
 com florais pra acalmar. Vou comprar e depois falo pra vocês se funcionou...

Final de semana passou voando, levei meu filho em uma festinha infantil, estou me socializando novamente e ainda pra aumentar minha tentação a dona da festa pediu pra eu cortar o bolo pra ela, aceitei né. O bolo era prestígio gente...não comi, resisti. Dessa vez não me fiz de rogada, as pessoas vieram com a mesma ladainha: “Voce não come nada mais? ” disse na lata: “Não, nada do que tem aqui eu como, obrigada! ” Pronto, a vida seguiu normalmente. Estou um pouco sem paciência de ficar dando explicações, depois de um tempo  da Bariátrica, vai dando tédio falar a mesma coisa sempre.

No Domingo á tarde fui para o cinema com 2 colegas do trabalho, faz parte do meu tratamento de compulsão e também adoro. Antes já avisei as meninas com muito bom humor que não estava afim de vê-las comendo MC Donalds, se elas fossem comer eu não ia fazer companhia, eu ia andar no shopping, comprar algo...elas não quiseram ir, ufa! Rsrsrs, então super tranquilo pra mim, levei um iogurte e uma pera na bolsa, sempre tenho lanchinhos na bolsa e água. Comi um pouco de pipoca (sem manteiga) e tomei 200 mls de suco diet.  Me diverti horrores sem precisar encher a pança de comida, por que não é sempre assim? 

Aliás, tem que ser assim pra sempre. Não posso deixar a comida fazer eu me esconder, quem manda no meu corpo sou eu! Lógico que tem dias que estamos fracas, furiosas, estressadas, mas dá pra superar.
Hoje foi dia de pesagem e não eliminei nenhum grama sequer, a balança emperrou outra vez, não posso usar o platô, não estou me exercitando, passo o dia todo sentada das 08:00 ás 22:00. Fiquei um pouco incomodada, é bom pra eu ver que ainda não estou pronta pra encarar a graduação, 2 meses de curso já me deixa louca, 4 anos de faculdade então...ainda não é a hora. Quero fazer academia!!!




Beijos amigos e boa semana pra todos.

26 de abril de 2014

Oi Amigos!

Hoje dia 26/04 completo 1 mês que fiz a cirurgia para retirar a vesícula. 1 longo mês se passou e estou começando outra vez com essa ansiedade que me atormenta, sabem aquela sensação que estou fazendo
 algo errado o tempo todo? Não gosto de ficar sem praticar atividades físicas, sinto como se fosse meu dever. E pensar que ainda falta mais um mês. Que saco. Tenho ânsia de alcançar meus objetivos o quanto antes, como se existisse algo bom pra acontecer e preciso estar em forma, hoje estou com a impressão que não estou lutando por mim. A ansiedade cada dia maior e o que um gordo faz quando está ansioso? Comida e comida lógico. Só penso em comer, que chato!

Quero logo voltar a dançar, chega dar um nó na garganta só de me imaginar estagnada outra vez, tenho asco da antiga Silvia amigos e esse tempo afastada de tudo que é novo pra mim me traz essa maldita sensação.

Não é a cabeça vazia não, minha rotina está bem cheia, saio do trabalho de segunda á sexta e vou direto pro curso que é das 18:00 ás 22:00 e no sábado também faço curso das 08:00 ás 12:00. Volto pra casa, limpo tudo, faço feira, mercado, açougue, brinco com meu filho, e já é essa hora...assisto alguma coisa na TV e acabou o dia. Vou pra terapia, médicos, acompanho minha mãe nos médicos dela, ajudo meu filho com suas atividades escolares. Na terapia só falo de comida e a terapeuta ja me mostrou que meus maiores problemas não é a comida como eu suponho. Minha vida está totalmente conturbada, mas por onde começar? Não sei...ela me orientou a tentar ter uma vida social que no meu caso não existe, acatei, faço tudo para ser uma pessoa melhor, chamei uns colegas do trabalho pra ir no cinema amanhã á tarde, vamos ver como me sinto. A culpa começa agora fico pensando em minha mãe e meu filho imaginando que estou deixando-os sozinhos pra me divertir. Estou sem vida própria, quando deixei isso acontecer?

Só não vou pra academia neste momento por que não tô afim de operar de hérnia...rsrsrs.

O que fazer quando a comida começa a aumentar o poder sobre voce? Qual o segredo dos magros? O que eles fazem quando estão em uma situação ruim? Porque eu só penso no que poderia comer pra passar a angústia...



