31 de outubro de 2013
Bom dia Amigos!!!

Último dia de Outubro....esse mês passou muito rápido, foi um mês muito enriquecedor, mês de muitas mudanças.
Sempre que eu posso, vejo na TV alguns programas que motivam muito na nossa luta diária contra a obesidade.  Eu assisto, me emociono e me divirto bastante, serve pra reforçar que não estamos sozinho nessa. Quem tiver TV a Cabo pode conferir, dá pra baixar da Net se tiverem interesse. São 3 programas que eu adoro: Biggest Loser (Quem perde ganha) Passa  aos sábados ás 20:30 – São duplas com grau de familiaridade que disputam semanalmente dentro do reality quem vai ficar, quem perder menos peso na semana sai da casa, quem perder mais ganha um prêmio de 100 mil dólares e lógico o aprendizado. Tem uma equipe de motivadores, nutricionistas, médicos...muito legal.

Tem o programa Quilos mortais- Medicina de peso.  Esse é triste e me faz chorar, quem faz o programa é uma cirurgião bariátrico de nome nos EUA e seu filho, sempre no episódio ele mostra 3 casos: a luta de um obeso super mórbido, que não sai da cama há anos e ás vezes eles morrem antes de conseguir operar, isso me deixa abalada, mostra um caso de cirurgia bariátrica que não funcionou pra pessoa e operam novamente a pessoa com muitos riscos, esse é muito interessante e mostra um caso de uma pessoa que passou pela bariátrica há 2 ou 3 anos e que vai fazer as plásticas. Adoro este programa.

E o programa que eu mais gosto, meu preferido é o Extreme Makeover (Quilo á quilo) Segundas ás 19:00 com o especialista em mudanças Chris Powell...ai que gato! Ele escolhe por carta um obeso com mais de 130 kilos e acompanha por 365 dias certinho. Muda toda a alimentação e com muitos exercício físicos, a pessoa emagrece muitoooo. É estipulado metas possíveis de serem alcançadas, eu comemoro com a pessoa cada quilo perdido, esse programa é muito show, ele fica 3 meses indo na casa da pessoa, troca a sala da casa por uma academia, tudo grátis, depois o participante ganhas plásticas reparadoras e um cartão com 5 ou 10 mil dólares pra gastar no supermercados com alimentos saudáveis. quem quiser conferir passa no Canal Discovery Home and Health.

Não estou neurótica não viu gente! Eu gosto de assistir e me coloco no lugar da pessoa, fico pensando, o que eu faria no lugar...E vocês o que fazem pra se sentirem motivados?

Beijos e até mais.
28 de outubro de 2013
Boa tarde!

Amigos, hoje eu vim dividir mais uma alegria que a cirurgia Bariátrica me proporcionou.
Quem me acompanha já sabe, eu fiz uma lista com 47 coisas pra comprar e coisas pra fazer depois da Bariátrica. Dentre essas 47 coisas, 4 coisas são de extrema importância que eu realize...não importando a ordem:

1º Ensinar meu filho andar de bicicleta;
2º Bater minha meta de 65 kilos;
3º Cruzar as pernas;
4º Ir em uma balada sertaneja de calça 42 apertadinha, bota de salto e cano alto.

Ontem consegui ensinar meu filho andar de bicicleta!!! Que alegria, eu fiquei mais feliz do que ele mesmo, quando ele conseguiu andar sozinho, mesmo com as rodinhas, pra mim foi uma vitória. Pode parecer coisa simples pra quem lê, mas o fato é que 2 anos atrás ele ganhou uma bicicletinha e eu não tive disposição e coragem para ensiná-lo, eu tenho vergonha de escrever isso pra vocês, mas a obesidade mórbida me jogou no fundo do poço, e isso doía dentro de mim, quando eu via que ele tentava andar e não conseguia, eu não aguentava ficar muito tempo abaixada apoiando ele, eu sentia dores e falta de ar, ser gorda atrapalhava meu desempenho de mãe. A bicicleta ficou guardada ele nunca andou nela. Acabei doando.
Esse acontecimento me marca muito, fico com nó na garganta quando relembro, por isso agora quero passar uma borracha no meu passado e começar tudo denovo. Ontem foi a realização de um sonho pra mim. No dia das crianças ele ganhou uma nova bicicleta do pai dele, e desde esse dia me esforcei para ensiná-lo a andar, era importante pra mim e pra ele, levei ele na praça, não me cansei, pelo contrário, foi tranquilo ensinar com 40 kilos a menos no corpo. Ele consegue andar pra todo lado, eu corro atrás dele, me divirto vendo a alegria que ele fica.

