31 de dezembro de 2013
Amigos!

2013 está acabando e junto com ele deixei as tristezas, angústias, medos. Este ano marcou minha vida pra sempre, foi ano das mudanças, da coragem, da transformação. Estou deixando pra trás 51 quilos também, uma boa idéia...rsrs.

Nunca me esquecerei de 2013 que foi onde tudo começou, 22 de Janeiro de 2013 minha primeira consulta com um cirurgião para começar a entender o que era a Gastroplastia e 6 meses depois no dia 12 de Junho de 2013, comecei a viver novamente. Virei a borboleta bariátrica.

Que 2014 eu torne realidade todos meus sonhos.

Agradeço á voces pela amizade durante este ano, obrigada por ouvirem minhas ladainhas, rs, obrigada por vibrarem comigo cada conquista, cada vitória, pela força em cada momento ruim que eu passei nessa nova fase da minha vida. Minha amizade com vocês também é sincera.

Desejo um feliz ano novo. Que 2014 seja de muita saúde, paz, felicidades, conquistas, desejo para vocês muitos quilos off na balança, muita prosperidade, tudo o que há de melhor neste mundo!!!

Ano que vem estarei aqui coladinha com vocês também, pois esse é o ultimo post de 2013, mas as novidades vão continuar né? Mesmo depois que eu atingir minha meta pessoal, jamais deixarei de escrever aqui, é muito importante.

Comemorem, se divirtam muito, comam com moderação, e amanhã vamos fazer exercícios novamente e com mais determinação, 2014 projeto feliz com a balança!




Beijos e vamos que vamos, a luta continua.




29 de dezembro de 2013
Boa tarde Amigos.

Os ensaios fotográficos de mulheres guerreiras como a gente me comovem demais. Em Setembro eu postei parte de um ensaio da fotógrafa Jean Davis, muito inspirador quem quiser verificar é só clicar aqui.

Hoje vou colocar partes de um ensaio da artista Julia Kozerski, de 29 anos.
Ela fotografou sua perda de 73 quilos durante 1 ano somente com exercícios e reeducação alimentar. Tudo começou quando ela se casou e se enxergou obesa no vestido de noiva. Foi tirando fotos durante o emagrecimento para documentar, depois surgiu a ideia de montar um site para contar sua experiência dramática. Seu maior objetivo era conquistar um corpo de modelo, mas depois de todo o esforço, e acumular estrias, flacidez excessiva, viu que só poderia ser ela mesma,se amar acima de tudo e jamais se comparar.

Ainda bem que existem pessoas corajosas assim, que nos mostram a realidade, a obesidade deforma nosso corpo mesmo quando emagrecemos, as marcas serão eternas. Me emociono com relatos assim, porque vivo hoje na pele o que ser gorda significa para o corpo e para a mente. 

Olhem algumas fotos, fiquei reflexiva. Como essa doença dói.



















Agradeço pela bravura de mostrar o quanto é difícil lutar com a obesidade.

Este é link do site dela com bastante coisa interessante: http://juliakozerski.com/half

Beijos e vamos que vamos, nunca estamos sozinhos nessa!




28 de dezembro de 2013
Boa tarde galerinha!
 
A minha nutri orientou comer todo dia 1 colher de sopa bem cheia de aveia e linhaça trituradinha, pra regular meu intestino preguiçoso e dar um up na disposição, pode ser no iogurte ou fruta.  Fui no supermercado e olhei a quantidade de calorias da aveia em flocos da marca Quaker  e levei um susto:  1 colher tem 76 calorias. Não comprei a aveia, achei muito calórica. O transtorno alimentar e a compulsão me amolam o tempo todo e tenho muitas dificuldades em lidar com a alimentação depois da bariátrica que trato com ajuda médica.
Estou contando isso porque acho que pode ter pessoas passando por isso também, não sou nenhuma coitadinha não gente, eu mesma me desiquilibrei e agora corro atrás do prejuízo.
Mas o fato principal é que eu fui embora do supermercado pensando em tudo o que ouço na terapia e consegui sozinha perceber, que agora não faço contagem de calorias, pontos, o que for. Não é mais dieta,  é reeducação alimentar. Minha psicóloga diz que nem é reeducação o que eu faço, é EDUCAÇÃO mesmo, porque sempre comi errado e estou aprendendo agora como é se alimentar de verdade, tenho que parar de somar calorias, é lógico que tem o bom senso né, se eu posso comer requeijão light sem gorduras e com sal reduzido, vou optar por ele, mas tem as calorias do bem, a castanha e a aveia são exemplos disso. Não posso deixar de comer, isso é um tipo inconsciente de punição. Pensei, pensei e voltei ao supermercado e comprei a aveia,  senti que posso ter uma vida normal sim, pode ser mais difícil, mas não é impossível.  Piquei um pedaço de papaya  e coloquei  a aveia por cima, não foi uma colher cheia, mas comi sem o sentimento de culpa, isso foi o mais importante, estou vencendo amigos, isso não tem preço! A Gastroplastia está mudando minha vida mesmo.