Beijos amigos.

24 de abril de 2014

Boa tarde Amigos!

Eu to de cara com as polêmicas  dos grupos fechados do facebook de redução de estômago!


Tá...eu sei que isso é lavagem cerebral, mas eu também me divirto. Acompanho bem uns 20 grupos e ás vezes me racho de tanto rir, outras vezes me emociono com relatos e a força que nós temos para superar o vício na comida.

Tem uns grupos sérios que pegam firme na Reeducação alimentar, também participo de vários, de dietas Dukan que muito me aguça...vejo histórias surpreendentes.

De uns dias pra cá tenho visto muita mentira, mas a gente conhece bem, dá pra filtrar isso, tiro as informações boas, mas agora o pessoal tá severo, ríspido, ás vezes opinamos e somos escrachados, maltratados. Como por exemplo uma moça que disse que faria reparadoras nas coxas  por que queria um arco entre suas pernas rsrsrs, longe de mim desfazer dos sonhos de moça que era uma obesa mórbida, deixa ela sonhar, pra que isso minha gente? Quem quer ter um arco nas pernas? Kkk mas ok, cada um com seu sonho...não demorou nada e choveu xingamentos, pesquisas médicas, telefones de psiquiatras e tal. Imagino daqui a cara dessa mulher lendo aqueles inúmeros comentários assustadores.

No grupo sexualidade depois da Bariátrica rolou esses tempos o dia da bundinha...era foto o dia todo de bundas de tudo que é jeito, bunda magra, gorda, emagrecida, dura, caída...kkkk, ai uma mulher muito segura de si, postou a foto de sua bunda 50 quilos mais magra e tinha um monte de pelo encravado, vixxiii...imaginou a reação das pessoas? Foi bem pior do que isso. A coitada excluiu a foto. Pra que isso minha gente? Kkkkk, e o respeito onde ficou?

Estava eu conversando num grupo chamado “comidinhas bariátricas” e toda orgulhosa mostrei que peso as porções da minha comida, logo me assustei com os alertas no meu celular, olhei e os comentários eram do tipo mais carinhoso do mundo “que louca”, “Neurótica demais”, “minha irmã, seu emagrecimento não vai durar” “cabeça de gorda”....e o nível foi descendo... mas uma vez me pergunto: Pra que isso minha gente? 

 Lógico que eu ri, mas depois fiquei triste...meus amigos de grampo e jornada agourando meu peso! Kkkkk, temos que levar na esportiva, mas percebi que alguns bariátricos tem um humor meio instável né? Eu digo por mim, ora estou feliz da vida, ora estou numa depressão danada, por isso faço terapia, não acho justo atacar as pessoas, temos que respeitar, isso nos intimida, tenho colegas muito queridas que saíram do grupo por conta desse desrespeito. Ressalto que devemos procurar ajuda com profissional, mas é ótima essa troca de experiência, é importante ver a evolução das pessoas. Eu fico em todos os grupos adoro ver o bafafá.

Voces deviam dar pelo menos uma espiada no que rola por lá...garanto no mínimo umas boas risadas nesse mundo louco azul do facebook.

Há...falando em redes sociais, destravei meu blog e agora dá pra achar no google também..rsrsrs, estou ficando aassanhadinha..rsrs.

Quem quiser me adicionar no face fiquem á vontade, comigo é amizade pra valer, eu respeito a vez do colega...kkk


Beijos amigos e vamos que vamos!


23 de abril de 2014

Bom dia Borboletas e Borboletões!

Sempre me perguntam o que eu como e quanto. A redução de estômago cria essa dúvida, eu mesma antes de operar observava as pessoas no refeitório da empresa que eu sabia serem operadas...rsrsrs, então com maior carinho do mundo fotografei essa semaninha o que eu como para as pessoas terem idéia de como é.

Eu como 100 gramas por porção aos 10 meses de Gastro. Desde os 4 meses como essa quantidade, é só isso que cabe por enquanto, quando coloco mais do que isso sobra, não cabe.

Isso é bom? Não...não é bom. Segundo os médicos que me acompanham é pouco. Com esse tempo de operada era pra eu comer de 150 á 200 gramas de comida sendo a maior parte proteína animal. Mas pedem também que não force comida goela abaixo, fazendo exames direitinho e de conhecimento que minha passagem ficou muito estreita vamos levando. Não é padrão, uns comem mais outros menos. Eu gorda e neurótica acho máximo comer tão pouco! rsrsrs. Por isso é tão importante a equipe multidisciplinar para avaliar cada caso.

