22 de maio de 2013






Oi gente!!!
É isso mesmo, estou com a perícia do plano agendada para dia 28/05 ás 08:00 da manhã. Mais uma etapa vencida de mais mil que vem por ai...rsrsrs, estou muito confiante que dará tudo certo, afinal fiz tudinho como manda o figurino, até exercícios estou fazendo...rsrs, é...as coisas estão mudando por aqui. Faço caminhada todo dia durante uma hora.
Recebi a ligação do meu convênio médico ontem pela manhã, a equipe do meu cirurgião solicitou a perícia para o plano dia 14/05 então foram 6 dias corridos pra me ligarem, dentro do prazo que me deram de 7 á 10, certinho.
 Agora é só esperar pra ver o que vai dar.







Beijos e até mais.
18 de maio de 2013
Oi Amigos!

Olhem o Dr. Arthur Garrido na fotinha abaixo no programa da Marília Gabriela, ele que nos deu a palestra sobre Obesidade e Cirurgia Bariátrica no dia 15/05 no Hospital Oswaldo Cruz/ SP.

Eu dei uma sumidinha, é muita correria essa vida da gente né? Mas eu fui no dia 15/05 na palestra com o Dr. Arthur do Instituto Garrido e vou escrever pra voces o que eu senti. A palestra demorou bastante, começou á 19:30 e acabou ás 22:40, o conteudo foi muito bom, mas a grande maioria das  coisas que o médico disse eu já sabia, pois a equipe que eu passo explica tudo muito direitinho e eu aprendo muito também no bloguinho de voces....Foi interessante a parte técnica, o Dr. Arthur explicando como vai ser quando chegar no hospital, tudo muito claro foi falado, mostrou como utilizam os instrumentos, como se anestesia uma pessoa e a importância de perder um pouco de peso antes de operar...essas coisas. Adorei os depoimentos, foram 3 moças, uma delas já operou há 9 anos e está ótima, eu fiquei admirada, outra 6 anos e fez várias plásticas, e a mais recente o perou tem 3 meses e está muito feliz com os resultados e só reclamou da queda de cabelo... Eu me senti estranha na palestra, é muita gente obesa buscando essa cirurgia, quando eu entrei no auditório do hospital e vi umas 150 pessoas na mesma situação que eu estou, me senti mal, me senti um lixo, foi como se eu estivesse o tempo todo com um espelho na minha frente, como é cruel a situação que os obesos vivem, é triste, deprimente, fiquei com um nó na garganta, quando sai de lá, chorei muito, e até agora escrevendo eu me emociono, pois ser obesa é pra mim hoje como um castigo que eu carrego todos os dias, eu encaro como um tipo de punição, mas nem sei de que, pois a única culpada desse sofrimento que eu vivo hoje é eu mesma. Dessa vez não fiz amizade com ninguém e no caminho de volta fiquei pensando nisso, de como eu afasto as pessoas de mim, depois que eu engordei muito, não tenho amigos, nada, não é exagero, mas eu constumava viver rodeada de pessoas e até de paqueras...rsrs mesmo gordinha eu era muito paquerada, tenho meus atributos...rsrs, mas de um tempo pra cá, tudo mudou, é como seu fosse uma sombra, eu vivo no automático, me escondo das pessoas, tenho vergonha de ser vista, nem com meus companheiros de peso em busca da cirurgia eu consegui me relacionar, isso não é saudável, ainda mais pra  mim que tenho pavor da solidão. Eu entendi que a cirurgia que eu estou buscando não será um milagre, mas eu tenho fé, algo dentro de mim me diz, que minha vida só vai começar quando eu estiver de bem comigo mesma, que será mais fácil encarar os problemas com um corpo leve e eu tenho certeza que a cirurgia me dará o equilibrio que eu preciso pra buscar manter minha saúde em dia e pra mim isso sim será um milagre, eu sonho com o dia em que as pessoas vão me olhar primeiro ao invés de olhar quanto eu peso. Acho que é isso galera, desculpe pela lamentação, mas eu só tenho esse blog pra desabafar e o carinho de voces me ajuda muito, muito. Estou começando ficar ansiosinha com o telefonema da perícia....deram entrada na minha documentação dia 14/05 e tenho que esperar mais alguns dias...aiai quando telefone toca eu corro pra atender, rsrs. Quando eu tiver mais novidades eu venho contar, enquanto isso vou fuçar o cantinho de voces! Beijos. Desculpa o post gigante.
11 de maio de 2013
Bom dia Galera!!!