Oha ai meu mamão com aveia, assim que tem que ser: Comer bem, comer saudável!



Vamos que vamos em busca dos nossos sonhos, 2014 vem com tudo!

Beijos

 
26 de dezembro de 2013
Boa noite Amigos!

Me pesei. Emagreci 50 quilos, é oficial. CINQUENTA quilos. Me desculpem, tenho que escrever de novo, 50 quilos eliminei da minha vida. Puxa que sensação maravilhosa, não dá para descrever o que sinto, fiquei estática. Estou me sentindo estranhamente leve...faltam 12 quilos para a meta médica e 23 para minha meta pessoal, o caminho é longo, é eterno. Postei no face uma foto minha, eu tinha que registrar, documentar isso.

Exatamente 6 meses e 14 dias que fiz o Bypass, porque não fiz isso antes???

Sei lá, não consigo pensar em nada agora, só penso no tempo que não posso mais perder, a felicidade começa hoje, aliás, começou desde que acordei da anestesia e renasci.

Estou feliz pra caramba, chorei. Nem acredito que mereço me sentir bem todo dia, me esforço bastante para ter ótimos resultados.

Um saco de cimento. Eu não aguento levantar um saco de cimento, como eu andava 24 horas com
todo esse peso no corpo?

Hoje me deu vontade de comer chocolate, não comi, nem diet. Estou rígida comigo, não posso afrouxar os reios, sou complexada, paranóica e tenho medo de botar tudo a perder, há e tenho dumping também. Fui na Nutricionista semana passada e ela disse que posso experimentar uma sobremesa nas festas de fim de ano, um pouquinho, saber como anda meu paladar, porque como as mesmas coisas todos os dias, aff...nem eu me aguento ás vezes, não vario minha rotina alimentar, minha psico reprova isso em mim. Tá na hora de trocar a dieta, volto em Janeiro outra vez para contar a experiência. Não sei comer sozinha, se ela colocasse uma fatia de bolo no cardápio eu comeria, mas sozinha não consigo, loucura eu sei.

Fiz uma montagem, assim consigo ver a diferença, olhem ai, sei que vocês também gostam, eu adoro um antes e depois rsrsrs









Estou assim, rindo á toa.

Obrigada amigos pelo carinho, divido com vocês meus momentos bons e ruins, na amizade tudo faz parte né?!


Beijos e vamos que vamos.
24 de dezembro de 2013
Amigos,

Disciplinada que sou, já fiz a ceia....rsrs, primeiro porque minha mãe não tem o costume de comemorar o Natal e não come tarde e segundo porque sou uma menina Gastro e não me dou o luxo de jantar meia- noite, acho que faria mal, qualquer coisa hoje em dia me faz mal e não quero arriscar.

Este é meu primeiro Natal depois de operada e estou muito feliz por ter chegado aos 6 meses de vida nova e melhor ainda, pesando menos que 90 kilos. Hoje principalmente acordei me sentindo uma vitoriosa, no trabalho teve aquele famoso café da manhã, eu como sempre participei e levei uma torta deliciosa para o pessoal e vê-los comer não significou nadinha, não me importei, que sensação ótima, tomei meu café como de costume, comi meu pão integral, tomei meu leite que levo na garrafa térmica, simples assim, estou me acostumando a conviver nos ambientes com comilança, porque sempre será assim, eu mudei minha condição, os outros não. É difícil no começo, mas graças á muita terapia estou mais que equilibrada, no lado da minha mesa senta uma colega que come o dia todo, antes eu ficava o tempo todo em alerta, minha boca até salivada, hoje não, é normal, isso é ótimo né? E quando eu lembro que comprei um jeans skinny cintura baixa hahahaa, não há vontade que resista!