Eu como no pires ou pratinho de sobremesa e com talheres infantis, pelo menos em casa, na rua como no prato normal. Não é frescura tá gente, quem faz terapia por conta da compulsão alimentar sabe que é solicitado pelos profissionais para trabalhar a cabeça, para emagrecer a cabeça. Leva tempo, em casa tenho essa liberdade.

Mastigo devagar e mastigo bem, senão entalo. Já aprimorei essa arte, e só entalei uma vez porque não mastiguei direito e feito isso nunca mais repetirei kkk, porque é sinistro entalar e conhecer a famosa baba alien que ouvimos por ai...como não produzimos suco gástrico suficiente na pequena bolsa que serve de estômago que tem somente 4 cm imaginem a comida que entrou sair sem o jato desse suco gástrico hein? É sensação de morte...kkkk, por isso mastigo e ponto.

Não como bebendo, depois de operados ou come ou bebe.

Não sinto fome, só vontade de comer, o que é bem pior na minha opinião.

Eu como comida simples fácil, não tenho frescura, como igual todo mundo em casa, minha dieta é rica em carne vermelha, não como fritura nem carne gorda, conforme me orientaram começo pela carne e o espaço que sobra é os complementos, adoro batata que desce super bem. Não como nada com açúcar refinado porque dá dumping.


Meu café da manhã:

Sempre tomo leite com café ou chocolate diet, queijo branco ou polenguinho, batata doce:


Vitamina de banana com linhaça dourada e farelo de aveia e pedaço de pão francês sem miolo:


Pão de linhaça tostado com azeite:


Pão de macadâmia com peito de peru


Tapioca com peito de chester e requeijão:



Meus jantares em casa:

Purê de batata e cenoura, ovo de codorna, carne moída com abóbora e salada de tomate:


Batata smile e carne assada, salada de acelga e tomate:


Iscas de fígado, feijão, salada de alface, refogado de abóbora e chuchu:



Peito de frango assado, arroz, feijão, salada de alface:


Omelete com queijo branco, arroz, feijão, couve e alface:



 Coxa de frango cozida, feijão, batata, macarrão alho e óleo, alface:



Carne assada, arroz, repolho refogado:



Também faço lanchinhos deliciosos...

Mamão com fibra e linhaça dourada:



Biscoito de polvilho e amido, sem glúten...rsrsrs:


Caqui...sem dumping!


Suco de maracujá bem geladinho:


É...eu ainda como gelatina, não peguei trauma da dieta líquida não... sempre como a noite:



Torta de atum, queijo, farelo de aveia e trigo branco:



E no dia 11 de Abril foi níver da minha mãezinha, e comprei um pedaço de bolo na Sodiê Doces pra cada um. O meu foi esse:

50 gramas de bolo diet de damasco e nozes com 138 calorias, podem comer lá que é garantido, não deu nenhum calorzinho, uma maravilha, realmente zero açúcar!



Viram como eu me alimento bem?  Tudo montado e aprovado pela minha nutricionista e ainda tem mais coisas no cardápio mais não dá tempo de preparar ás vezes, ótimas opções para variar o menu. Comida simples. Mastigo o dia todo, como de 2 em 2 horas. Engana-se quem pensa que a Bariátrica nos faz passar fome, agora eu como de verdade, como bem, fico satisfeita. E ainda me sobra tempo pra sentir vontade, é mole? kkk

Reeducação alimentar é assim, prato vazio é OUT. Para emagrecer de verdade tem que comer! Custou mais estou aprendendo...rsrsrs

Beijos amigos e vamos que vamos.


22 de abril de 2014

Boa tarde!

As vezes fico tão focada nos números - Pressão Arterial, colesterol, glicemia, manequim, peso corporal, peso do prato – que esqueço de observar meu corpo. As mudanças não estão somente nos números, mas no formato que o corpo vai adquirindo e o modo como enxergamos isso também.

Ontem depois do banho fiquei olhando meus novos furinhos da cirurgia da vesícula...murchei a barriga e vi
minha costela! Ai percebi como meus dedos estão mais finos e agora as veias saltam, que acho lindo, meu pé também, está tão mais fino....consigo ver sem tocar a pá das minhas costas, tenho saboneteiras...vejo meus cotovelos, tenho joelhos!! Consigo abarcar meu próprio pulso. Sinto o osso da bacia e até já bati e doeu!! Hahaha, que delícia de descoberta!