1º sonho alcançado:




Com certeza reduzir o estômago fez de mim uma pessoa diferente, a melhor coisa que fiz por mim e pela minha família.


Beijos e vamos que vamos.



25 de outubro de 2013
Galera, boa noite.

Muita gente me pergunta a quantidade que eu como por porção. É bem pouquinho mesmo, ainda comparado ao que eu comia antes de operar é nada...rsrsrs, eu já li em vários lugares que depois de 3 meses a pessoa come muito mais, não sei se é verdade ou se já aconteceu com alguém da blogosfera, mas continuo comendo bem pouquinho e me sinto super satisfeita, mas ressalto que não fico com a sensação de barriga cheia, tipo empaturrada, sempre paro de comer antes disso acontecer, não acho bacana essa sensação mais.

Tirei fotinhas das minhas refeições do jantar dessa semana e lanche da tarde. No almoço não dá porque como no trabalho e café da manhã é sempre igual, pão, leite, queijo.

4 meses de Bypass e ainda como no pires de xícara de chá. Pra vocês terem noção do tamanho, olha uma foto de um prato normal e o pires junto:



 Segunda -Feira: Bacalhau cozido com batata e 1 colher de couve crua:



                                           Terça- Feira: Carne cozida com batata:


  
Quarta- Feira: Iscas de fígado de boi com coentro e 1 colher de feijão:
 
 
 
Quinta - Feira Atum refogado com coentro e cebola:
 
  

 
                  E hoje Sexta - Feira: Carne desfiada e batata:


 
 
Meu lanches são sempre esses:
 
Suco detox de abacaxi com hortelã fresca:
 
                                                                       
                                                     Ou

                           Ovo mexido com pimentão e cebola:

 
 
Iogurte Densia, 2 x mais cálcio e vitamina D, esse virou meu preferido, tomo todo dia, é uma delicia o tradicional, esse não pode faltar.
 

                                                                            
Torta integral de carne moída, eu que fiz!

 
Vitamina de mamão, leite e gengibre.

 
                                                      Ou
                                        Biscoito de polvilho light:

 
Ou
3 bolachas maisena com 1 colherzinha de chá de cream cheese:
 
 

Isso que eu ando comendo aos 4 meses de gastro, podem ver que tem coisinhas muito gostosas, mas tudo com supervisão médica, porém eu devia comer mais carne, eu sei....to tentando. Mas como coisas saudáveis, tudo light, tudo com adoçante sucralose.

Perceberam que eu como batata quase todo dia...rsrs, adoro, e não como mais arroz, o sabor é horrível agora não sei porque.

Pois é, acho que esse pratinho vai ser pra sempre, maravilha né? E vocês que já são operados comem igual eu? Gostaria de saber.

Hoje de manhã fui pra aula de Zumba, que delícia, estava de folga do trabalho. Depois me pesei, mais 1 kilinho foi embora....ai que tudo!!!!!!

Beijos e vamos que vamos.
23 de outubro de 2013
Bom dia Galera!

Vim contar as novas. Voltei no gineco pra levar os exames, eu tinha dado uma olhadinha e não gostei...fiquei toda nervosa, cheguei lá e ouvi: Tem um cisto no seu seio direito de mais ou menos 3 centímetros e um cisto no seu ovário direito de 6 centímetros... Oi? Como é? Cisto, seio, ovários, lado direito bichado....mais Doutor eu fiz ano passado os exames e não tinha nadinha lá, tava tudo bonitinho por dentro e agora aparece essas coisas??? Como pode isso??

Ele disse: Calma Silvia, são cistos, não nódulos, não fique preocupada desse jeito, você vai tratar com o anel vaginal usando por 6 meses e se não diminuir o cisto do seio vamos fazer uma punção e no ovário cauterizamos...Hã? agulha? Ai Jesus.....mexi no vespeiro...