Fizemos uma comidinha leve, todos comeram o mesmo, não faço nada separado mais, tudo aqui em casa é sal reduzido e o mais light possível. Ninguém toma refrigerante, eu tenho muito apoio aqui em casa, minha mãe me dá a maior força.

Continuo comendo no pires e com talher infantil, assim consigo controlar mais, não tem problema nenhum, é bom porque o prato parece bem cheio, não me sinto diferente, me sinto orgulhosa de comer pouquinho...rsrs

 Olha meu pratinho de Natal:

Comi chester bem assadinho sem pele, me permiti comer 1 colher de farofa de carne seca feita com azeite extra virgem, 1 azeitona, tomate, vagem e cebola:


Tudo desceu muito bem mastigadinho, estou ótima e parece que comi muito, fico bem cheia com este tantinho...ainda não como 150 gramas, a nutri disse que assim tá bom, que um dia chegarei á 200 gramas de comida e será meu limite pra sempre, ai que felicidade! Que eu continue assim por longos anos....rsrsrs

Então é isso...desejo força paras as meninas que estão na dieta líquida, Kati, Iza, Torradinhas, me desculpe se esqueci alguém. Força meninas, em 2014 o Natal de vocês será ainda mais maravilhoso e com muitos quilos off na balança, não se martirizem por causa das festas, essa fase passa logo logo. Estou sempre na torcida por vocês.

Desejo para todos um Natal cheio de Luz, que o amor de Cristo permaneça em todos os corações, que vocês tenham a família reunida e unida no amor do Criador!

Beijos e vamos que vamos.
23 de dezembro de 2013
Amigos que susto.

Aconteceu um episódio muito estranho hoje comigo, vou contar pra vocês.

Hoje depois que sai do trabalho, passei no centro da cidade para comprar algumas coisas, entrei em uma loja que tem um pilar no meio espelhado de cima até embaixo. Quando eu passei e me olhei no espelho não me reconheci. levei um susto tão grande, eu olhei novamente e não me vi no espelho, fiquei sufocada, meu coração acelerou, fiquei aflita e quieta, passei uns minutos me olhando e não consegui me reconhecer, foi muito estranho, foi um sufoco, um sofrimento silencioso, não era só o corpo, o rosto também não parecia o meu, acho que esse conflito durou longos 10 minutos, nem sabia mais onde eu estava. tantas pessoas na loja e ninguém percebeu o que eu estava passando naquele momento. Depois respirei fundo fiquei me olhando e consegui me ver outra vez.

Alguém já passou por algo assim? Eu geralmente não me vejo 49 kilos mais magra, porém hoje foi um tanto sinistro, sei lá o que aconteceu, as vezes acho que sou um pouco perturbada, por causa do transtorno alimentar e a compulsão, mas realmente me surpreendi, espero que não aconteça mais. E minha terapeuta está de férias, só vou ter consulta dia 15 de Janeiro. Mas essa sensação estranha passou....depois fui em outra loja e pedi uma calça 46 só para experimentar, quando peguei a calça na mão pensei que jamais me serviria de tão pequena que é...experimentei e ficou maravilhosa, é moderna, amei principalmente a facilidade em comprar roupa e eu que escolhi o que eu queria provar. Nem ia comprar mas acabei comprando de tão feliz que eu fiquei!

Esses são os 2 lados da moeda, ora feliz, ora desesperada, que luta grande eu travei quando decidi reduzir meu estômago, engraçado que eu sempre imaginei que o maior problema seria comer pouco...que ignorância, meu maior problema até hoje é fazer a mente acompanhar as mudanças no corpo, haja terapia!



Beijos e vamos que vamos.
22 de dezembro de 2013
Oi Amores...

Estou oficialmente morando na casa dos 80! Que delícia!!!!

Hoje fui me pesar e minha balança linda me mostrou 89.1 lindos de viver. Então, agora são 49 kilos off em 6 meses de Gastro.





Estou tão feliz, tão feliz que nem sei explicar. Puxa...


Há 06 meses atrás eu tinha pensando isso, seria legal pesar menos de 90 até o final do ano, mas achei difícil, e olha eu aí comemorando. O peso que estou era esperado para o final do 12º mês de cirurgia, ou seja estou seis meses na frente, que máximo.