Sim, eu tenho vértebras! Fiquei emocionada. Voces conseguem imaginar meus amigos como é se sentir uma pessoa normal, saudável ? A gordura não me deforma mais. Ainda sou roliça mas sentir  meu corpo é algo mágico, fiquei tão impressionada e me achei tão magra, tão bem, ontem me achei linda. Gostei do que vi no espelho.

Hoje coloquei um pulseirinha delicada pra vir trabalhar, toda hora olho pra meu ossinho redondinho do pulso enquanto digito, por que agora serve qualquer pulseira. Que charmoso...estou me namorando rsrsrs

São momentos assim que sinto como está valendo a pena todo meu esforço, de verdade não é só estética, isso conta muito eu sei. Mas se sentir bem, feliz, segura, isso não tem preço. Há muitos anos não me sentia tão viva, tão bonita.


Beijos amigos e uma semana abençoada pra todos!





20 de abril de 2014

Boa noite Amigos!

Feliz Páscoa para todos, que a Ressurreição de Cristo esteja sempre presente nos seus corações!!! Essa é a nossa chance de recomeçar, pensar no que podemos fazer para sempre melhorar como seres humanos.

Nessa linha de pensamento positivo, não se empanturrem de chocolate, porque o ano continua aí e nossas conquistas contam com hoje principalmente. Nada de garfada compulsiva e só por hoje me mantive no controle mais uma vez.

E hoje eu comi 20 gramas de chocolate 70% cacau que contém 107 calorias. Enquanto escrevo essas linhas agora degusto o último pedacinho com muito prazer e sem a consciência pesada porque estou no controle da situação fazendo sempre as melhores escolhas.

O chocolate amargo é bom para o funcionamento do coração, diminui o colesterol ruim, diminui TPM (Eu hoje) e ainda é bom para a libido...uia....rsrsrs, e o melhor: Nadinha de Dumping, sinal que os açúcares de 20 gramas é completamente tolerável para meu novo organismo. Mas sempre consultem sua nutricionista tá. A minha disse que é bem melhor comer o amargo do que o diet, por causa das gorduras, mas até 30 gramas pode sim comer. Minha nutri do Instituto Garrido é maravilhosa e super atenciosa, meu cardápio feito todinho pra mim, me sinto bem segura.


Sabem que ainda não tinha comido chocolate por causa da minha compulsão, e antes eu odiava chocolate meio amargo, era pior que veneno, quem dirá 70% cacau! Agora comi e achei super docinho, e a textura magnífica. Meu paladar mudou completamente depois da Bariátrica - para melhor- claro.


Beijos amigos e vamos que vamos.



19 de abril de 2014
Boa tarde Amigos!

Feriadão tudo de bom, ficarei em casa todos os dias. Pensei em levar meu filhote pra passear, mas as conduções estão terríveis, quase 2 horas no ponto de ônibus, desisti. E estou em uma situação que não aguento ver uma loja que quero entrar...ai senhor toma conta! rsrsrs

Ontem fiquei de jejum até o almoço da Sexta- Feira Santa que foi esse:


92 gramas de arroz branco + bacalhau no molho

Sobremesa:

Grego delicioso sem açúcar e 49 calorias.....

Resultado: Piriri danado...kkkk, sei lá gente, nem abusei de nada e não sai do banheiro, por isso não me aventuro nas comidas....mas fiquei feliz porque pra quem passava 7 dias sem ir no banheiro e agora de vez em quando dá um piriri é até bom kkk, nem estou tomando mais aquela fibra solúvel.

Hoje fiquei até mais tarde na cama, porém a noitinha vou dar aquela caminhada, me comprometi a andar 2 horas, ainda estou de resguardo não estou malhando, mas andar tá liberado.  Nada de malhar o Judas, hoje eu vou é queimar gorduras!!!


Beijos e vamos que vamos!




17 de abril de 2014

Boa tarde meus Amigos!

A Páscoa chegando, é tempo de repensar nossas ações e celebrar o amor de Cristo em nossos corações. Além disso, a época é de tentação...andando nos supermercados, lojas, nos deparamos com essa situação:


As gôndolas lindas, decoradas, coloridas, cheias de chocolates, aquela luz brilhante piscando, nos atraindo igual um peixe para o anzol. Pra mim que tenho compulsão e estou em tratamento é uma coisa que balança. 