O Ginecologista me disse que isso pode ser reflexo da perda ponderal rápida que eu estou tendo. Praticamente 40 kilos em 4 meses é rápido. Háaaa eu sabia que tinha um dedo da obesidade ai,  quando estou gorda tenho múltiplas comorbidades, começo a emagrecer e o corpo reclama? Sacanagem....ele disse que nossas células acostumadas com nossa gordura ficam loucas, ouriçadas quando começamos a perder peso, elas procuram espaço pra preencher de gordura denovo, e se eu tinha uma chance de ter um cisto é ai que ele cresce mesmo....e pode aparecer mais coisa por aí: Memória fraca, queda de cabelo, dentes doendo...ai, ai, melhor parar de numerar, vai que dá azar!

Mas lembrei que meu cirurgião tinha dito algo parecido, pra manter o peso estabilizado por 5 anos pra células perderem a memória de gordura estocada, e daí em diante não engordamos nunca mais, minha memória vai pro brejo e das células não? Hehe, então fez todo sentido pra mim.

Resumindo, mais um ônus da obesidade, mesmo emagrecendo ainda continuo na batalha da mente e do corpo, essas são as marcas que uma vida sedentária e de total descontrole faz com a gente.  Tudo bem, vou usar o bendito Anel Vaginal Salgado, 6 meses passam rápido será um investimento de 300 reais no total, ok, saúde em primeiro lugar. E depois repito os exames, vamos ver no que dá. O resto tá indo de vento em polpa.

Amigos, essas são minhas experiências pós gastroplastia, não acontece isso com todas as pessoas não...só as mais sortudas...kkkkk, mas nunca deixem de ouvir o que seus médicos dizem é muito importante, graças a Deus tenho uma equipe multidisciplinar excelente no Instituto Garrido, eles são preparadíssimos e são super humanos também, tudo o que eu precisava neste momento. O gineco não é de lá não, é a parte, rsrsrs.

 

Beijos, e vamos que vamos.

 
21 de outubro de 2013

Amigos, ótima tarde!!!

3 dígitos nunca mais! Ontem pela manhã me pesei,  levei um susto quando vi o peso, desci da balança e subi denovo pra ter certeza. Fiquei tão feliz, tão feliz que meu coração acelerou,  vim pro trabalho e não contive a emoção, eu até chorei, não imaginava conseguir pesar menos de 100 kilos em 4 meses, isso é uma vitória pra mim, a caminhada ainda é longa, mas a impressão que me deu  é que eu vou conseguir  alcançar a meta, antes era algo muito distante, agora não,  eu sinto que vou conseguir.




Quando fui embora pra casa, desci do ônibus no centro e comprei um anel. Não é ouro, somente folheado, custou 20 reais, mas o valor que ele tem pra mim é inestimável. Será minha aliança de compromisso.   Compromisso com meu peso, com meu corpo e com a minha alimentação saudável.  Este simples anel vai marcar o dia que eu deixei os 3 dígitos da balança pra sempre. Tinha 7 anos que eu não usava um anel, a obesidade mórbida não me permitia essa feminilidade, foi um desafio experimentar um anel novamente.  Olha ai o anel....achei muito bonitinho:

 
 
Quando eu conseguir atingir minha meta pessoal  de 65 kilos vou me presentear com um anel de ouro de verdade, vou usá-lo todos os dias igual uma aliança de casamento, casamento com meu novo estilo de vida: vida feliz, vida leve, vida saudável.  Toda vez que olhar o anel no meu dedo vou me lembrar de quem eu era e todo o caminho que percorri.

Sou oficialmente uma moradora da casa dos 90!!! Que essa parada seja breve.
 

Eu quis dividir mais essa alegria com vocês, obrigada amigos pelo apoio de sempre.

 

Beijos e vamos que vamos.
17 de outubro de 2013
Bom dia Amigos!

Primeiramente quero agradecer todos voces pelo carinho, pelas palavras de apoio nos momentos difíceis, pelos comentários carinhosos que me animam e me põe pra cima, pelos e-mails, voces me ajudam muito nessa caminhada em busca de um corpo saudável, fico muito feliz em saber que tenho amigos que posso contar sempre.
Agora chega desse nheim nheim....isso é coisa de menininha...rsrs.