Passei pra dividir mais essa alegria com vocês e registrar este momento tão importante pra mim.


Que minha morada na casinha dos 80 passe rápido....

 
Beijos e vamos que vamos!
20 de dezembro de 2013
 Bom dia Pessoal.

Só pra descontrair um pouco da correria do dia-a-dia, fiz uma relação das respostas que eu mais dou desde que fiz a Gastro, é até engraçado, é sempre as mesmas perguntas e muitas vezes a mesma pessoa pergunta....hehehe


Da série: "respostas que sempre dou” 
"Sim, a minha cirurgia foi super dolorosa".

"Não, eu não sinto fome".

"Não, eu não preciso fazer regime, somente RA".

"Posso comer, só não cabe".

"Eu não como só 1 pires o dia todo, usei a expressão como referência de porção".

"Já tenho "x" dias de operado".

"Já emagreci "X" quilos".

"É... eu só como isso, não cabe mais nada!".

"Devo emagrecer "X" quilos em um ano".

“Sim, posso ficar com excesso de pele”

“Não, não tenho dinheiro para plásticas”

 “Sim, eu tenho vontade de comer.”

Sim, as vitaminas são pra sempre”.

“Não, não me arrependo.”

Essas são as respostas que mais dou todo santo dia, por isso decorei as respostas...rsrsrs

E voces, também passam por isso?






Beijos e vamos que vamos....o ano tá acabando!
18 de dezembro de 2013

 Boa tarde Amigos!
Voltei no médico para a consulta de 6 meses. Como sempre fui muito bem atendida e orientada. Super recomendo o Instituto Garrido.


A cara do médico quando eu puxei uma folha de dentro da bolsa com todos meu problemas escritos foi exatamente essa:

Foi assim: 

Vesícula
O Dr. me examinou, disse que podia me operar começo de Janeiro...me assustei, não quis deixar marcado, estou achando cedo e no meu trabalho seria super inviável Janeiro. As dores na vesícula é porque as pedras se mexeram e no ultrasson mostra que estão em uma posição que machuca por dentro, por isso as dores repentinas, mas para desencargo de consciência ele pediu uma endoscopia no estômago reduzido e no excluído, estou com medo de fazer. Estou com uma lista de exames pré operatórios sem data, eu decido quando agora, mas quanto antes melhor, uma cirurgia de emergência é mais perigosa. Vou esperar um pouco, ele me receitou remédio pra dores.


Queda de cabelo
Normal neste período que vai de 5 á 8 meses depois da gastro, vai diminuir mas não vai parar enquanto eu estiver perdendo peso, vou tomar um remédio por 3 meses chamado Pantogar, acho que já ouvi falar dele por aqui na blogosfera...vai ajudar na queda, o médico me garantiu que não fico careca...rs


Tonturas e enjôos
Não tenho nada de errado, minhas vitaminas, cálcio, proteínas estão ok, colesterol 86 açúcar 76, estou de parabéns pela evolução, meu corpo está reagindo muito bem a cirurgia, esses sintomas é adaptação, meu cérebro está acostumado a enviar comandos para 138 kilos, ele ainda não entende que emagreci quase 50 kilos em 6 meses, e continua com os mesmos comandos, dai meu corpo mais leve fica desproporcional, tipo fora de eixo e por isso quando levanto ou me viro rápido ou quando abaixo sinto tonturas e a vista escurece, logo mais tudo se encaixa, sinistro né? Que cérebro lento!!!


Coluna
As dores no cóccix preciso ver com o ortopedista, mas pode ser inflamação por causa do emagrecimento...aff. Sim, isso também pode acontecer quando se emagrece rápido.


Tireóide
Minha tireóide está muito baixa, tenho que me consultar com o endócrino pra saber o que fazer, antes de desenvolver  hipotireoidismo (baixa ou nenhuma produção de hormônios).


Também ganhei um super parabéns pela perda de peso, por sair dos 3 dígitos, por fazer tudo direito, por vestir a camisa, minha perda ponderal está mais que excelente - palavras do cirurgião – vai ser fácil atingir a meta e manter o peso perdido se eu continuar assim. Imaginem o meu sorriso de orelha- a orelha...rsrs, se quem é especialista no assunto, diz que eu chego lá, lógico que acredito!!!