O emocional pega pesado, porque gostava de comer muito açúcar. Quando digo muito é muito mesmo. Em outra épocas já teria comido uns 3 ovos inteiros sem exageros, fora as caixinhas inocentes de BIS e caixas de Bombom e agora nadinha de nada! É puro comércio e estou evitando ir nesses lugares por me deixar deprimida, não devia, mas deixa. Ainda nem comprei um peixe que é tradição em casa. Amo essa minha nova fase de vida, mas é aquele negócio...apagar antigos hábitos é difícil e demanda um tempo, estou com paciência, não estou me cobrando mais do que devo. Eu acho.

Estou forte como um touro bravo, não vou sucumbir, nem me entregar á luxúria de comer doce, nem posso....rsrsrs santo Dumping!

Amigos, não coloquem a perder todo o esforço em busca de um corpo saudável por causa de uma data, celebrem com a família, com uma oração e comam com cautela e moderação. 


Não caiam na belezura dessa fofurinha, porque ele mesmo só come cenouras, viu!

E se isso não adiantar, tentem imaginar a diva Beyonce comendo um ovo inteirinho....lógico que ela não come...então porque eu comeria?



Quer saber de uma coisa? Não vou ficar á mercê da comida em datas comemorativas, nada de enheim hein inheim agora é vida nova, logo mais saindo do trabalho vou ao supermercado comprar um belo pedaço de bacalhau pra comer com minha família!

Na próxima Páscoa, estarei uma bela coelhinha...rsrsrs



Beijos amigos e vamos que vamos!


16 de abril de 2014

Bom dia Amigos,

Agora que meu manequim passou a ser o tão sonhado 42 ou 44 ainda não está certinho não sei direito como me vestir. Não estou ainda renovando o guarda roupas, mas depois de emagrecer 63 quilos cheguei naquele momento que não fica nada bem reformar mais as antigas roupas tudo ficou muito grande e as reformadas começaram a cair, ufa! rsrsrs.

Ainda quero emagrecer mais, quero chegar no manequim 40 para estabilizar o peso, por isso não compro muita coisa por enquanto, vou adaptando uma peça ou outra, blusa uso folgada mesmo, dá até pra colocar um cinto pra marcar a cintura, jeans estou só com 3, é muito pouco. Agora o tempo frio que adoro, acho que ficamos bem lindas no frio!

Entrei na Riachuelo e tudo o que eu quisesse era só levar. Fiquei mais tonta que barata quando leva uma chinelada, o bom senso some nessa hora, como tudo o que eu quiser me serve, acho tudo bonito kkkk, mas não tenho um estilo pra me vestir, estou desorientada.

Na época do meu menor peso eu era uma adolescente, não estava com a personalidade pronta. Depois foram 10 anos na obesidade mórbida e eu me acostumei a vestir somente o que cabia, e agora não sei mais o que gosto. Estou reparando na forma que as mulheres da minha idade se vestem, mas não sei nem por onde começar, estou louca pra sair a noite, mas quero ir bem bonita, ficou difícil comprar algo assim, sem nenhuma referência.

Gostaria de ser elegante sem ser rígida, moderna sem ser muito descolada, antenada e contemporânea. To precisando de umas dicas, perceberam né. kkkk

Não quero ser básica mais, aquela coisa tradicional...chega disso, agora sou outra mulher.

Cismei com uma bota de cano alto e salto...nem sei se gosto, quero só porque não podia usar, acredito que faz parte do processo de emagrecimento esse comportamento, não sei, meu emocional não é confiável.

Quero trocar meu óculos de grau para um super moderno, mas nem sei qual, vou esperar minha irmã Nina que mora no Sul vir pra SP e me ajudar, porque ela é muito estilosa.

Mais uma coisa digo: Como é bom olhar as araras de roupas de tudo que é jeito e todas caírem muito bem no corpo, nossa que sensação de poder! Entrar em um jeans 42? É inexplicável.

Quando eu chegar no manequim 40 vou reformar todo meu guarda roupa, quero tudo, tudo novo, vou estourar o cartão, crediário, o que for. Vou considerar como uma página virada.




Beijos e vamos que vamos!



15 de abril de 2014

Boa tarde Amigos.

Estou em busca da aceitação da minha imagem após o emagrecimento, a cabeça não quer aceitar de maneira nenhuma e segundo a psicodramática...rsrs ter alguma musa inspiradora (dentro da realidade) ajuda nesse processo de aceitação do meu novo corpo. Não me perguntem como. Acho que ver as medidas, a forma de interagir, que vamos montando aquele quebra cabeça dentro de nós mesmos, sabem? Não querer imitar ou ser igual a tal pessoa, é criar um padrão somente.