Hoje estou muito feliz!!!! Fui ontem no meu cirurgião Dr. Nestor, pensem em um médico ultra simpático? Ele mesmo, nossa super atencioso, olhou meu exames, e adivinhem...tudo ok, estou pronta pra cirurgia...eeeebbba, fiquei muito contente, ele me recomendou manter o peso até a cirurgia, falando a grosso modo, fechar a boca até lá rsrsrs, me passou um remédio pra eu tomar até o dia da cirurgia o Pantoprazol todo dia em jejum e depois da cirurgia vou tomar por 60 dias também, eu não sei se comentei com voces que eu tenho pedra na vesícula, muitas pedrinhas mesmo, o Dr achou melhor verificar primeiro no ato cirurgico se está muito critico, se tiver ele vai tirar a vesícula na hora que eu operar o estômago, senão é melhor esperar pois o risco cirurgico será muito menor depois de ter emagrecido, eu concordei na mesma hora.  Tudo explicado, e eu ainda terei mais uma consulta com ele uma semana antes de operar pra tirar mais dúvidas e pra ele tirar uma fotinha pro arquivo do Instituto.
Depois da consulta fui falar com a secretária dele, que fica numa sala ao lado onde ele fica e ela cuida da parte burocrática com os planos de saúde, o Instituto Garrido cuida de tudo, ela recolheu meus laudos, fez um monte de pergunta, se tenho alergia a medicamentos e tals, depois me explicou que enviará os documentos para o hospital e eles agendarão a perícia médica do plano Bradesco, vão me ligar de 7 á 10 dias, a secretária disse que não passa disso mesmo, e dentro de cinco dias após a perícia eu finalmente vou operar. Me deu um termo de consentimento de umas 7 folhas pra eu e um familiar assinar, ainda não li, tenho que ler com calma e entregar no dia da cirurgia. Uma semana antes também tenho que retirar o kit cirurgico que é 2 meias, uma anti trombose pra usar por 10 dias após a cirurgia e outra meia de circulação pra usar no dia da cirurgia, e um aparelho para respiração que o hospital não fornece, tudo pela bagatela de R$170,00 reais, ai ai, vou gastar mais compensa. Agora vou aguardar a tal ligação e dia 15/05 vou assistir uma palestra com o Dr. Garrido pra operados e não operados...fico aqui na expectativa e não estou tão ansiosa, acho que eu estava com medo de não estar apta, agora sei que estou então só esperar.

Beijos e até mais.
10 de maio de 2013

Oi  meus amigos de estômago!