Gente, a Gastroplastia é muito séria, dar um Reset no organismo de uma vez é bom e também é prejudicial, não sei se sempre vou ter essas pequenas intercorrências durante minha vida, pois sempre tive a saúde um pouco delicada, não é fácil para o corpo e nem para a mente, agora eu compreendo o motivo de um pré operatório tão minucioso, antes eu achava até exagero, mas agora eu sei o motivo, temos que estar preparados pra esse tipo de coisa sem desanimar, eu me pergunto: Como muda tanto a vida diminuir um órgão, não é? Tudo é um preço a pagar, e eu estou disposta a pagar o preço que for.


Então por enquanto é isso...6 meses de vida nova. Estou orgulhosa de mim mesma, pela força que eu jamais pensava possuir, estava guardada aqui dentro o tempo todo.



Beijos e vamos que vamos!

16 de dezembro de 2013
Boa Noite amigos!

Fiz a montagem das fotos agora....o balanço fica assim: 6 meses de Bypass e 48 kilos off na balança.
Atualmente uso calça 46 e blusa G de loja normal. Sapato de 39 foi para 38, meu pé murchou...rsrsrs.

Com todos os Prós e Contras da cirurgia, estou imensamente feliz!

A caminhada ainda é longa, estou no começo da jornada com vocês e espero sucesso com a balança para o resto da minha vida e paz com a comida também.

Vejo a diferença agora, mas somente nas fotos, olhando no espelho parece que nada mudou...é a cabeça, muita informação, aos poucos tudo vai se ajustando.

olhem ai minha evolução do sexto mês, adoro ver antes e depois, nem acredito que eu também tenho antes e depois pra mostrar, eu mesmo me inspiro...hehehe, estou orgulhosa com estas conquistas, estou me esforçando muito para fazer dar certo.










Beijos e vamos que vamos.

15 de dezembro de 2013
Bom dia amores.

Eu jaquei.

Não foi enfiar o pé na jaca não...rsrsrs, comi jaca mesmo. E tenho que contar isso.

Estava eu no sacolão e aquele cheiro de jaca me deixou inebriada...o vendedor abriu uma jaca linda na hora e encheu uma bandeja que eu levei pra casa, eu queria chupar bem geladinha, depois da gastro as coisas bem geladas descem melhor....
Chupei 3 baguinhos deliciosos e extremamente doce. Senti uma coisa estranha uns 10 minutos depois, parecia que eu estava bêbada, qualquer coisa me fazia rir, fiquei em uma onda...rsrs, tipo alta, sabem? rsrsrs, meu corpo parecia que estava balançando, e me deu uma calorzão, que loucura gente!

Será que o açúcar da jaca faz isso? Eu reparei que ás vezes quando chupo manga e ela está muito doce eu fico meio alegrinha, não paro de falar...rsrssrs, será que é um tipo de dumping isso? Foi sinistro, mais foi divertido...kkkkk

Já aconteceu algo assim com voces?

Imagina se eu tomar álcool??? kkkkk vou ficar locona mesmo.


Eu tinha tirado uma fotinha, porque era uma fruta diferente, olha aí a causadora dos meus devaneios:

 
 
 
Nessa vida de grampeada, tudo é possível, literalmente.
 
 
Beijos e vamos que vamos.
12 de dezembro de 2013
Boa tarde.

