29 de abril de 2013

Eu já fiz minha avaliação psicológica e estou liberada para a cirurgia psicologicamente falando...rsrs eu resolvi que vou continuar com a terapia porque tem me ajudado bastante a controlar a comilança, eu nunca tinha ido me consultar com psicólogo, marquei com a Dr. Gisele que faz parte da equipe multidiciplinar . Cheguei no consultório tensa e com medo, falar sobre meu peso, ai que terror! 
Quando se trata de conversar sobre meu peso eu ainda tenho uma trava, mas só por criar um Blog já sinto o quanto eu avancei nesses últimos 4 meses. A Dra abriu a porta e pediu que eu aguardasse um pouco, a sala parecia de casa mesmo com TV, sofá, som ambiente . Fiquei sentada e 5 minutinhos depois ela me chamou pra outra sala, me deu um beijo no rosto , me tratou como se nos conhecêssemos há muito tempo, minha barreira caiu na mesma hora e logo senti afinidade com ela, sentei em um sofá de frente pra ela, não tinha mesa nessa sala como eu havia imaginado a luz baixinha de 2 luminárias na parede pra clarear e começamos um bate papo super agradável e ela fazia algumas perguntas e nisso a conversa ia fluindo...mais fácil do que eu pensei contei tudo o que me aflige em razão da obesidade, todos os meus problemas e dificuldades que guardo pra mim e jamais falei em voz alta na vida saiu super espontâneo, me senti tão leve, parece que dividir com alguém que não te julga é essencial, por isso é tão importante um amigo, um parceiro que te compreenda e apóia. Agora eu sei a importância da mastigação na hora de se alimentar, ela me explicou que podemos ficar um tanto apreensivos com a dieta líquida mas que tenho que manter o pensamento que será temporário e que minha vida só vai melhorar depois do procedimento. Pra eu me conter e não comer uma caixa de bombom eu masco chiclete diet tipo Trident pra passar essa necessidade de comer doce e a Dra pediu pra eu tentar ficar um tempo sem mastigar nada, porque com o chiclete eu estou mascarando a ansiedade e vai ser ruim no pós operatório onde eu não vou poder mastigar chicletes por causar do ar que entra no estômago operado criando gases fazendo estufar e produzir suco gástrico, outra forma de controlar minha ansiedade é tirar o vínculo de comida com os dias da semana tipo domingão é dia de macarronada ou churrasco, sábado a noite dia de pizza, não colocar data pra comer um lanche, assim modero a ânsia por comida, em casa já colocamos em prática, to comendo mais devagar e descansando os talheres, estou me esforçando pra aprender a comer. Tenho que parar de mastigar e engolir junto com a comida meus problemas, em vez disso ela disse pra eu escrever, rasgar papel...Talvez nesses 2 ultimos anos tenha piorado muito minha relação com a comida desde que eu virei arrimo de família, eu cuido de minha mãe que está muito doente e de meu filho sozinha, eu me cobro demais no trabalho, em casa pra dar conta de tudo , ao consigo estudar, não tenho animo pra me arrumar, também com o peso que eu estou tudo fica feio, não me acho uma pessoa feia, mas estou feia no momento e nada me agrada. Ela disse também pra eu não me culpar pelos ocorridos, ok, parte da culpa é minha por me deixar engordar desse jeito, mas eu tenho que mudar o modo como vejo as coisas, tipo: Eu acho que cheguei no fundo do poço á ponto de precisar mutilar um órgão pra parar de comer. Ela disse, não, você fará um tratamento cirúrgico pra controlar uma doença chamada obesidade e voltará a comer como uma pessoa deveria. Mais ou menos isso, eu estou mudando o jeito de olhar as coisas e o melhor to adorando a terapia!