Hoje é a minha consulta com o cirurgião Gastro ás 17:00 hrs.  Não vejo a hora de saber logo o resultado dos outros exames, se tiver tudo ok como eu suponho, acho que vou para a perícia, coração até aperta de saber que tá próximo de eu realizar meu grande sonho!  Eu tenho medo de acontecer alguma coisa, pois estou com tantas expectativas com a cirurgia, eu nem sei o que pensaria caso eu escute um NÃO.  Como vou chegar tarde, amanhã eu posto como foi a consulta, ok.  Eu gosto de contar tudinho aqui no Blog, porque só vocês sabem tudo o que eu estou passando, e me ajuda muito o apoio de vocês!  Esse processo pré operatório mexe muito com a cabeça,  eu optei pela cirurgia do silêncio...eu não contei pra ninguém sobre minha decisão de operar, somente pra minha chefe, pois tenho que justificar tantas saídas do trabalho, porque é muito exame, muita consulta e nem sempre dá pra conciliar os horários, falei com os colegas mais próximos do trabalho, falei pra minha mãe e  minhas 2 irmãs. Só. Porque eu não queria ficar ouvindo todo tipo de opinião, eu não estou preparada pra isso e nem queria ter que ficar dando explicações e as pressões que o povo coloca, acho que vocês sabem o que eu quero dizer, e covarde como sou também não queria passar por uma frustação caso não dê certo, vai dar certo se Deus quiser, eu nunca, nunca esconderei das pessoas o que eu fiz, muito pelo contrário, eu direi com muito orgulho, sim eu fiz redução de estômago!  E a minha psico aprovou a idéia, então eu não fiquei gritando pros quatro cantos do mundo que eu estou no pré operatório, mas que dá vontade...isso dá!  Aqui no Blog me sinto em casa e bem a vontade pra falar de tudo ...e falar, falar, falar  muito sobre bariátrica rsrs, eu não canso de fuçar o bloguinho de vocês, me emocionar junto com vcs cada quilinho perdido e comemorar com vcs cada vitória alcançada!!! Breve breve eu tbm servirei de exemplo pra quem estiver no mesmo caminho....bom gente acho que é isso!

Beijos.

 
Curiosidades do estômago
O estômago é um órgão elástico, de 20 cm de comprimento e 10 cm de largura, cujos músculos são capazes de fazê-lo contrair ou relaxar. Nele cabe de 1 a 1,5 litro de comida, quantidade igual para todas as pessoas, sejam gordas ou magras.

Após uma cirurgia, o volume pode ser reduzido a 20 ou 30 ml, equivalente a metade de uma xícara de cafezinho. A digestão pode precisar de até 4 horas para o estômago esvaziar e, nesse período, é produzido cerca de1,5 litro de suco gástrico.

 
7 de maio de 2013
Bom dia Pessoal.

Ontem dia 06/05 fui na Nutricionista, e para a minha alegria a última consulta! Ebaaa, ela me adiantou que serão 30 dias na dieta líquida e mais 20 na dieta pastosa e depois inserindo alimentos em grão aos poucos... Ela me perguntou se eu tinha problemas em consumir carne vermelha, leite e queijo, pois estes serão meus principais alimentos após a cirurgia e muita, muita água. Confesso que deu um medinho de passar tanto tempo sem comer, mas na hora me lembrei do que a psico falou: Voce Silvia já abriu mão de tanta coisa na sua vida por causa da comida, acredito que chegou a hora de abrir um pouco mão da comida e começar a viver, pronto. Acalmei meu coração e a fé voltou. Deus me dará vitória nessa etapa, como já me deu em outras ocasiões que foram dificeis pra mim. Ela disse que nos veremos de sete á 10 dias depois que eu operar depois de 30 em 30 dias por 1 ano sem falta, me deu o laudo pra levar no convênio e eu guardei como um tesouro junto com os outros e agora espero ansiosamente dia 10 quando levarei tudo para meu cirurgião Dr. Nestor. E eliminei 1,5 kilo nesse período, prova viva de que as caminhadas que estou fazendo todos os dias estão começando a dar resultados mesmo com a comilança dos ultimos dias. Eu fiquei muito animada, ontem consegui ficar o dia todo sem comer doce, só o chá foi com açucar, aiai, mas o saldo foi positivo então estou tranquila até agora. Mas a pesagem oficial será na balança do médico e depois da consulta vou colocar pra voces verem, falando nisso alguém pode me ensinar como eu coloco a barrinha de peso em cima no Blog?

Mais um detalhe, voces já reparam como os profissionais de equipes multidiciplinares são carinhosos? Ou é minha carência que chegou no extremo? rsrsrs, eu nunca, em toda minha vida fui tão bem acolhida por médicos, enfermeiras, atendentes...nossa eu estava pensando nisso, parece que quando eu digo que vou operar o tratamento muda, parece um incentivo esse carinho todo, estou amando!