É amigos....6 meses já se passaram...puxa, e como passou. Seis meses dá a impressão de metade do caminho, sei que não é, mas sei lá, parece um marco né?
Hoje é meu níver de gastro e pra comemorar vou comer um bolo de chocolate. Kkkkk, brincadeira gente,  para me presentear nesta data tão linda, comprei um sapatinho da Botero vermelho, um charme e comprei tinta cor de lírio pra pintar meu quarto, vou colocar um pouco de cor na minha vida, e adoro meu quarto, quero ser um pouco mais ousada, me escondi por muito tempo, agora quero viver!
Esse mês emagreci 3 kilos e 300 gramas totalizando 47,3 quilos eliminados até agora. Foi o mês que menos emagreci, se comparado desde o início. Mas estou hiper feliz mesmo assim, sinto gosto de vitória, cada grama perdido sei que é pra sempre dessa vez, isso é algo inexplicável pra quem foi obesa a vida toda praticamente.  Aumentei os exercícios, acho que meu corpo está mais resistente agora. O mês passou apertado, tive preocupações, dores na barriga, meu cabelo não para de cair, tá cheio de falhas, estou com dores na coluna também, não é uma reclamação, esse é o ônus, já tinha sido avisada de tudo isso, não tenho nem o direito de reclamar. Amanhã vou ao médico e as coisas vão se resolver.
Estou muito mais feliz nestes últimos 6 meses do que estive em mais de 10 anos na minha vida. É maravilhoso fazer coisas boas por mim mesma todos os dias. Tenho altos e baixos, compreendi com ajuda de terapia que sempre vou ter desejos e vontades. É normal, não sou um monstro por causa disso, tenho que saber lidar com a situação, não me menosprezar por isso.
Aumentei a porção de carne no prato, mas não chega ainda 150 gramas, produtos integrais não fazem tão mal como antes, continuo com sede pra caramba, macarrão de soja com brócolis desce super bem, rsrs e queijo não aguento mais ver na minha frente. Ainda não experimentei nada diferente, tenho medo. Como as mesmas coisas, não vario muito, não me sinto bem.
Estou mais confiante, me sinto mais bonita e me vejo mais magra sim agora, desde que coloquei uma calça nova...rsrs, parece loucura, mas é a verdade.
Continuo na luta contra o transtorno e a compulsão alimentar, vivo um dia de cada vez e só por hoje deu tudo certo, assim vou seguindo. Tenho muito o que aprender, 6 meses é só o comecinho dessa jornada, não vejo a hora de chegar na meta médica, ainda faltam 15 kilos, a luta é grande, muito peso para eliminar, não gosto de ficar pensando pra não desanimar.
Se eu faria novamente a gastroplastia? Com certeza, sem sombras de dúvidas, faria tudinho outra vez!
Feliz Níver pra  mim....amanhã tem confraternização na minha empresa e amigo secreto, depois mostro as fotos.

Beijos e vamos que vamos.
11 de dezembro de 2013
Boa tarde.

Amigos, eu entalei.

Já ouvi muito falar disso e confesso que ás vezes ria e achava um pouco de exagero as histórias, mas agora senti na pele.

Ontem fui jantar com pressa porque queria fazer as unhas do pé e engoli sem mastigar um pegaço de carne do tamanho de uma unha do dedão mais ou menos, quando engoli já gelei....dito e feito, demorou nadinha e comecei a sentir uma pressão forte no peito, parecia que eu ia sufocar, começou uma dor pontuda entre os seios mesmo, acho que tampou a garganta, sei lá que negócio era, comecei a salivar, parecia que eu ia vomitar mas não saia nada, literalmente entalada. Nossa que sufoco, andei pra lá e pra cá, respirava e aquele negócio preso, não sabia o que fazer direito, pensei que ia morrer, juro!  Esperei....uns 10 minutos que pareceram horas e depois senti que estava descendo. Melhorei na hora, a sensação que nada tinha acontecido.

Não adianta comer com pressa, tem que mastigar direito senão entala. Foi a primeira vez que me aconteceu isso e espero nunca mais acontecer, entalar é terrível, e olha que nem era uma coisa grande...imagina se eu enchesse a boca de comida? kkkkk, esses velhos hábitos nunca mais, prestes a fazer 6 meses de gastro e ainda como na ponta do garfo, ou com talheres infantis. Sempre mastiguei direitinho depois da gastro, mas ás vezes errando aprendo também.

Pois é...vida nova é vida nova! rsrsrs

Beijos e vamos que vamos.
8 de dezembro de 2013
Boa noite amigas!

Aliás, ótima noite gente!
Estava eu aqui largadona no sofá assistindo Grey's Anatomy, uma série maravilhosa e chega uma amiga antiga da minha mãe de anos que vende roupas...eu nem dei bola, pois são raras as vezes que ela trazia algo que coubesse em mim.

Ela me encheu de elogios, rsrsrs e disse que tinha as novas calças da Sawary Levanta bumbum numero 46, e pediu que eu experimentasse uma....eu ri, peguei a calça e falei "nossa que 46 pequena, não cabe nas pernas" e ela insistiu, "serve sim, coloca lá e vê como fica." Experimentei a danada e ficou show, linda no corpo e dá um Up no bumbum mesmo....gente que sensação maravilhosa, oficialmente comprei minha primeira roupa depois da bariátrica, assim, sem querer...hehe estou feliz demais com a sensação, puxa, vestir 46 já é a realização de um sonho, embora a calça tenha lycra, mas não me importo e olhando ela parece ser tão pequena, não acredito que me serve, e não é estrangulando não, serve super confortável.