Segue as fotos do meu 4º mês de gastro, quando eu olho as fotos eu me vejo no depois, não me reconheço mais no antes, isso foi especial pra mim. Dessa vez eu vi diferença.
Olhem ai o resultado de 4 meses de alimentação saudável, 4 meses de força, 4 meses de vida nova e 38 kilos off na balança:




 
 
Eu não deixo de fazer as fotos, porque é bom pra o meu progresso, pra registrar a caminhada e quero incentivar quem está precisando de uma motivação....eu adoro ver fotos de antes e depois também, me inspira a continuar. Um dia quero ser exemplo de superação, estou lutando todo dia contra a obesidade e o vício na comida.
 
 
Beijos amigos e vamos que vamos.
 
15 de outubro de 2013
Bom dia Amigos!
 
Domingo dia 13/10 fui conhecer uma amiga de grampo aqui da blogosfera, a Alessandra, quem quiser conhecê-la é só clicar aqui . Foi a primeira vez que conheço uma pessoa do mundo virtual, foi divertido, ela é uma pessoa amável, guerreira, muito mais linda pessoalmente, e mais magra ainda do que nas fotos....temos muito em comum, ela operou 6 dias antes do que eu e desde então sigo ela no blog e nos identificamos muito. Espero que nossa amizade dure pra sempre. E dos nossos meninos também, o Alisson ontem perguntou que dia a gente ia na casa do amiguinho...rsrs, fui ganhadora do sorteio promovido pela Alê, aproveitei pra pegar meu estojo de maquiagem....rsrs show de bola, agora não tenho desculpa pra não ir maquiada todo dia pro trabalho hehe...
 
Alguma fotinhas pra voces verem:
 
 
Eu e a Alê, almoçamos como uma lady gastroplastizada...rsrs. Alê, amei te conhecer, te admiro muito, obrigada por ser minha amiga.  


  
Nossos filhos lindos....o carequinha é o Alisson, o cabeludo é o Kenan....uma fofura. Eles se deram muito bem logo que se conheceram já viraram amigos.
 


 

  
 
 O estojo de maquiagem que eu ganhei no sorteio.....
 
 




 Essas 2 calças jeans a Alê me deu, estão novinhas, ela me deu de presente pra me ajudar com a distorção de imagem, como eu disse em outro post da dificuldades que eu tenho em comprar roupas, uma é 46 e outra 44, experimentei a 46 e ficou certinha, acho que agora esse é meu manequim, depois vou tirar uma foto vestida com essa calça pra voces verem. Agradeço a Deus por colocar amigos no meu caminho que entedem o que eu estou passando, obrigada Alê pelo carinho, voce não tem idéia do quanto me ajudou, me vi mais magra vestindo a calça e estou muito feliz!
 
 
 
 

Nada nessa vida é por acaso. 


Beijos amigos e vamos que vamos!
13 de outubro de 2013
Boa noite Amigos!

Ontem dia 12/10 foi o dia da caminhada rosa em prol ao combate do câncer de mama aqui em Barueri. Foi muito bom, tinha muita gente, me senti tão bem....vocês não tem idéia da energia daquele lugar, fico toda arrepiada quando lembro, foi muito emocionante, uma vibração boa, você sente naquele momento que tudo pode melhorar, é uma sensação de fé, de felicidade, foi mágico. Foram 4 quilômetros de caminhada, fiquei acabada, mas valeu muito a pena.
Risquei mais um item na minha lista de desejos pra realizar depois da Bariátrica : Fazer parte de algo solidário, um incentivo pra sociedade. E não vou parar por aí, amei fazer parte de alguma coisa voluntariamente, quero mais, quero contribuir mais, vou me inscrever como voluntária em alguma coisa aqui mesmo na minha cidade, gostei muito, me senti bem, útil, viva!
Meninas, vocês já fizeram mamografia este ano? Eu já fiz a minha, bora fazer e cuidar da saúde, temos que ficar lindas, magras e saudáveis...rsrsrs. 
O tema do Outubro Rosa- juntos, pela vida: "Quem procura acha, quem acha cura. "

Olhem algumas fotinhas:

A largada

 
 
 
Na frente as mulheres que venceram o câncer de mama. Reparem na senhora com apoio....guerreira.



Teve o prefeito da cidade falando um pouco de baboseira......rsrsrs
 
 
 
Teve muita gente na caminhada.....



 
Teve meninos correndo também....
 
 
 
Teve eu toda feliz.....