Beijos.
4 de maio de 2013
Li essa matéria no site Saúde e Bem Estar e achei muito interessante "Obesidade pode passar de mãe para filho". Tenho um filho de 3 anos e estou de olho na alimentação dele, nada de neura, ele não é uma criança obesa, graças á Deus tem o peso normal pra idade, mas a sombra da obesidade na vida dele me assusta tanto que já conversei a respeito disso com a minha psico, não proíbo ele de comer, aliás, ele come o que eu ofereço, ás vezes eu dou doce, bala, salgadinho, mas não com frequência, raramente. Mas como posso dar exemplo na minha casa se eu não sou exemplo? Como ensiná-lo a comer bem se eu não como bem? Até na educação no meu filho a minha obesidade atrapalha....A minha psico disse que até os 7 anos a criança ainda não tem vício alimentar, o que me aliviou e muito, e a psico me garantiu que depois que eu operar o estômago e me alimentar corretamente, vai ser natural a mudança na alimentação do meu filho, pois se ele tem algumas preferências pelo sabor, eu posso moldar com o tempo e até incluir besteirinhas sim na alimentação dele como qualquer ser humano, pois proibir faz com que fique mais aguçada a vontade da criança, ofereça de vez em quando e não o deixe perceber na 1ª hora que tal alimento é um vilão, diga casualmente que não é legal comer isso e aquilo sempre. Senão a tendência é de ele querer sempre mais e mais...Porém não deixá-lo criar hábito de trocar refeições por bobagens, não faço isso. Mas e genética?

Quem se interessar, segue a matéria na íntegra:

Crianças e adolescentes filhos de mulheres obesas correm um risco 5,34 vezes maior de também apresentarem o problema, na comparação com pessoas da mesma idade que têm mães magras.

A conclusão é de um estudo com 660 estudantes da capital, de oito a 18 anos, realizado em conjunto pelos cursos de nutrição da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), da Universidade São Francisco e da Faculdade de Saúde Pública da USP (Universidade de São Paulo).

Foram avaliados alunos das redes privada e pública da cidade. No levantamento, os pesquisadores tratam a obesidade na adolescência como problema que tem vários fatores, resultado de uma alimentação rica em gordura, da falta de exercícios físicos e dos hábitos dos pais. No âmbito familiar pesa, ainda, o fator genético para o ganho de peso.

Coordenadora do laboratório de obesidade infantil do Hospital das Clínicas, Sandra Villares afirma que, das 420 crianças atendidas na unidade, apenas 25% têm mães magras, ou seja, com um índice de massa corporal (IMC) abaixo de 25.

Além disso, segundo a pesquisadora, 90% desses pacientes infantis já eram obesos antes dos dez anos de idade, o que indica hábitos alimentares errados desde muito cedo.

Mesmo os hábitos maternos durante a gestação podem interferir no peso dos filhos, diz Sandra.

– Mães que se alimentam pouco durante a gravidez também podem ter filhos obesos. Com a restrição alimentar as crianças ganharão peso nos primeiros anos de vida, o que aumenta o risco para que se tornem adultos obesos.

Segundo Sandra, a aderência da mãe a um programa de dieta é essencial para que a criança perca peso quando está gordinha.

– A mudança deve vir de casa. As mães não fazem a dieta, mas querem que as crianças façam. Assim, não dá certo.
Essa também é a opinião da nutricionista Simone Freire, coordenadora do Programa de Atividades para o Paciente Obeso (Papo), da Unifesp.

– Se a alimentação saudável não é aprendida na prática, fica tudo mais complicado.

Obesidade tem origem nos hábitos alimentares ou nos genes?

Talvez nas duas coisas. Se o combate a esta doença por meio da alimentação já é um consenso entre os médicos, um grupo espanhol de cientistas descobriu que é possível atacá-la
geneticamente. Segundo o periódico Obesity, o segredo pode estar no DNA das mitocôndrias, que são transmitidos para o bebê pela mãe.

