Barrinha da evolução de Peso

25 de setembro de 2013
Boa tarde amigos.

Há 13 dias recebi um e-mail da minha irmã, vi agora, pois estava sem acesso ao Gmail. Trata-se de um texto vinculado a autoestima escrito por Clara Averbuck que é escritora e feminista.

Deixem as gordas em paz.
É um desabafo de uma gorda que tem a auto estima elevadíssima e que se mostra indignada com os padrões de beleza e a famosa ditadura da magreza.

Ok. A sociedade nos impõe sermos magras pra se encaixar nos padrões, mas cá entre nós, o padrão não é ser a Gisele Bündchen, ela é manequim e a questão não é ser esquelética, mas sim saudável, não venha com esse papo de "tem gordo saudável", eu sei que ás vezes a pessoa está acima do peso e não tem a saúde agravada, mas se continuar com sobrepeso por mais de 5 anos, acarreta várias comorbidades, isso é comprovado.

O mundo não foi feito pra gordo, Deus não criou seres humanos gordos, isso é triste e pesado de digerir, mas é assim. Eu falo isso com toda a certeza porque sinto na pele que é assim. Parabéns para aquelas mulheres e homens também que decidem se aceitar como são, e dão a cara á tapas, mas acredito fielmente que por dentro a pessoa queria não ter que passar por isso, se encaixar no que é ser "normal", por isso essa guerra travada contra os padrões, mas por dentro a luta é com ela mesmo. Seria ótimo se deixassem os gordos em paz, se o preconceito sumisse como por encanto, mas na realidade isso jamais funcionaria, ser gordo nunca é bom, não pode ser considerado normal uma pessoa não ter disposição por causa do excesso de peso, subir uma lance de escadas e não respirar direito, não caber em um assento de ônibus. Imagine se o mundo se adaptasse no tamanho dos gordos, o mundo ficaria pequeno, porque a obesidade não tem limites, o limite é a morte, pois se voce engordou, está comendo errado e isso já mostra a luz vermelha, ou é emocional, ou é a saúde que está te alertando pra algum problema físico. Nem mesmo as modelos Plus Size podem engordar....ou seja, não podem ficar fazendo manequins maiores a cada desfile, tem que manter o equilíbrio do corpo, é ruim ser gordo, odeio, e não acredito que alguém possa se sentir bem e feliz assim, não é por causa da pressão da sociedade, é porque não gosto do que vejo no espelho, enquanto eu puder lutar pra mudar o corpo, lutarei com todas as forças que tenho. Sou contra qualquer tipo de preconceito, mas gordura não é um diferencial, é uma doença ser gordo e tem tratamento graças á Deus.

A única parte que concordei com a autora, é quando ela menciona que gordo não é xingamento, que gordo é gente. Isso mesmo, gordo é uma pessoa doente que precisa de ajuda médica, merece carinho, atenção dos amigos e familiares, porque enfrentar essa doença sozinho é muito difícil, e ás vezes é mais fácil fingir que ser gordo é um estilo de vida, do que aceitar que na verdade a pessoa está doente.

Olhem a imagem de uma ressonância de uma pessoa gorda e uma pessoa magra, o organismo abalado, não acho que isso é ditadura da magreza, nem padrão da sociedade, é a saúde indo pro buraco mesmo...

Quem quiser ler o texto, que é muito interessante segue o link:

http://www.cartacapital.com.br/blogs/feminismo-pra-que/deixem-as-gordas-em-paz-9363.html?fb_action_ids=370753489721229&fb_action_types=og.recommends&fb_source=other_multiline&action_object_map=%7B%22370753489721229%22%3A1374252749476874%7D&action_type_map=%7B%22370753489721229%22%3A%22og.recommends%22%7D&action_ref_map=%5B%5D

Nina,
Obrigada por sempre compartilhar, Te Amo.
Minha irmã nunca foi gorda na vida dela, mas abraça a causa contra a obesidade por vivenciar de perto o sofrimento de quem é gordo.


Beijos amigos e vamos que vamos.

6 comentários:

  1. Acho que tua opinião é mesma que a minha, sabe? Só não me sinto a vontade de expor o que eu acho, quando eu não faço parte de quem sente na pele, ou melhor, no corpo, a obesidade. Vc foi certeira mana!
    Também te amo. Foi bom ler sua opinião! Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Sabe qual é o problema? É que esse texto se encaixa perfeitamente. Para um sobrepeso LEVE. As pessoas escrevem textos falando como adoram gordinhos. Que tem gordo saudável. Que a pessoa tem que se aceitar. etc etc... Mas o gordo desses textos é aquela pessoa que veste G na lojinha da moda. É a pessoa que ao invés de vestir 38 veste 42. Que está entre 5 e 10kg acima do peso ideal.
    Porque o gordo de verdade, de 100, 120, 180kg é esquecido. É ignorado. Por todos. Das lojas que não vendem tam. 48/50/52 aos textos sobre autoestima que desconhecem o que é ser gordo de verdade.

    ResponderExcluir
  3. Ja vimos bem pelo texto q independente de gorda ou magra alguns olhos vao julgar! Se vc emagrece causa julgamentos e se engorda o mesmo! Nao existe padrao certo e perfeito!

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito do comentário da "gordinhamimada" aí em cima. Não tinha pensado nisso...

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito do texto... Faz a gente refletir muito... Beijão e ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  6. Eu me pego voltando nesse post so por causa da figura! Impressionante q tem gordura ate no cerebro!!! Eu queria ter a oportunidade de ter feito uma imagem dessas de sntes e depois!

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto

Sou Silvia, romântica de alma, sonhadora e agora em busca do renascimento, um corpo saudável. No dia 12/06/2013 me submeti a cirurgia bariátrica, fiz o Bypass Gastrico em Y de Roux por video pelo convênio Bradesco no Instituto Garrido, depois de muitos meses pensando, enfim decidi! Vou dividir com voces a jornada da cirurgia, principalmente a parte burocrática e adoraria fazer novas amizades! bem vindos no meu diário, ele está aberto.

Pesquisar este blog

Evolução mês a mês

  • 12/06/2015 66,5 kilos 2 anos
  • 12/05/2015 66,5 kilos
  • 12/04/2015 66 kilos
  • 12/03/2015 67,2 kilos
  • 12/02/2015 67,2 kilos
  • 12/01/2015 68,6 kilos
  • 12/12/2014 69,2 kilos
  • 12/11/2014 69,5 kilos
  • 12/10/2014 70 kilos
  • 12/09/2014 72 kilos
  • 12/08/2014 73 kilos
  • 12/07/2014 73 kilos
  • 12/06/2014 73,5 kilos - 1 ano
  • 12/05/2014 74 kilos
  • 12/04/2014 75 kilos - meta médica
  • 12/03/2014 80 kilos
  • 12/02/2014 83 kilos
  • 12/01/2014 85 kilos
  • 12/12/2013 90,7 kilos
  • 12/11/2013 94 kilos
  • 12/10/2013 100 kilos
  • 12/09/2013 105 kilos
  • 12/08/2013 111,5
  • 12/07/2013 118,5 kilos
  • 12/06/2013 Maior peso 138 Kilos dia da cirurgia

Siga- me por e-mail!

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.

Minha lista de blogs