O lenço pink na cabeça é em solidariedade as mulheres que perderam os cabelos na quimioterapia....mas teve gente colocando na cintura. :O




O ônibus rosa circula cada dia durante o mês de Outubro em uma linha diferente pra chamar a atenção das mulheres pra realizar o exame.


Teve muita música animada, parecia trio elétrico do carnaval


Foi isso galera, muito gratificante mesmo. Infelizmente minha mãe não vai fazer o exame na campanha, o mamógrafo móvel que está no centro da cidade pra realização dos exames não tem adaptação para deficientes físicos. Uma pena. O jeito é aguardar a fila do SUS mesmo....

 
 
"Não importa o quanto você doa, importa o quanto de amor você colocou no que doou"
 
 
Beijos e vamos que vamos.

12 de outubro de 2013
Oi amigos!

Hoje é dia da Nossa Senhora Aparecida, hoje é dia das crianças e hoje é dia de comemorar 4 meses de Gastro. Como o tempo passa rápido depois que fazemos a cirurgia, ainda me lembro direitinho a ansiedade, o medo da cirurgia e da dieta líquida...rsrs. Hoje completo 4 meses de vida nova, ainda sou um bebê na vida de bariátrica e tenho muito o que aprender.

Durante este mês emagreci 5 kilos totalizando 38 kilos off....bastante peso eu perdi nestes 4 meses. Meu IMC agora é 34,60 - Obesidade I, já já vou pro Sobrepeso, ai que sonho.

Me sinto feliz na maioria dos dias, mas de vez em quando bate aquela deprê, vontade de sumir de desespero, medo de não conseguir vencer a luta. Falando em luta, meu corpo começou a mostrar as marcas da guerra contra a obesidade. Minha barriga criou um avental ridículo e tá parecendo o mapa do Brasil de tanto risco de estria kkkk, meu umbigo tá parecendo aquele rostinho amarelinho triste com a boquinha pra baixo...meu braço na parte do tchau tá molenga e fica balançando qdo eu mexo...aff. Meus seios estão olhando pro chão também e só pelanca na coxa. Mas sabe que não consigo ainda pensar em cirurgia plástica...acho tudo muito novo pra mim, uso blusinha normal, quem se incomodar não olha...rsrsrs, até o momento acho meu corpo muito feio mas não penso em fazer plásticas, tenho horror a dor. Existe guerreiro sem cicatrizes da guerra? Não. Então por enquanto não vou me preocupar com isso.

Esse mês estive resfriada de leve, mas fiquei acabada, parece que estou mais frágil agora, mas a vantagem é que não tive nenhuma crise de asma nem chiado no peito, são 4 meses sem usar broncodilatadores, bombinhas, etc. Isso merece ser comemorado também.

Observei que estou andando mais rápido e me canso menos. Também posso ficar mais tempo em pé e não sinto dores nas pernas. Muito mais disposição.

Continuo sem comer doces, gorduras, bebidas com gás e vou indo muito bem. Nunca imaginei que isso pudesse acontecer comigo, fico surpresa quando escrevo isso, assim eu vejo como estou evoluindo, minha saúde já agradece.

Não vejo diferença no meu corpo olhando no espelho, pareço a mesma de sempre, confuso, eu sei....mas estou vivendo um dia de cada vez, porém queria logo emagrecer tudo, quero sentir como é ser magra de verdade, sonho com esse dia, mas hoje estou mais perto da minha meta do que ontem, vou chegar lá, se Deus quiser.

Minhas calcinhas estão todas caindo....hahahaha, sutiã não segura nada, blusinhas folgadas, sapatos saindo do pé... to precisando de up no guarda-roupa, vou esperar mais um pouco....a grana tá curta. Comprei uma cinta modeladora da Demillus, minha barriga tá medonha mesmo, não é exagero não.

As dificuldades em comer carne continuam, mas acho que a porção aumentou um pouco, devagar chego lá. Tomo todos os dias as vitaminas, como de 3 em 3 horas, pratico atividades físicas, estou sempre tentando melhorar, me superar. A rotina de médicos exames é longaaaa....não podemos deixar de fazer nenhum acompanhamento, tem que manter a disciplina.

Minha sede está mais controlada, mas as vezes o bicho ainda pega...hoje mesmo acordei com muita sede, mantenho em mente que não dá pra beber um copo de uma só vez, mas de gole em gole é complicado. Essa semana foi a primeira vez que minha urina ficou clarinha desde que eu operei, realmente tomo muito mais água, tem dia que chego a tomar 2 litros de água! pensei que jamais conseguiria...rsrs, mas dá sim, é só ficar segurando uma garrafinha o tempo todo.