As mitocôndrias são órgãos celulares responsáveis pela
respiração celular, transformando glicose e oxigênio em energia. Elas possuem material genético próprio, também chamado de DNA mitocondrial. De acordo com Francesc Villarroya, do Centro de Investigação Biomédica de Obesidade e Nutrição e diretor do Instituro de Biomedicina da Universidade de Barcelona, elas podem ter grande influência sobre a obesidade. Levando-se em conta que a obesidade é o resultado de uma acumulação excessiva de gordura corporal produzida por um desequilíbrio energético, "as mutações dos genes mitocondriais podem contribuir para o desenvolvimento dessa condição, bem como influenciar muitos casos de diabetes e câncer", diz Villarroya ao jornal El País.



 
2 de maio de 2013

Gente, bom dia!

Preciso desabafar... to me sentindo muito culpada hoje. O que mudou depois que eu decidi operar?  Eu to comendo muito mais, vixxi, ontem mesmo eu abusei, extrapolei  comi bolo, sorvete, arroz ,feijão, carne, ovo, refrigerante, pão, leite com chocolate...nossa gente, não sei o que está acontecendo, preciso ir na nutri urgente e na psico, meu Deus! Eu já tinha abolido da minha vida o refrigerante, mas ontem não sei o que me aconteceu, eu tomei um monte de refri cada dia que passa eu fico mais ansiosa, to me esforçando pra mudar essa minha cabeça de gorda, mas tem dia que o negócio desanda.

Porém eu tenho um ponto positivo....to caminhando 1 hora 5 vezes na semana, parei com a preguiça, mas to comendo muito, quero mastigar o dia todo, parece que o mundo vai acabar! Ai gente, qdo vcs estavam perto de operar ficaram assim tbm ou só eu sou descontrolada desse jeito? Ainda jantei um pratão e repeti, que vergonha de dizer isso, mas foi sim eu comi muito. Ainda pra completar hoje de manhã teve confraternização no setor da empresa onde trabalho e ai a comilança rolou solta e ainda nem chegou a hora do almoço. To muito triste comigo mesma, tenho até medo de fazer a cirurgia e não conseguir superar, o que eu faço, penso, penso e as vezes quero desistir de tudo, a mudança é radical e eu nesse descontrole, mesmo liberada no psico eu ainda tenho muitos medos.

Quem sou eu

Minha foto

Sou Silvia, romântica de alma, sonhadora e agora em busca do renascimento, um corpo saudável. No dia 12/06/2013 me submeti a cirurgia bariátrica, fiz o Bypass Gastrico em Y de Roux por video pelo convênio Bradesco no Instituto Garrido, depois de muitos meses pensando, enfim decidi! Vou dividir com voces a jornada da cirurgia, principalmente a parte burocrática e adoraria fazer novas amizades! bem vindos no meu diário, ele está aberto.

Pesquisar este blog

Evolução mês a mês

  • 12/06/2015 66,5 kilos 2 anos
  • 12/05/2015 66,5 kilos
  • 12/04/2015 66 kilos
  • 12/03/2015 67,2 kilos
  • 12/02/2015 67,2 kilos
  • 12/01/2015 68,6 kilos
  • 12/12/2014 69,2 kilos
  • 12/11/2014 69,5 kilos
  • 12/10/2014 70 kilos
  • 12/09/2014 72 kilos
  • 12/08/2014 73 kilos
  • 12/07/2014 73 kilos
  • 12/06/2014 73,5 kilos - 1 ano
  • 12/05/2014 74 kilos
  • 12/04/2014 75 kilos - meta médica
  • 12/03/2014 80 kilos
  • 12/02/2014 83 kilos
  • 12/01/2014 85 kilos
  • 12/12/2013 90,7 kilos
  • 12/11/2013 94 kilos
  • 12/10/2013 100 kilos
  • 12/09/2013 105 kilos
  • 12/08/2013 111,5
  • 12/07/2013 118,5 kilos
  • 12/06/2013 Maior peso 138 Kilos dia da cirurgia

Siga- me por e-mail!

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.

Minha lista de blogs