Barrinha da evolução de Peso

29 de abril de 2013

Eu já fiz minha avaliação psicológica e estou liberada para a cirurgia psicologicamente falando...rsrs eu resolvi que vou continuar com a terapia porque tem me ajudado bastante a controlar a comilança, eu nunca tinha ido me consultar com psicólogo, marquei com a Dr. Gisele que faz parte da equipe multidiciplinar . Cheguei no consultório tensa e com medo, falar sobre meu peso, ai que terror! 
Quando se trata de conversar sobre meu peso eu ainda tenho uma trava, mas só por criar um Blog já sinto o quanto eu avancei nesses últimos 4 meses. A Dra abriu a porta e pediu que eu aguardasse um pouco, a sala parecia de casa mesmo com TV, sofá, som ambiente . Fiquei sentada e 5 minutinhos depois ela me chamou pra outra sala, me deu um beijo no rosto , me tratou como se nos conhecêssemos há muito tempo, minha barreira caiu na mesma hora e logo senti afinidade com ela, sentei em um sofá de frente pra ela, não tinha mesa nessa sala como eu havia imaginado a luz baixinha de 2 luminárias na parede pra clarear e começamos um bate papo super agradável e ela fazia algumas perguntas e nisso a conversa ia fluindo...mais fácil do que eu pensei contei tudo o que me aflige em razão da obesidade, todos os meus problemas e dificuldades que guardo pra mim e jamais falei em voz alta na vida saiu super espontâneo, me senti tão leve, parece que dividir com alguém que não te julga é essencial, por isso é tão importante um amigo, um parceiro que te compreenda e apóia. Agora eu sei a importância da mastigação na hora de se alimentar, ela me explicou que podemos ficar um tanto apreensivos com a dieta líquida mas que tenho que manter o pensamento que será temporário e que minha vida só vai melhorar depois do procedimento. Pra eu me conter e não comer uma caixa de bombom eu masco chiclete diet tipo Trident pra passar essa necessidade de comer doce e a Dra pediu pra eu tentar ficar um tempo sem mastigar nada, porque com o chiclete eu estou mascarando a ansiedade e vai ser ruim no pós operatório onde eu não vou poder mastigar chicletes por causar do ar que entra no estômago operado criando gases fazendo estufar e produzir suco gástrico, outra forma de controlar minha ansiedade é tirar o vínculo de comida com os dias da semana tipo domingão é dia de macarronada ou churrasco, sábado a noite dia de pizza, não colocar data pra comer um lanche, assim modero a ânsia por comida, em casa já colocamos em prática, to comendo mais devagar e descansando os talheres, estou me esforçando pra aprender a comer. Tenho que parar de mastigar e engolir junto com a comida meus problemas, em vez disso ela disse pra eu escrever, rasgar papel...Talvez nesses 2 ultimos anos tenha piorado muito minha relação com a comida desde que eu virei arrimo de família, eu cuido de minha mãe que está muito doente e de meu filho sozinha, eu me cobro demais no trabalho, em casa pra dar conta de tudo , ao consigo estudar, não tenho animo pra me arrumar, também com o peso que eu estou tudo fica feio, não me acho uma pessoa feia, mas estou feia no momento e nada me agrada. Ela disse também pra eu não me culpar pelos ocorridos, ok, parte da culpa é minha por me deixar engordar desse jeito, mas eu tenho que mudar o modo como vejo as coisas, tipo: Eu acho que cheguei no fundo do poço á ponto de precisar mutilar um órgão pra parar de comer. Ela disse, não, você fará um tratamento cirúrgico pra controlar uma doença chamada obesidade e voltará a comer como uma pessoa deveria. Mais ou menos isso, eu estou mudando o jeito de olhar as coisas e o melhor to adorando a terapia!






2 comentários:

  1. Oi Silvia! Meu nome é Márcia e estou ajudando minha cunhada no processo de aceitar a fazer a cirurgia bariatrica. Ela tem muitas dúvidas, muitos problemas e gostei muito dos seus depoimentos. Ela já passou por uma consulta com uma cirurgiã do hospital edmundo vasconcelos e quando li que vc trocou seu cirurgião por um do instituto garrido fiquei pensando em talvez passar com ela lá. Seu nutricionista e psicologo também sao de lá. Eles atendem pelo plano? Vou continuar lendo seu blog pois achei as informações muito válidas. Um beijo e continue tendo boa sorte em seu projeto!

    ResponderExcluir
  2. Oi Márcia, que bom que vc está ajudando. São sim de lá, atendem pelo plano mesmo...porém para entrega dos laudos a consulta é particular, só depois de operada é que estas especialidades são da equipe multidisciplinar. Beijos.

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto

Sou Silvia, romântica de alma, sonhadora e agora em busca do renascimento, um corpo saudável. No dia 12/06/2013 me submeti a cirurgia bariátrica, fiz o Bypass Gastrico em Y de Roux por video pelo convênio Bradesco no Instituto Garrido, depois de muitos meses pensando, enfim decidi! Vou dividir com voces a jornada da cirurgia, principalmente a parte burocrática e adoraria fazer novas amizades! bem vindos no meu diário, ele está aberto.

Pesquisar este blog

Evolução mês a mês

  • 12/06/2015 66,5 kilos 2 anos
  • 12/05/2015 66,5 kilos
  • 12/04/2015 66 kilos
  • 12/03/2015 67,2 kilos
  • 12/02/2015 67,2 kilos
  • 12/01/2015 68,6 kilos
  • 12/12/2014 69,2 kilos
  • 12/11/2014 69,5 kilos
  • 12/10/2014 70 kilos
  • 12/09/2014 72 kilos
  • 12/08/2014 73 kilos
  • 12/07/2014 73 kilos
  • 12/06/2014 73,5 kilos - 1 ano
  • 12/05/2014 74 kilos
  • 12/04/2014 75 kilos - meta médica
  • 12/03/2014 80 kilos
  • 12/02/2014 83 kilos
  • 12/01/2014 85 kilos
  • 12/12/2013 90,7 kilos
  • 12/11/2013 94 kilos
  • 12/10/2013 100 kilos
  • 12/09/2013 105 kilos
  • 12/08/2013 111,5
  • 12/07/2013 118,5 kilos
  • 12/06/2013 Maior peso 138 Kilos dia da cirurgia

Siga- me por e-mail!

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.

Minha lista de blogs