Acho que esse é o balanço do quarto mês de renascimento, minha vida mudou completamente pra melhor, me sinto viva agora, cheia de esperança, a vitória logo logo me alcança.

Beijos amigos, a luta continua.


9 de outubro de 2013
Boa tarde Amigos!
 
Hoje eu vou falar sobre o CCA – Comedores Compulsivos Anônimos.
É um programa de recuperação para os comedores compulsivos,  lá utilizam os 12 passos e as 12 tradições que são basicamente as mesmas do AA.  Reúnem-se de 3 até 30 pessoas em uma reunião, o coordenador geralmente é uma pessoa do grupo mais velha que já está com o equilíbrio, mas eles também participam ativamente e dividem também suas dificuldades. Não há avaliação médica, nem pesagem, nem indicação de dietas. Funciona como uma terapia de grupo, enquanto uma pessoa fala, somente ouvimos, não podemos dar pitacos, opiniões, julgar ou sugerir nada.  O grupo que eu vou fica atrás de uma igreja católica, mas não falam sobre religião em momento algum, só que pedem para que a gente busque forças em um poder superior, qual você acreditar. Eu fiquei sabendo que existia esse grupo em um site sobre noticias, vi uma nota parabenizando a iniciativa e estavam comemorando na época 29 anos. Fiquei curiosa e dei uma olhada no site, me identifiquei com tudo que estava escrito ali, e foi na semana que fui diagnosticada com compulsão fortíssima, decidi ir lá e ver se poderia ter ajuda pra controlar essa doença terrível que é a obesidade. 

Vou descrever minhas impressões do grupo que fica na Vila Mariana, mas pode ser diferente em outros...Cheguei na sala bem arrumada, as cadeiras em círculos e uma mesa na frente onde se senta a coordenadora, essa mesma que foi me buscar na porta, me abraçou como se fossemos velha amigas, não fazem perguntas sobre sua vida, se você quiser não precisa dar seu nome, há um aviso pra deixarmos as histórias lá mesmo, ou seja, nada de ficar fofocando e respeitar os problemas alheios... a reunião começa com uma oração da Serenidade, depois a coordenadora toma a palavra, fala sobre não estarmos mais sozinhos, que o 1º passo foi dado, aceitar a doença e a partir dali você já está se sentindo em casa, não há nada de especial no local, mas é mágico, não sei explicar, ninguém fala o que você deve fazer, nem sugerem nada, é como se fosse um conforto e você sai de lá com vontade de vencer, gente é mágico. Ai começa o estudo de um dos 12 passos, quando cheguei estavam no 2º passo, que fala justamente sobre o que fazemos voluntariamente para combater o vício da comida, entre os exemplos, a bariátrica. A coordenadora me desejou boas vindas, disse que que aquele dia eu era a pessoa mais importante da sala, que eu podia me sentir a vontade e que o tratamento iria surtir efeito por toda minha vida, se o CCA mudou tanta gente, também poderia me ajudar a mudar a minha visão em relação á comida. Me disse várias vezes que eu não estava mais sozinha. A cada 2 ou 3 parágrafos do livro as pessoas podem comentar o que quiser ou fazer seus depoimentos, a pessoa pede a palavra falando assim : “Meu nome é Silvia, sou uma comedora compulsiva em recuperação”. E aí todos respondem :  “Oi Silvia” . Depois quando eu não quiser mais falar digo: “Obrigada por me ouvirem” e todos respondem “Obrigada por compartilhar.” Ouve –se muito a expressão “Só por hoje”, tipo: Só por hoje eu consegui não comer tal coisa, só por hoje eu não gastei o dinheiro do meu marido pra comer, só por hoje eu não roubei pra comprar mais comida e até coisas do
tipo: só por hoje não peguei comida do lixo pra comer....e por ai vai. Também ouvimos o termo “Pense antes de dar a 1ª garfada compulsiva”.  Isso nos marca de uma maneira que você perde a vontade de comer, e parece que grava na cabeça, vc não quer fazer errado, você quer ter coisas boa pra contar na reunião. Eu estou gostando bastante e realmente sei que não estou sozinha, tem pessoas lutando comigo e que vibram tbm com as minhas vitórias. Não lembro os 12 passos, mas todos parecem que foram feitos pra mim. Super recomendo.
Quem quiser dá uma olhada esse é o link do site: http://www.comedorescompulsivos.org.br