Nunca tinha pensado nisso, admiro muitas celebridades pelos seus belos corpos, mas geralmente os masculinos hahaha.

A atriz Juliana Paes me chama atenção, nem só pelo corpo lindo, mas pelo seu talento e história de vida. Típica Brasileira que veio de família humilde e foi ganhando espaço aos poucos na TV, virou destaque e hoje tem uma carreira consolidada. Não fez plásticas, não tem silicone, malha pra caramba porque tem tendencia e engordar, é linda, mãe de 2 meninos que amamentou em livre demanda, não fuma e seus cabelos são um charme também. Deve ter defeitos como qualquer um, mas suas qualidades até o momento se sobressaem, é uma pessoa para me inspirar, sem dúvidas.

Então a escolhi como minha musa inspiradora:



Suas medidas também são bem brasileiras.....

170 de altura
59 quilos
86 de busto
70 de cintura
100 de quadril

Pelos menos algo em comum...a altura! kkkkkk

E voce, quem te inspira?


Beijos e vamos que vamos!


13 de abril de 2014

Boa noite Amigos!

Hoje fiz as montagens do Antes e Depois de 10 meses. É a parte que mais gosto, porque assim consigo ver a evolução e sinto como estou vencendo a obesidade.

10 meses de dedicação
10 meses de esforço e superação
10 meses de vida nova!!

O balanço até agora:

De 138 Para 75 Kilos
Manequim de 54 Para 42/44

63 kilos off, meta médica alcançada e agora rumo á meta pessoal.


Eu Antes e Depois de 10 meses:


   







Espero que minhas fotos motivem quem acha que não vai conseguir. Eu te digo: Voce vai vencer também, vamos juntos eu te ajudo e voce me ajuda, tente sozinho, tente com médicos, tente com a Bariátrica. Não desista de sonhar, nunca desista de VOCE! Sim é possível, vamos nos machucar, tropeçar a até cair, mas vamos levantar!


Beijos e vamos que vamos.


12 de abril de 2014

Boa Noite

Meus amigos, hoje completo 10 meses de Gastroplastia. Hoje sou uma mulher bem mais feliz do que 10 anos atrás. Tenho qualidade de vida, saúde e um corpo muito mais magro. Tenho meus fantasmas que luto diariamente e minha força minha coragem vem dos inúmeros grampos que está dentro do meu estômago.

Este mês emagreci 5 quilos totalizando 63 quilos off. Estou deslumbrada pelo fato de ter atingido minha meta médica agora no finalzinho dos 9 meses, ainda nem acredito. Já emagreci mais do que os 40% que a cirurgia oferece, mas para a ciência ainda não sou um caso de sucesso. Pra isso acontecer preciso estabilizar o peso por 5 anos com um aumento no máximo de 10% do total eliminado, somente após esse período entrarei nas estatísticas de um caso bem sucedido do Bypass. Então minha luta agora é a tingir minha meta pessoal e me manter magra, esse será meu próximo desafio.

Como 100 gramas por vez, sei por que peso minhas porções, a balança tem me ajudado muito, sofro com problemas emocionais e cada dia que passava eu imagina que estava comendo mais, teve dias de eu comer somente 50 gramas e achar muito. Agora como 100 gramas e ainda acho muita coisa olhando o prato, e como assim mesmo, é o que a balança mostra, eu como e pronto. Tenho essa tendência, essa neurose e me forço a melhorar, atualmente meus maiores problemas são emocionais, eu inocente achava que depois da cirurgia meu maior problema seria comer pouco....só me preocupava com isso, o que não poderia comer, sentir vontade ou fome e me desesperar, mas na realidade o vício na comida é o mais difícil, mas não desisto, a terapia é  minha aliada nessa guerra.

Agora consigo comer uma maior quantidade de carne, acho que metade da palma da mão, como de 2 em 2 horas, frutas, leite, iogurte, queijos, pão integral e branco, sucos, praticamente de tudo exceto bebidas com gás, álcool , açúcar e gordura. Passo praticamente o dia todo mastigando, fico saciada muito rápido é tão bom, a melhor parte que eu acho da redução é essa, comer pouquinho e ficar bem.

Ainda tomo água de goles, o gole aumentou um pouco, dá pra dar uma goladona sem desconforto.

Hoje tenho hábitos saudáveis, devo isso a Gastro, eu analiso se vale a pena comer tal coisa, procuro as melhores escolhas e me sinto feliz por me cuidar dessa maneira.

Meu cabelo diminuiu um pouco a queda, uma boa melhora.