Até agora estou com aquele friozinho na barriga, sabe, quando acontece algo bom? É inexplicável a felicidade de começar a colher os frutos de tanta luta.

É uma calça cintura baixa, preta, corte reto, simples, tem detalhes que não dá pra ver nas fotos, tirei fotos, óbvio pra registrar todos os momentos. Minha mãe me viu vestida e falou: nossa filha como vc tá fininha! rsrsrs, minha mãezinha sempre me põe pra cima, me ajuda com minhas comidas saudáveis, me dá a maior força.

Olhem a cara da moça no final do domingão bem feliz, mais feliz que pinto no lixo, só reparem na foto, na cara de louca da faxina não reparem, o cabelo tá assim rebelde....rsrsrs:





Essa aí é minha primeira calça pós bariátrica de muitas que virão....hhihihi, vou usar na confraternização da minha empresa na sexta-feira, depois qdo eu estiver arrumadinha mostro melhor pra vocês, não podia deixar passar isso!


Beijos vamos que vamos.
7 de dezembro de 2013
Bom dia Meninas!

Estou bem melhor agora das dores, o sufoco já foi....daqui a pouco vou pra aula de Zumba espantar os males..kkkkk.

Sempre tenho umas comidinhas na bolsa, fora as marmitas de todo dia....rsrs, que chamo de produtos S.O.S, para aquelas horas de vontade de comer algo ou quando fico muito tempo fora de casa e não consigo comer nada dentro de 2 ou 3 horas.

Na minha bolsa tem:

Pacotinho de bolacha salgada integral Nesfit:

 
 
Barra de cereais zero açúcar, o ideal seria barra de proteína, mas ás vezes não acho pra comprar....

 
 
Pé de moleque zero açúcar, muito gostoso, cheio de fibras e dá muita saciedade:
 



Bala Gold também sem açúcar, pra adoçar a boca...rsrs, bafão ninguém merece!

 
Só que estou enjoando dessas coisinhas...vocês tem dicas de coisas assim fácil de carregar na bolsa?
 
O que vocês comem, me contem hein. As vezes tbm coloco uma vasilha com bolachas de maisena ou cacau e deixo na bolsa.
 
 
E uma fotinha do meu filhote na formatura da creche...ai gente foi tão lindo, ele dançou direitinho, fiquei toda babona, sou corujona mesmo, estava lá na primeira fila...rsrs
 
 

Beijos amigas e vamos que vamos!

Quem sou eu

Minha foto

Sou Silvia, romântica de alma, sonhadora e agora em busca do renascimento, um corpo saudável. No dia 12/06/2013 me submeti a cirurgia bariátrica, fiz o Bypass Gastrico em Y de Roux por video pelo convênio Bradesco no Instituto Garrido, depois de muitos meses pensando, enfim decidi! Vou dividir com voces a jornada da cirurgia, principalmente a parte burocrática e adoraria fazer novas amizades! bem vindos no meu diário, ele está aberto.

Pesquisar este blog

Evolução mês a mês

  • 12/06/2015 66,5 kilos 2 anos
  • 12/05/2015 66,5 kilos
  • 12/04/2015 66 kilos
  • 12/03/2015 67,2 kilos
  • 12/02/2015 67,2 kilos
  • 12/01/2015 68,6 kilos
  • 12/12/2014 69,2 kilos
  • 12/11/2014 69,5 kilos
  • 12/10/2014 70 kilos
  • 12/09/2014 72 kilos
  • 12/08/2014 73 kilos
  • 12/07/2014 73 kilos
  • 12/06/2014 73,5 kilos - 1 ano
  • 12/05/2014 74 kilos
  • 12/04/2014 75 kilos - meta médica
  • 12/03/2014 80 kilos
  • 12/02/2014 83 kilos
  • 12/01/2014 85 kilos
  • 12/12/2013 90,7 kilos
  • 12/11/2013 94 kilos
  • 12/10/2013 100 kilos
  • 12/09/2013 105 kilos
  • 12/08/2013 111,5
  • 12/07/2013 118,5 kilos
  • 12/06/2013 Maior peso 138 Kilos dia da cirurgia

Siga- me por e-mail!

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.

Minha lista de blogs