Veja se o CCA é pra voce:

01
Eu como quando não estou com fome ou deixo de comer quando meu corpo necessita se nutrir?
02
Faço farras alimentares sem razão aparente, às vezes até me sentir empanturrado ou passar mal?
03
Tenho sentimentos de culpa, vergonha ou constrangimento em relação à maneira como eu me alimento?
04
Como sensatamente na frente de outras pessoas e desconto depois, quando estou sozinho?
05
Minha maneira de comer está afetando minha saúde ou minha maneira de viver?
06
Quando minhas emoções estão intensas - sejam positivas ou negativas - eu me vejo procurando por comida?
07
Meus comportamentos alimentares fazem a mim ou aos outros infelizes?
08
Já cheguei a usar laxantes, vômitos, diuréticos, excesso de atividade física, medicamentos para controle do apetite, injeções ou intervenções médicas (incluindo cirurgias) para tentar controlar meu peso?
09
Faço jejum ou restrinjo severamente a comida para controlar meu peso?
10
Eu fantasio sobre como a vida seria muito melhor se eu usasse um tamanho diferente ou tivesse outro peso?
11
Eu preciso mascar ou ter algo em minha boca o tempo todo, como comida, chicletes, balas ou bebidas?
12
Já cheguei a comer comida congelada, queimada, estragada, retirada de recipientes no supermercado, ou do lixo?
13
Existem certas comidas que não consigo parar de comer depois de dar a primeira mordida?
14
Já cheguei a perder peso com dietas ou períodos de controle, seguidos por períodos de intenso descontrole com a comida e/ou ganho de peso?
15
Passo muito tempo pensando em comida, discutindo comigo mesmo sobre se comerei e o que comerei, planejando a próxima dieta ou cura através de exercícios físicos, ou contando calorias?

Se vc responder sim para a maioria das perguntas, converse com sua psicóloga, pois voce tem compulsão alimentar.


Beijos amigos e vamos que vamos!
6 de outubro de 2013
Bom dia Amigos!

Fiquei um pouco preocupada com um episódio que aconteceu comigo.
No dia 28/09 uma colega de trabalho muito querida se casou. Não fui ao seu casamento mesmo querendo muito ir. Um final de semana antes eu tinha ido á várias lojas pra comprar uma roupa legal, afinal eu queria ir na festa super bonita e tal. Mas eu não tive coragem de entrar em nenhuma loja, eu olhava as vitrines, vi várias coisas que eu poderia comprar, mas não tive coragem, senti que eu não merecia. Desde que eu operei não comprei sequer um par de meias. Eu travei, não sei explicar o que houve, não consegui entrar nas lojas, experimentar nada, eu fiquei até gelada, com medo de nada caber e meu manequim ainda ser o mesmo, o medo falou mais alto, não queria me decepcionar. Mas com essa atitude fiquei muito frustrada e triste, a obesidade ainda me marca profundamente e o psicológico depois da cirurgia fica muito abalado, pois não consigo me imaginar com tamanho menor, mesmo perdendo roupas o tempo todo, mesmo mandando apertar as calças jeans já apertadas no mês anterior, encontro pessoas que se mostram surpresas com meu emagrecimento e acho que exageram nos comentários, isso é surreal.
Fiquei triste por isso e com raiva de mim mesma. Parece que emagrecer não é suficiente, parece que tem algo errado, algo preso dentro de mim que não consigo me livrar, ontem me pesei, o ponteiro baixou mais um pouco e não consegui ficar feliz. Afinal, emagrecer não é tudo o que sempre quis?  Eu devia estar vibrando cada grama perdido correto? Só que não!
Ultimamente me sinto vazia por dentro, penso na terapia e percebo que é falta do prazer da comida, estou mais forte agora, pois se eu não fosse operada me entupiria de comida pra me sentir bem, agora não posso fazer isso, como eu preencho o vazio? Não tenho mais essa válvula de escape, então fico desorientada. Mas na maioria dos dias sou imensamente feliz, graças á Deus.
Em contrapartida, descobri um prazer incrível fazendo exercícios, mas o importante é fazer o que se gosta, ontem pela manhã fiz 1 hora de hidro intensiva, fiquei o dia todo ótima, essa semana tem aula de dança e boxing, que também adoro, fico feliz e me sinto confiante...
Estou nesse dilema, será que o tempo vai me mostrar a saída? A luta é mais dura do que podemos imaginar, mas a certeza dentro de mim que vou conseguir virar a mesa é tão forte que mantenho a chama da esperança acesa. Desistir ? Jamais. A gastroplastia foi a melhor coisa que fiz na vida.