27 de abril de 2013

Naquele dia eu estava desolada pensando na minha burrice, não pesquisei direito as coisas, não conseguia trabalhar, fui  no banheiro lá da empresa e fiquei sentada pensando, e agora?  Tinha apostado todas as minhas fichas, adorei o médico que faria minha cirurgia...eu só pensava, e agora? E agora Deus?  Eis que  ouvi duas meninas conversando, uma dizia pra outra:  Nossa, vc tá ótima, 30 quilos já? Caramba, essa cirurgia fez um bem danado pra você! Eu ouvi aquilo e , opa, Deus tá me respondendo, abri a porta do banheiro e disse, moça vem cá por favor, eu  parecia uma doida,  cravei ela de perguntas, onde ela tinha operado, como foi, que médico, onde, ixxi, ficamos um tempão falando, não sei se isso acontece com vocês, mas eu adoro falar de bariátrica aos quatro ventos, se deixar quero falar o dia todo disso...rsrs, parece coisa de psicopata, mas eu falo, falo e não me canso, mas eu modero com quem eu falo, as pessoas as vezes acha chato esse papo de cirurgia, por isso também fiz esse Blog, pq sei que aqui podemos desabafar.  Ai eu fiquei sabendo do Instituto Garrido e logo fui me informar com meu convênio, e não é que lá tem cobertura total do meu plano? Nossa que alegria, desde aquele dia conheci mais 2 pessoas no trabalho que fizeram lá e me indicaram o médico, o Dr. Nestor que atua desde 2006 no Instituto como cirurgião e eu tratei logo de marcar uma consulta pra sondar como era o negócio por lá. Marquei , fui com a cara e a coragem, levei todos os exames prontinhos que eu fiz todos esses meses, adorei o lugar, adorei o Dr. Nestor, conversei com várias pessoas que operaram lá e ainda vão operar...nossa, me senti o máximo. Ele aceitou todos meus exames, contei tudo o que aconteceu pra ele, mais antes de operar tenho que assistir uma palestra sobre obesidade para operados e não operados com o Dr. Garrido, fundador do Instituto que será dia 15/05 e levar mais um exame de sangue que ficou faltando, fora isso tudo ok com minha saúde, exceto a obesidade mórbida, ai que nome horrível, mas infelizmente é minha realidade hoje, lutar contra essa doença horrível chamada obesidade. Enfim,  agora farei a cirurgia pelo Instituto Garrido com o Dr. Nestor e dia 10/05 volto lá pra marcar minha perícia, ai ai, tá chegando perto o dia de eu realizar meu sonho!  
22 de abril de 2013


Vou continuar a história...


No dia 22/02/2013 fui ao consultório do Dr. Otávio – CLIMED e passamos 1 hora e quinze minutos conversando sobre a cirurgia, me tirou muitas dúvidas, me informou do risco, e que a cirurgia só em ultimo caso mesmo, eu estava com medo mesmo e ainda estou é de complicação cirúrgica, mas estou com fé que dará tudo certo . O Dr. me perguntou tudo mesmo, quis saber até como era minha alimentação quando eu era criança , as tentativas para emagrecer, me mostrou pelo computador uma animação da cirurgia, muito bacana, conheci pessoas lá que já operaram, e ai me informou de todo o processo burocrático e todos os exames que é necessário fazer, nossa quanto exame!
Exame de sangue completo, função Pulmonar; Raio X Torax frente e perfil; Cortisol Urinário 24hrs; MAPA 24 hrs; Eletrocardiograma; Ecocardiograma com Doppler; Ultrassom Abdomen total e costas; Endoscopia com biópsia; Tudo isso e ainda os laudos: Nutricionista, Endócrino, Psicólogo, Cardiologista, Pneumologista.
Confesso que imaginei que seria bem mais fácil, fiquei desanimada no começo, mas ai quando eu comecei fazer fui voltando ao normal, eu entendi que tudo isso é pra nossa segurança e para o sucesso da cirurgia. Já tem 2 meses que eu to correndo atrás dos exames e laudos e ainda não estou com tudo em mãos....falta ainda o laudo do endócrino e nutricionista, já o restante tudo prontinho, o mais difícil foi conciliar tempo pra fazer exames e o trabalho. Tá sendo uma correria só. Gente, quem vai fazer a cirurgia pelo convênio precisa saber que nem todos os exames são cobertos, pelo menos o meu que é empresarial não cobre nutricionista nem psicólogos, tiver que arcar com as consultas. Primeiro  Fiz os exames de sangue, 1 semana  ficaram prontos, depois  fiz a Endoscopia , o resultado sai na hora, mas a biópsia da bactéria demorou 6 dias. Depois fiz os exames do coração (MAPA, ECO, ELETRO) e levei pro Cardiologista avaliar junto com o exame de sangue, ele viu me deu o laudo, ai  foi a vez do exame de função pulmonar, fiquei com medo de alguma alteração porque tenho asma grau II desde os 4 anos, marquei pneumologista e ela me liberou também, e nesse meio tempo eu já havia começado a terapia para avaliação psicológica, fiz o Raio X  juntei tudo e levei pro médico, tudo OK, UFA! Eu achei melhor meter a cara e fazer tudo de uma vez mesmo, eu aproveitava minhas folgas no trabalho e marcava tudo pra mesma semana, uma loucura. Fui no endócrino e ele disse que me daria o laudo somente depois do exame de urina que mede o cortisol 24 hrs , eu ainda não peguei o resultado, só dia 29/04. A nutri marcou pra dia 06/05 e a psicóloga me deu o laudo sexta feira, então falta bem pouco pra eu agendar a data. E detalhe, eu estava tão empolgada pelo médico que me indicaram que nem procurei saber se o médico opera nos hospitais credenciados, então eu me lasquei, porque quando voltei no Dr. Otávio pra saber, não tinha nenhum hospital credenciado no meu convênio que ele opera, ele atende o Bradesco como Gastro e pra eu fazer a cirurgia teria que pagá-lo e o convênio me reembolsar....nossa levei um banho de agua fria, não tenho dinheiro pra isso, meu mundo caiu. Fiquei tão frustada, mais ai parece que é Deus agindo mesmo, vejam o que me aconteceu:
21 de abril de 2013


Olá, bem vindos ao meu Blog.