As atividades físicas já fazem parte da minha vida, percebi agora que estou afastada. Durante esse mês me submeti a cirurgia pra retirar a vesícula e arrumar a posição do intestino, foi simples e tirou todo meu desconforto, isso pode acontecer com qualquer operado.

Estou bem adaptada nessa condição de operada, não tenho entalos, vômitos, aprendi a mastigar direito, dumping só se comer açúcar mesmo, então não tenho. Não me aventuro muito com comida, sigo um cardápio,embora esteja liberada da dieta branda, ainda não consigo comer sozinha e a nutri me ajuda sem problema nenhum.

Agora consegui entrar novamente em uma sala de aula, 2 cursos de uma vez!

Ainda tenho vontades e sinto falta do prazer que comer exageradamente me causava, ás vezes ainda sinto aquele vazio, aquela vontade de comer, ainda consigo sentir como era bom, mas sempre penso em como eu era infeliz, penso nestes momentos de prazer que eram rápidos e lembro da frustração, do sofrimento que este prazer causava e ai volto pra minha realidade e esqueço.

Vivo matando um leão por dia, só tenho medo dessa minha força acabar.

10 meses de vida nova e agora só penso como foi sábia minha decisão, hoje sinto que consegui virar a mesa a meu favor, hoje me sinto no poder sobre minha vida. Amigos, não deixo a obesidade me vencer nunca mais, nunca!



Depois coloco fotinhas antes e depois que adoro!


Beijos e vamos que vamos.


10 de abril de 2014

Boa Noite meus amigos!

Vim dividir mais uma etapa vencida após a Bariátrica com voces. Alcancei a meta médica de peso que é 75 quilos. 
Pois é, cheguei lá, a ciência cumpriu o que prometeu. Lá no começo quando o cirurgião me explicou tudo sobre a cirurgia e me disse que provavelmente eu pesaria de 75 á 79 quilos dentro de 2 anos eu ri. Era uma coisa distante demais pra eu imaginar, e no entanto 9 meses depois estou 63 quilos mais leve. 63 quilos de gordura é muita coisa, é a quantidade de peso de uma girafa recém nascida. Eis que coincidentemente virei uma borboleta em 9 meses, assim como uma gestação.

Confesso que não consigo expressar em palavras o que estou sentindo, me sinto levemente realizada e confusa. Embora eu ainda quero emagrecer mais, continuo com a meta de pesar 65 quilos- tenho esse sonho- estou colhendo o que plantei com tanto amor, foram meses de choro, de desespero, de vômitos (vomitar depois da gastro é pedir pra nascer de novo), de medo, eu lutei e luto por essa conquista. Tirei forças de onde nem imaginava existir. 


Já tem alguns dias que vi minha balança marcar esse peso que estou hoje. Sinceramente não acreditei. Ensaiei escrever este post 3 vezes e desisti, tirei fotos e apaguei, me pesava novamente e até suspeitei que a balança estivesse quebrada. Como se fosse mentira o que estou finalmente vivendo, uma farsa e alguém ia me entregar pra mim mesma, me dá medo de pensar que isso é um sonho e eu posso acordar, ainda sinto o gosto amargo na boca da dor que foi emagrecer cada um desses 63 quilos. Lutar contra o vício na comida é triste e um fardo pesado de carregar.  Custei a crer que mereço pesar tão pouco depois de sobreviver anos carregando 138 quilos no corpo, eu estava trancafiada dentro do meu próprio corpo, porém essa liberdade me assusta. Me sinto nua na frente das pessoas o tempo todo. 

Não entendo ainda por que me sinto assim, como se tivesse cometido um crime. Era tudo o que sonhei e almejei, foi minha meta de vida e agora não sei direito o que fazer, estou perdida e desorientada. Decidi postar sobre isso depois de uma conversa com minha querida irmã. Ela dividiu comigo seus fantasmas e vi que não estou sozinha nessa, todo mundo precisa se superar de alguma maneira e a mente  precisa ser trabalhada. Estou radiante de felicidade, orgulhosa de não ter desistido de mim, mas não consigo demonstrar isso. 

Essa conquista não pode passar em branco, uma vitória que é para ser vivida, experimentada dia a dia, ás vezes tenho vontade de gritar para o mundo ouvir: " vai lá, tenta voce consegue!" e outrora não quero que ninguém saiba o que estou passando. É um misto de sentimentos, felicidade e angústia.