Beijos e vamos que vamos!
1 de outubro de 2013
Que Outubro seja bem vindo!


Amigos, estou com uma vontade enorme de vencer!  Quero lutar, quero fazer tudo diferente do que fiz até hoje.  Me sinto privilegiada depois que eu reduzi o estômago,  e quero agradecer a vida por isso, quero ajudar, quero perder medidas e números na balança, mas quero somar socialmente, quero mostrar pro mundo que tem segunda chance sim. Estou almejando ser feliz e quero coisas boas pra mim e pro mundo, quero poder comer um bife e não passar mal, quero mais tempo pra realizar tantas atividades, quero mais tempo pra fazer terapia, pra ir em médicos, pra fazer hidroginástica, pra fazer dança, pra terminar o programa Barueri menos 1 tonelada, quero acompanhar minha mãe em seus médicos também, quero ficar mais tempo com meu filho, quero me arrumar mais, quero estudar , quero trabalhar mais, quero ficar quietinha vendo TV e ainda quero tempo pra malhar. Não quero mais perder tempo, perdi muito tempo comendo e agora quero viver.  Comprei maquiagem, nunca pensei que eu fosse dizer isso um dia. E já me sinto tão feliz com menos 35 kilos no corpo, sabendo que tem mais 40 pra eliminar....é deslumbrante o que um pontapé (leia-se Gastroplastia) pode fazer por uma pessoa.

Já me inscrevi no Outubro Rosa e estarei lá na caminhada dia 12 – bem no dia que eu completo 4 meses de vida nova - contra o Câncer de mama. Fiz minha doação que será revertida em próteses, perucas e remédios. Retirei meu kit, vou estar lá pra queimar calorias, pra conhecer mulheres guerreiras que estão lutando com a doença, fazer amizades e doar minha parcela de solidariedade e apoio a esta causa tão nobre. Vamos lá mulherada, é o Brasil todo contra o câncer!

 
Beijos amigos e vamos que vamos.

Quem sou eu

Minha foto

Sou Silvia, romântica de alma, sonhadora e agora em busca do renascimento, um corpo saudável. No dia 12/06/2013 me submeti a cirurgia bariátrica, fiz o Bypass Gastrico em Y de Roux por video pelo convênio Bradesco no Instituto Garrido, depois de muitos meses pensando, enfim decidi! Vou dividir com voces a jornada da cirurgia, principalmente a parte burocrática e adoraria fazer novas amizades! bem vindos no meu diário, ele está aberto.

Pesquisar este blog

Evolução mês a mês

  • 12/06/2015 66,5 kilos 2 anos
  • 12/05/2015 66,5 kilos
  • 12/04/2015 66 kilos
  • 12/03/2015 67,2 kilos
  • 12/02/2015 67,2 kilos
  • 12/01/2015 68,6 kilos
  • 12/12/2014 69,2 kilos
  • 12/11/2014 69,5 kilos
  • 12/10/2014 70 kilos
  • 12/09/2014 72 kilos
  • 12/08/2014 73 kilos
  • 12/07/2014 73 kilos
  • 12/06/2014 73,5 kilos - 1 ano
  • 12/05/2014 74 kilos
  • 12/04/2014 75 kilos - meta médica
  • 12/03/2014 80 kilos
  • 12/02/2014 83 kilos
  • 12/01/2014 85 kilos
  • 12/12/2013 90,7 kilos
  • 12/11/2013 94 kilos
  • 12/10/2013 100 kilos
  • 12/09/2013 105 kilos
  • 12/08/2013 111,5
  • 12/07/2013 118,5 kilos
  • 12/06/2013 Maior peso 138 Kilos dia da cirurgia

Siga- me por e-mail!

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.

Minha lista de blogs