Eu criei este cantinho para escrever sobre o meu caminho rumo a cirurgia bariátrica, para tirar dúvidas e conhecer pessoas que já passaram por esse processo e as que ainda vão passar. Adoraria fazer amigos nesta jornada!
Pra começar, vou me apresentar:
Me chamo Silvia, moro em Barueri, na Grande São Paulo, tenho 26 anos e um filho de 3 anos. Como voces já estão cansados de saber, também travei minha guerra com a balança há muito tempo atrás. Sofro com a obesidade desde criança, mas meu primeiro regime alimentar de fato foi aos 15 anos. Naquela época, em 2002, somente com RA consegui emagrecer cerca de 20 quilos e pude desfrutar por pouco tempo do que era ser uma pessoa "normal", por assim dizer. Deixei de ser a legal da turma, pra ser a atraente, arrumei amigos, namorado, meu 1º trabalho, mas logo voltei a engordar e o dobro, no final de 2005 passei de 68 kilos para 123, namorado me largou, também pudera gorda do jeito que eu estava, ele não me conheceu assim, portanto eu não podia falar nada se nem eu me aceito, não gosto do que vejo no espelho, imagina um parceiro. Fiquei gorda, grávida e desempregada em 2009, tive um filho saudável e lindo, razão da minha existência, também acumulei mais peso ainda, e desde então venho com tentativas frustadas para emagrecer, tomo antidepressivos e moderadores de apetite, com indicação médica, mas nem isso consegue me dar motivação pra seguir em frente e cada dia engordo mais e mais. Hoje com 134 kilos para 1.69 de altura, com IMC de 47, tomei a decisão de fazer a cirurgia bariátrica pra salvar minha vida! Sim, digo salvar, porque hoje eu não vivo, apenas existo. Me olho no espelho e não sei como deixei isso acontecer, perdi as rédeas, me descontrolei, estive cega esse tempo todo, sou muito solitária, minhas amizades se resumem a colegas de trabalho, porque depois que eu voltei a engordar, amigos sumiram, namorado nem se fala, me sinto muito triste, o que me dá forças pra sair da cama todo dia é meu filhinho, e minha mãe, pois tenho que lutar por eles. Eu já estava sem esperança nenhuma, desmotivada, quando conheci uma moça no meu trabalho que fez a cirurgia e me indicou o seu médico, que por sinal atende meu convênio, vi uma luz no fim do túnel, marquei a primeira consulta com ele no dia 22/02/2013. Foi ai que minha jornada começou.....

Quem sou eu

Minha foto

Sou Silvia, romântica de alma, sonhadora e agora em busca do renascimento, um corpo saudável. No dia 12/06/2013 me submeti a cirurgia bariátrica, fiz o Bypass Gastrico em Y de Roux por video pelo convênio Bradesco no Instituto Garrido, depois de muitos meses pensando, enfim decidi! Vou dividir com voces a jornada da cirurgia, principalmente a parte burocrática e adoraria fazer novas amizades! bem vindos no meu diário, ele está aberto.

Pesquisar este blog

Evolução mês a mês

  • 12/06/2015 66,5 kilos 2 anos
  • 12/05/2015 66,5 kilos
  • 12/04/2015 66 kilos
  • 12/03/2015 67,2 kilos
  • 12/02/2015 67,2 kilos
  • 12/01/2015 68,6 kilos
  • 12/12/2014 69,2 kilos
  • 12/11/2014 69,5 kilos
  • 12/10/2014 70 kilos
  • 12/09/2014 72 kilos
  • 12/08/2014 73 kilos
  • 12/07/2014 73 kilos
  • 12/06/2014 73,5 kilos - 1 ano
  • 12/05/2014 74 kilos
  • 12/04/2014 75 kilos - meta médica
  • 12/03/2014 80 kilos
  • 12/02/2014 83 kilos
  • 12/01/2014 85 kilos
  • 12/12/2013 90,7 kilos
  • 12/11/2013 94 kilos
  • 12/10/2013 100 kilos
  • 12/09/2013 105 kilos
  • 12/08/2013 111,5
  • 12/07/2013 118,5 kilos
  • 12/06/2013 Maior peso 138 Kilos dia da cirurgia

Siga- me por e-mail!

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.

Minha lista de blogs