Obrigada meus amigos pela força de sempre, graças também á voces, cheguei até aqui. Estou começando a fazer as pazes com a balança. Ufa!

Agora rumo aos 65 quilos \o/ uuuhhullll


Beijos e vamos que vamos!



8 de abril de 2014

Boa tarde Amigos!

Me peguei fazendo uma coisa ridícula. Ofereci comida para meu filho ficar quieto. Estava no telefone conversando com uma amiga e o Alisson queria minha atenção de qualquer maneira.  Peguei um iogurte e
dei na mão dele dizendo “ Senta lá come e fica quieto” Ele foi prontamente.

Me toquei do que fiz e me arrependi.  Comecei a voltar no tempo e percebi o quão errada estou. Nossa rotina juntos sempre o ameaço assim “Se não se comportar, não vai tomar suco”, “Se ficar fazendo pirraça no domingo não toma sorvete”, gente que forma mais terrível de se educar.  Ele gosta de ser compensado com comida igual um cachorrinho e meu cérebro gordo achando tudo normal... Mesmo com toda a lavagem cerebral que faço diariamente em mim para não deixar a comida me vencer, estava transferindo minha doença maldita para meu pupilo.

Parei já com isso, não se faz uma coisa dessas, logo mais ele vai achar que a comida é um merecimento, uma porta para a compulsão alimentar.  Às vezes me desespero, porque busco tanto uma melhora da minha relação com a comida e não percebo que ajo ao contrário com meu próprio filho. Pedi perdão á ele que não entendeu nada, mas me desculpou e pedi perdão á Deus e sabedoria para viver com essa guerra terrível que a obesidade nos impõe. Basta minha genética que dá a ele grandes chances de ser obeso, chega né.

Na minha casa, qdo vamos ter visita rola aquela comilança, como se a comida fosse nossa demonstração de carinho. Sempre me tratei assim, se estava triste comia, se estava feliz comia mais ainda, se estava ociosa comia, a comida era a válvula de escape para todas as situações, como se fosse aquela mão amiga a me acolher e orientar, cada garfada compulsiva era o aconchego, um conselho, uma saída. E depois vinha a culpa, o arrependimento a sensação de derrota, fracasso total e pra afastar essa sensação comia ainda mais, e ai aquela bola de neve a dependência que chegava a doer de tão necessária.

Imagina a cabeça como fica na abstinência brusca depois da Bariátrica, e ai, qual meu escape? Nenhum escape, senta e se conforma que não pode comer, é duro.

Talvez o que o Alisson quer é só um abraço, um olhar terno de mãe ausente mesmo, e eu fazendo essa barbárie com ele, espero que eu tenha descoberto isso á tempo de consertar.

Ai gente, como é difícil.

A comida não é carinho, acorda Silvia.




Beijos amigos.


Quem sou eu

Minha foto

Sou Silvia, romântica de alma, sonhadora e agora em busca do renascimento, um corpo saudável. No dia 12/06/2013 me submeti a cirurgia bariátrica, fiz o Bypass Gastrico em Y de Roux por video pelo convênio Bradesco no Instituto Garrido, depois de muitos meses pensando, enfim decidi! Vou dividir com voces a jornada da cirurgia, principalmente a parte burocrática e adoraria fazer novas amizades! bem vindos no meu diário, ele está aberto.

Pesquisar este blog

Evolução mês a mês

  • 12/06/2015 66,5 kilos 2 anos
  • 12/05/2015 66,5 kilos
  • 12/04/2015 66 kilos
  • 12/03/2015 67,2 kilos
  • 12/02/2015 67,2 kilos
  • 12/01/2015 68,6 kilos
  • 12/12/2014 69,2 kilos
  • 12/11/2014 69,5 kilos
  • 12/10/2014 70 kilos
  • 12/09/2014 72 kilos
  • 12/08/2014 73 kilos
  • 12/07/2014 73 kilos
  • 12/06/2014 73,5 kilos - 1 ano
  • 12/05/2014 74 kilos
  • 12/04/2014 75 kilos - meta médica
  • 12/03/2014 80 kilos
  • 12/02/2014 83 kilos
  • 12/01/2014 85 kilos
  • 12/12/2013 90,7 kilos
  • 12/11/2013 94 kilos
  • 12/10/2013 100 kilos
  • 12/09/2013 105 kilos
  • 12/08/2013 111,5
  • 12/07/2013 118,5 kilos
  • 12/06/2013 Maior peso 138 Kilos dia da cirurgia

Siga- me por e-mail!

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.

Minha lista de blogs